3 de outubro de 2022


Filme sobre Glauber e outras Dicas aqui


20/08/2021


Por Vera Perfeito, Diretora de Cultura da ABI

Dicas: 20/8 a 26/8

Programa de fim de semana em Dicas

Em Dicas estão entrevistas como a de Marisa Monte por Nelson Motta e o  filme Antena da Raça, de Paloma Rocha, filha de Glauber, no Macunaíma. Veja no ABI Esporte: dois livros contam histórias de Vasco e Grêmio. Assista à transmissão da ABI do manifesto contra a venda do prédio do MEC e pela interdição do prédio da Funarte. A escritora Luiza Berthaud lança o livro O Porão contestando o currículo da Faculdade de Direito da USP. Fotos de Caetano, Gil, Gal, Bethânia, Chico, Elis, Roberto, Erasmo e Wanderléa e expoentes das décadas de 1970 e 1980 estão no maravilhoso livro Portraits de Thereza Eugênia que chega, segunda-feira, às livrarias. Procure por filmes, congressos, lives, teatros on line, série novas como Nove desconhecidos com Nicole Kidman como guru de luxo e novos episódios de Modern Love. Shows presenciais de Adriana Calcanhoto e Nando Reis, além de lives turbinam o final de semana. Use máscara e álcool gel. Evite aglomerações.

Por Vera Perfeito, diretora de Cultura e Lazer da ABI

NA ABI

HOJE

Das 16 às 18 hsABI transmite o movimento contra a venda do edifício Gustavo Capanema, que acontece no Centro do Rio. O conselheiro da ABI Xico Teixeira realizará entrevistas no local e haverá comentários do cineasta Silvio Tendler e do conselheiro Marcos Gomes, além das diretoras de Cultura e Lazer, Vera Perfeito, e de Inclusão Social, Mulher e Diversidade, Norma Couri. Como convidada especial está Maria Eduarda Capanema, neta de Gustavo Capanema, que deu nome ao prédio do MEC, localizado à rua da Imprensa, 16, e que foi inaugurado em 1947. Gustavo Capanema foi o Ministro da Educação que mais tempo ficou no cargo em toda a história do Brasil:1934 a 1945, aproximadamente 11 anos contínuos.

Segunda-feira

19h30 – no ABI Esporte . Atenção torcedores do Vasco da Gama e do Grêmio! Não percam o ABI Esporte de hoje, às 19h30, pelo canal da Associação Brasileira de Imprensa no YouTube. Serão contados momentos marcantes desses dois gigantes do nosso futebol, através dos livros “1898 em diante” com crônicas e relatos que revisitam a trajetória social e esportiva do Vasco, contadas por um de seus autores, o jornalista Bruno Guedes, além do livro “Jornalismo e vestiário: histórias e bastidores contados por u m assessor de imprensa”. A obra resgata episódios inéditos testemunhados pelo jornalista João Paulo Jobim, que esteve à frente da assessoria de Imprensa do Departamento de Futebol do Grêmio de 2010 a 2020.

Terça-feira

19h30 Cineclube Macunaíma exibe hoje Antena da Raçao Filme, de Paloma Rocha e Luís Abramo, a partir das 10hs e até segunda-feira, em homenagem aos 30 anos de falecimento de Glauber Rocha, pai de Paloma. O documentário de longa metragem da cineasta, foi selecionado para o Festival de Cannes e resgata o ideário e memória de Glauber questionador e provocador ao recriar a estética do “Programa Abertura”, comandado por ele na TV Tupi entre 1979 e 1980, período da Lei da Anistia. O “Abertura” foi uma experiência vanguardista marcante da história da TV no Brasil, quando o país ensaiava, após 21 anos de ditadura militar, os primeiros movimentos de uma gradativa redemocratização. O filme conta ainda com imagens de outros trabalhos de Glauber, cineasta que imprimiu na sua filmografia um olhar crítico sobre o povo, a política e o poder do seu país. No debate sobre o filme, à noite, estarão os cineastas Silvio Tendler,  Luis Abramo e Paloma Rocha, além de Alexandre Goes. A mediação é do jornalista Ricardo Cota. Assista o filme e o debate no canal da ABI do YouTube.

Quinta-feira

19h30 Encontros da ABI com a Cultura: entrevista hoje a escritora Luiza Berthoud que acaba de lançar o livro O Porão cujo tema escancara os bastidores da Faculdade de Direito da USP, sob a égide da literatura, do feminismo e da política. Os entrevistadores são as jornalistas Cristina Serra, Vera Perfeito e…. . A jornalista Zezé Sack será a mediadora.

