Jornalista é a dona da voz do Veículo Leve sobre Trilhos


Por Claudia Sanches

22/07/2016


2016-916832134-201606161548304286.jpg_20160708

A jornalista Christiana Araripe é a voz do VLT

De um jeito despojado, irreverente e animado, ela anuncia as estações e orienta os passageiros que embarcam e desembarcam dos bondes modernos. Dona da voz que ecoa pelas caixas de som, a jornalista Christiana Araripe, de 39 anos, conta que o sorriso no rosto deu o tom das gravações e foi o ingrediente certeiro para conquistar a vaga na locução do novo meio de transporte.

“Quando soube que seria a voz do VLT, foi uma surpresa. Bateu aquela emoção. É muito diferente a gente ouvir a nossa própria voz no meio do transporte funcionando, com todos os passageiros. Foi muito legal o processo todo, desde a gravação até me ouvir no ar”, revelou a jornalista.

Sempre sorrindo, Chris, como é chamada, passou por todas as etapas de uma triagem que envolveu outras 25 vozes. Para além do clássico “desembarque pelo lado direito” ou “próxima parada, Carioca”, gravou mensagens que, em breve, darão dicas de boas maneiras aos passageiros, como “lugar de lixo é no lixo” e “música, de fato, combina com essa cidade. Não é mesmo? Mas, para respeitar a experiência dos demais, coloque seu fone de ouvido”.

A responsável pela seleção foi a “voz do metrô”, a produtora musical Zanna Lopes, que em 2011reformulou toda a sonorização do metrô, trocando desde a música clássica ouvida nas estações até a antiga voz, mais séria e impessoal. No ano passado, foi contratada para criar a identidade sonora do VLT. “O projeto prima pela espontaneidade do carioca, bem diferente daquelas mensagens mais quadradinhas. Nossos textos são bem fora do padrão. Muitos meios de transporte têm um jeito meio careta, muito duro, muito máquina, muito operacional de falar. A gente queria dar sorriso, simpatia e leveza. Passamos uma malha fina e chegamos à voz da Chris”, explica Zanna.

Vozes que marcaram época

Não é de hoje que as vozes dos transportes despertam a curiosidade dos passageiros. Famosa por anunciar os voos nos aeroportos durante 37 anos, a voz de Iris Lettieri se tornou um símbolo da aviação civil no país. Quem anda nos BRTs Transoeste (Barra-Santa Cruz/Campo Grande) e Transcarioca (Barra-Ilha do Governador) é levado por seu timbre aveludado e sensual.

No entanto, a voz de Iris, que já entrou no imaginário dos passageiros, poderá ser aposentada para unificar a identidade sonora dos quatro BRTs. De acordo com o consórcio que opera o sistema, uma nova voz está sendo escolhida e deverá entrar em cena já no BRT Transolímpico (Recreio-Deodoro), recém-inaugurado, e no Transbrasil (Deodoro-Centro), previsto para 2017.

Informações de O Globo

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012