Jornalista iraquiano é assassinado pelo Estado Islâmico(EI)


Por Cláudia Souza*

16/03/2015


Jornalista iraquiano é assassinado pelo Estado Eslâmico (Foto: http://www.entornointeligente.com)

Membros do Estado Islâmico (Foto: http://www.entornointeligente.com)

Fadel Ahmad Hasko al Hudeidi, sequestrado pelos terroristas há  mais de oito meses acusado de colaborar com as autoridades de Bagdá, capital do Iraque, foi executado em público  neste sábado, dia 15,  nas ruas da cidade iraquiana de Mossul.

Sofian para Mashhadani, da Associação de Jornalistas do Iraque, informou à Agência EFE, que Al Hudeidi foi condenado à morte porum dos tribunais estabelecidos pelo EI, conhecido pela aplicação de uma visão retrógrada da lei islâmica.

Nascido em 1956,  Hudeidi, trabalhou em vários jornais iraquianos como “Sada al Iraq” e era editor do jornal “Mosul al Yom” quando osjihadistas invadiram a cidade de Mossul em junho de 2014.

Seif al Hudaidi , filho mais velho de Fadel Ahmad Hasko al Hudeidi, morreu em 2014, durante a explosão de uma bomba no carro de seu pai, provavelmente instalada por jihadistas do EI.

*Com informações da EFE

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012