 

ENTREVISTAS

Nelson Motta entrevista: um papo musical de uma hora que marca a estreia do compositor, escritor e jornalista comandando na Amazon Music uma série de conversas com artistas e profissionais de música. Seu primeiro papo é com Marisa Monte, tendo como ponto principal o mais recente disco da cantora: Portas. O conteúdo ficará disponível no serviço de streaming e, gratuitamente, no YouTube (/amazonmusic). Está no ar desde às 11hs de quarta-feira. Marisa elogia Chico Brown (neto de Chico Buarque e filho de Carlinhos Brown) que se tornou seu parceiro e cita cantores que admira como Mallu Magalhães, Ava Rocha, Ana Frango Elétrico, Céu, Letrux e Silva. Fala também de sua amizade com Tim Maia e da associação que ele queria fundar: C.U., Cantores Unidos e da candidatura de Tim para o Senado pelo Partido Libera Geral, além da gratidão dele quando a cantora gravou “Não quero dinheiro”.

PESQUISA

Perfil das (os) jornalistas brasileiros (as) – a ABI apoia a realização da pesquisa “Perfil das (os) jornalistas brasileiros (as)” realizada pela UFSC. Pedimos que colabore e divulgue a realização desse trabalho. Segue o link de acesso. O questionário da pesquisa “Perfil das/os jornalistas brasileiras/os (2021)” já está disponível. Começamos, na prática, a coleta de dados que se estenderá até 30 de setembro, totalizando um período de 45 dias de campo. O tempo médio de resposta é de 10min. Link do questionário: https://www.surveymonkey.com/r/perfiljornalista

 

CURSOS

Mestrado Profissional em Memória e Acervos do Programado Programa de Pós-Graduação em Menória e  Acervos (PPGMA)já estão abertas as inscrições para o processo seletivo do curso da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB). São oferecidas 16 vagas. A inscrição é pela internet e a taxa é de R$30, devendo ser paga no Banco do Brasil, através da Guia de Recolhimento da União (GRU), obtida na página principal do site do Tesouro Nacional.O período de inscrição se encerra Às 23h59 do dia 29 de setembro. O processo de seleção será on line e em três fases: análise do anteprojeto de Pesquisa; prova oral com arguição do Memorial, anteprojeto de Pesquisa e análise do currículo Lattes; e prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol). Confirahttps://www.gov.br/turismo/pt-br/entidades-vinvuladas/casa-de-rui-barbosa/centrais-de-conteudo/noticias/2021/fcrb-publica-edital-de-selecao-para-o-mestrado-profissional-em-memporia-e-acervos

Vôlei gratuito: famosa pelo talento no vôlei de areia e pela personalidade, Carol Solberg mostra que também é boa de atitude. Ela acaba de abrir inscrições para  o Projeto Levante, em que vai oferecer aulas de vôlei gratuitas na Praia do Leblon, para crianças de 6 a 16 anos, moradoras das comunidades da Zona Sul.

CONGRESSO

Congresso Mega Brasil começa hoje e vai até 2 de setembro
com mais de 40 convidados e será transmitido pelo canal no YouTube da Mega Brasil
Com a entrega do Prêmio Personalidade da Comunicação, hoje, às 19h, ao artista gráfico Elifas Andreato, em transmissão pelo Canal no Youtube da Mega Brasil Comunicação, terá início a 24ª edição do Congresso Mega Brasil de Comunicação, Inovação e Estratégias Corporativas, que este ano debaterá A Era de Aquarius – A sociedade conectada em rede, sentimento e valores. O evento terá sequência de 23 a 28/8 (segunda a sábado) e, depois, de 30/8 a 1/9 (segunda a quarta), com programação que reunirá 11 painéis de debates sobre temas diversos da comunicação corporativa, mais Arena da InovaçãoFórum do Pensamento e o Programa Causos da Comunicação Corporativa, uma das novidades desta edição.
As inscrições estão abertas e podem ser feitas diretamente no site da Mega Brasil. Os participantes terão direito a certificado digital, devendo, neste caso, participar de pelo menos 50% da programação. Faça aqui sua inscrição: https://megabrasil.com.br/Congresso2021/CadastroPromoAmigo.aspx.

A partir de segunda-feira, serão discutidos os seguintes assuntos: Arena da inovação debatendo o tema O futuro do trabalho, Cidadania Empresarial,Diversidade e Inclusão, Comunicação Empresarial, Cidades Inteligentes, Mobilidade Urbana, Redes Sociais, Nova Economia, Programa Causos da Comunicação Corporativa, Fórum do Pensamento, Relações com a Imprensa, Mídia Corporativa (Os podcasts pedem passagem), Comunicação com Empregados, Novas Mídias e Influenciadores.

A programação Completa do Congresso está no site do congresso.

FILMES

A *Cinema Urbana* – 3ª Mostra Internacional de Cinema de Arquitetura– acontecendo no @ccbbbrasilia e, a partir de 30 de agosto, online, na plataforma @innsaei.tv. A curadoria de filmes vem inspirada no tema _Aprendendo com as cidades_, como um convite generoso, partindo de Brasília, para inspirar a reflexão sobre as cidades. Na Mostra, os filmes vão apresentar os desafios enfrentados por arquitetos, urbanistas, cidadãos de vários países como China, Hong Kong, Alemanha, França, Portugal, Dinamarca e Reino Unido, para viver e transformar seus espaços.

Mostras, debates, exibições e shows ao ar livre estão na programação. Acesse em www.cinemaurbana.com e confirme sua presença: https://fb.me/e/1k4AJAbza

A 6ª Mostra de Cinema Feminista, que acontece até 3 de setembro, contém uma produção diversificada de filmes que envolvem múltiplos temas que os feminismos e o cinema podem abarcar como maternidade, paternidade, infância e adolescência, questões de gênero e raciais, violências, personagens históricas, memória, territórios, afetividades, corpos, trabalhos, lutas, entre outras temáticas. Online e gratuita, a mostra será exibida na plataforma da Cardume.tv.br através de link exclusivo.

A programação do evento também conta com debates que serão transmitidos sempre às 19h no YouTube da Cardume. São eles: “Direções Trans e Travesti em Destaque”, dia 20 de agosto; “Direções de Fotografia Negras”, dia 28 de agosto; “Direções Indígenas”, dia 31 de agosto; e “Imagens de si”, dia 1º de setembro. Cada filme ficará disponível para o público por três dias. A programação completa e o link para acessar os filmes está no Linktree na bio do Instagram da @coletivamalva.

Entre a gama de filmes nacionais que serão apresentados, destacam-se os curtas-metragens Sem Asas, Alfazema, , Rosário, Mãe não chora, Baile, Como ficamos da mesma altura, Rebu, Uma noite sem lua, Perifericu, Angela, Carne. Entre os longas-metragens brasileiros estão A mulher da luz própria, Imo, Torre das Donzelas, Yãmiyhex: as mulheres-espírito. Já entre as produções internacionais e em coprodução brasileira chamam a atenção os filmes Entre nós, um segredo, Hoje e não amanhã; Longe de nós, Faça seu próprio filme pornô, e Ari e eu.site HTTPS://COLETIVOZANZA.COM/NOS/.A Mostra de Cinema Feminista se propõe a ser um espaço de fruição e fomento ao audiovisual realizado por mulheres cis e trans, pessoas não binárias e homens trans, culminando, também, em espaço de debate e construção de pautas feministas em voga ressaltadas pelos próprios filmes em cartaz. Exibição dos filmes: plataforma da Cardume.tv.br, por link exclusivo. Exibição dos debates: YouTube da Cardume. Todas as informações estão no Instagram @coletivamalva. Plataforma de exibição: Cardume Curtas.  https://coletivozanza.com/nos/

 

A 10ª Mostra Ecofalante de Cinemaaté 14 de setembro, evento ocorre de forma online, gratuita e acessível para todo o Brasil em www.ecofalante.org.br. Os filmes são disponibilizados no site do evento [www.ecofalante.org.br] e também nas plataformas parceiras Belas Artes à La Carte e Spcine Play.O Panorama Internacional Contemporâneo reúne produções inéditas e com carreira em festivais como Berlim, Sundance, Roterdã, Locarno, IDFA-Amsterdã. Competição Latino-Americana é disputada por 30 títulos, representando sete países da região.

A programação é organizada nas seções Panorama Internacional Contemporâneo, Competição Latino-Americana, Programa Especial – Territórios Urbanos: Segregação, Violência  e Resistência, Especial Energia Nuclear – 35 Anos de Chernobyl, 10 Anos de Fukushima, e Concurso Curta Ecofalante.

49ª Festival de Gramado termina amanhã: os filmes serão exibidos pela internet e pela televisão, via Canal Brasil para assinantes, no Globoplay e aberto na TVE para moradores do Rio Grande do Sul. Serão 11 longasexibidos na mostra principal, sendo sete nacionais e quatro de outros países sul-americanos. A programação está no site do festival (www.festivaldegramado.net). Os curtas são representados por 14 produções brasileiras. Entre os destaques nacionais estão Jesus Kid, do diretor paranaense Aly Muritiba; A suspeita (inédito), de Pedro Peregrino, protagonizado e produzido por Gloria Pires; Carro rei, da pernambucana Renata Pinheiro, com Matheus Nachtergale; e Homem onça (inédito),estrelado por Chico Diaz, com o carioca Vinicius Reis à frente. Completam a lista brasileira : O novelo, de Claudia Pinheiro; A primeira morte de Joana, de Cristiane Oliveira; Álbum de família(inédito), de Daniel Belmonte. Os estrangeiros que concorrem ao Kikito são Gran Avenida (Chile), de Moises SepulvedaLa teoria de los vidrios rotos (Uruguai, Brasil e Argentina), de Diego Fernández Pujol; Planta permanente (Argentina e Uruguai), de Exequiel Radusky, e Pseudo (Bolívia), de Gory Patiño e Luis Reneo. Para este ano, o Festival de Gramado criou ainda duas novas mostras dedicadas a produções gaúchas, uma de longas e outra de curtas, com três e 24 filmes, respectivamente.

Na TV, pelo Canal Brasil, os espectadores podem acompanhar, a partir das 21h30, os longas-metragens brasileiros, estrangeiros e gaúchos, além dos curtas-metragens brasileiros e do filme de encerramento. No Rio Grande do Sul, a TVE exibirá os curtas-metragens gaúchos de 16 a 19 de agosto, com sessões sempre a partir das 22h30. Os filmes serão divididos em quatro programas.

A Cerimônia de Premiação, que será ao vivo direto do Palácio dos Festivais, também poderá ser acompanhada pela TV e pela internet amanhã. Às 16h, acontece a entrega dos troféus do Prêmio Assembleia Legislativa – Mostra Gaúcha de Curtas, com transmissão da TVE-RS, e às 21h30, com transmissão do Canal Brasil, será a tradicional cerimônia de premiação do Festival de Cinema de Gramado com a entrega dos Kikitos.

Confira a programação completa aqui:

MOSTRA GAÚCHA DE 23 CURTAS-METRAGENS disponibilizados no GLOBOPLAY:

20/8 –HOJEMOSTRA DE CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

A Beleza de Rose (CE),de Natal Portela / 19’59”; A Fome de Lázaro (PB),de Diego Benevides / 17’01”; Animais na Pista (PB),de Otto Cabral / 10’13”; Aonde vão os Pés (PR),de Débora Zanatta / 14’08”; Da Janela Vejo o Mundo (PR),de Ana Catarina Lugarini / 16’10”; Desvirtude (RS),de Gautier Lee / 14’50”; Entre Nós e o Mundo (SP),de Fabio Rodrigo / 17’19”; Eu não sou um robô (RS),de Gabriela Lamas / 16’34”; Fotos Privadas (RJ),de Marcelo Grabowsky / 20’00”;
Memória de Quem (Não) Fui (RJ),de Thiago Kistenmacker / 15’01”; O que Há em Ti (SP),de Carlos Adriano / 16’54”; Per Capita (PE),de Lia Leticia / 15’04”; Quanto Pesa (MA),de Breno Nina / 19’59”;Stone Heart (AM),de Humberto Rodrigues / 08’52” Os 14 curtas serão disponibilizados no Globoplay.

Streaming MOSTRA DE LONGAS-METRAGENS GAÚCHOS

A Colmeia (Porto Alegre)de Gilson Vargas / 100’44”; Cavalo de Santo (Porto Alegre),deMirian Fichtner e Carlos Caramez / 70’48”; Extermínio (Cachoeira do Sul),de Mirela Kruel / 72’42” . Os longas serão disponibilizados no Globoplay.

Streaming – Mostra Gaúcha de Curtas-Metragens

Programa 1:Jardim das Horas, de Matheus Piccoli / 19’01”; Cacicus, de Bruno Cabral e Gabriela Dullius / 14’11”;Era uma vez… uma princesa, de Lisiane Cohen 13’13”; Depois da meia noite, de Mirela Kruel 12’20”. Programa 2: Um dia de primavera, de Lisi Kieling / 12’03”; Nave Mãe, de Gisa Galaverna e Wagner Costa 15’05”; Rota, de Mariani Ferreira / 06’03”; ; Tormenta, de Emiliano Cunha e Vado Vergara / 07’11”; Não sou eu, de Theo Tajes / 03’19”; Comboio pra Lua, de Rebeca Francoff / 14’01”;
, de Thais Fernandes / 03’01”; Tom, de Felippe Steffens / 07’06”.Programa 3: Solilóquio, de Marcelo Stifelman / 04’18”. Nilson filho do campeão, de Diego Tafarel / 16’19”; ; Eu não sou um robô, de Gabriela Lamas / 16’34”; Desvirtude, de Gautier Lee / 14’50”; Noite Macabra, de Felipe Iesbick / 19’59”.Programa 4- Love do amor, de Fabrício Koltermann / 08’45”; Isso me faz pensar, de Hopi Chapman / 24’53”; Brecha, de Helena Thofehrn Lessa / 06’49”; Rufus, de Eduardo Citton / 14’44”; Hora Feliz, de Alex Sernambi / 05’15”; Trem do tempo, de Vitor Rezende Mendonça / 02’17”Divididos em 4 programas, de acordo com as classificações indicativas dos filmes. Os 23 curtas serão disponibilizados no Globoplay.

17H DEBATE DOS FILMES CONCORRENTES NA MOSTRA GAÚCHA DE CURTAS-METRAGENS – Como assistir:Transmitidos pelo site do Festival de Cinema de Gramado e pela TVE-RS, na TV e no Site.

21h30 – Filme de encerramento:Fourth Grade, de Marcelo Galvão / 80′. Como assistir -única exibição pelo Canal Brasil

AMANHÃ – StreamingMOSTRA DE CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS

A Beleza de Rose (CE),de Natal Portela / 19’59”; A Fome de Lázaro (PB),de Diego Benevides / 17’01”; Animais na Pista (PB),de Otto Cabral / 10’13”; Aonde vão os Pés (PR),de Débora Zanatta / 14’08”; Da Janela Vejo o Mundo (PR),de Ana Catarina Lugarini / 16’10”; Desvirtude (RS),de Gautier Lee / 14’50”; Entre Nós e o Mundo (SP),de Fabio Rodrigo / 17’19”; Eu não sou um robô (RS),de Gabriela Lamas / 16’34”; Fotos Privadas (RJ),de Marcelo Grabowsky / 20’00”;
Memória de Quem (Não) Fui (RJ),de Thiago Kistenmacker / 15’01”; O que Há em Ti (SP),de Carlos Adriano / 16’54”; Per Capita (PE),de Lia Leticia / 15’04”; Quanto Pesa (MA),de Breno Nina / 19’59”; Stone Heart (AM),de Humberto Rodrigues / 08’52”. Como assistir:os 14 curtas serão disponibilizados no Globoplay.

Streaming MOSTRA DE LONGAS-METRAGENS GAÚCHOS

A Colmeia (Porto Alegre)de Gilson Vargas / 100’44”; Cavalo de Santo (Porto Alegre),deMirian Fichtner e Carlos Caramez / 70’48”; Extermínio (Cachoeira do Sul),de Mirela Kruel / 72’42”, Como assistir: os longas serão disponibilizados no Globoplay.

Streaming – Mostra gaúcha de curtas-metragens

Programa 1: Jardim das Horas, de Matheus Piccoli / 19’01”; Cacicus, de Bruno Cabral e Gabriela Dullius / 14’11”;Era uma vez… uma princesa, de Lisiane Cohen 13’13”; Depois da meia noite, de Mirela Kruel 12’20”. Programa 2: Um dia de primavera, de Lisi Kieling / 12’03”;Nave Mãe, de Gisa Galaverna e Wagner Costa 15’05”;  Rota, de Mariani Ferreira / 06’03”; Tormenta, de Emiliano Cunha e Vado Vergara / 07’11”; Não sou eu, de Theo Tajes / 03’19”; Comboio pra Lua, de Rebeca Francoff / 14’01”; , de Thais Fernandes / 03’01”;Tom, de Felippe Steffens / 07’06”. Programa 3: Solilóquio, de Marcelo Stifelman / 04’18”; Nilson filho do campeão, de Diego Tafarel / 16’19”; Eu não sou um robô, de Gabriela Lamas / 16’34”; Desvirtude, de Gautier Lee / 14’50”; Noite Macabra, de Felipe Iesbick / 19’59”.Programa 4:Love do amor, de Fabrício Koltermann / 08’45”; Isso me faz pensar, de Hopi Chapman / 24’53”; Brecha, de Helena Thofehrn Lessa / 06’49”; Rufus, de Eduardo Citton / 14’44”; Hora Feliz, de Alex Sernambi / 05’15”;
Trem do tempo, de Vitor Rezende Mendonça / 02’17”. Como assistir: divididos em 4 programas, de acordo com as classificações indicativas dos filmes. Os 23 curtas serão disponibilizados no Globoplay.

16h – Cerimônia de premiação

Entrega de prêmios | Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Gaúchos.

Como assistir: nos canais digitais do Festival de Cinema de Gramado (YouTube e Site) na TVE-RS, pela TV e pelo site, e na TV Assembleia. 21h30 – Cerimônia de Premiação- Entrega de prêmios |Mostras competitivas de Curtas-Metragens Brasileiros e Longas-Metragens Brasileiros, Estrangeiros e Gaúchos. Transmitida ao vivo nos canais digitais do Festival de Cinema de Gramado (YouTube e Site),pelo Canal Brasil, na TV e no YouTube, e pela TVE-RS, na TV, Site.

 

Festival Internacional de Curta-metragens de São Paulo – teve início ontem . “Céu de agosto curta da cineasta brasileira Jasmin Tenucci ganhou menção especial do júri do Festival de Cannes e poderá ser visto nesse festival acima. Em agosto de 2019, os dias viraram noite com o  céu de São Paulo com fumaça e nuvens cinzentas, resultado de uma combinação entre queimadas do Norte e no Centro-Oeste e movimentos de massas de ar, pintando o céu de forma apocalíptica. A cineasta reproduziu esse cenário e sentimento angustiantes no curta-metragem. Filmado em 2020 (jan/fev, antes da pandemia) conta a história de Lúcia (atriz potiguar Badu Moraes), um enfermeira que vive a ansiedade da chegada do primeiro filho em meio ao cenário caótico que se desenha. Mãe solteira, ela começa a frequentar uma igreja evangélica, atraída por uma fiel e elo senso de comunidade do espaço religioso. Ver programação no site.

De hoje a 16 de setembro – 16ª edição da Mostra Mundo Árabe de Cinema– com SETE FILMES INÉDITOS PARA O BRASIL . O evento – já tradicional no calendário cultural de São Paulo – ocorre virtualmente neste ano. Os filme serão transmitidos pelo site oficial da mostra (ver programação)e pela plataforma Sesc Digital. Haverá também painéis, reunindo diretores e especialistas para debater as produções. O evento traz neste ano sete filmes inéditos no Brasil: Caos – Áustria, Síria, Líbano, Qatar / 2018, aclamado documentário de Sarah Fattahi sobre três mulheres sírias deslocadas devido à cruenta guerra civil que assola o país desde 2011; Chave de Fenda – Palestina, Qatar e Eua/ 2018 – Thriller psicológico de Bassam Jarbawi sobre a reintegração de palestinos à sociedade após suas detenções em prisões israelenses; Os Espantalhos – Tunísia, Marrocos, Luxemburgo / 2019 – mais uma produção sobre a reabilitação social de prisioneiros. Nouri Bouzid conta a história de mulheres detidas na Tunísia; Nós somos de lá /Líbano, França/ 2020 – documentário de Wissam Tanios sobre dois irmãos fugindo da guerra na Síria. Vão para a Alemanha e a Suécia, onde eles começam do zero; Bagdá Vive em Mim/ Suiça, Alemanha. Reino Unido/ 2019 – Longa  de ficção de Samir Jamaleddine sobre a integração de migrantes iraquianos em Londres e seu contato com os valores sociais locais; A 200 metros/ Palestina, Jordânia, Qatar, Suécia, Itália/ 2020 – Filme de Ameen Nayfeh sobre a luta de um pai desesperado para cruzar o muro que divide a Cisjordânoia e Israel – apenas 200 metros; In Memoriam / Brasil, Argentina, Síria/ 2021 – Curta de Otávio Cury de tom auto-biográfico sobre a busca de um descendente de sírios por suas raízes na terra de antepassados.


Para assistir nos dias frios: NETFLIX

Império dos Sentidos (Nagisa Oshima, 1976)- uma relação carnal interminável, cada vez mais profunda, na busca louca do êxtase entre um misterioso casal dos anos 30 no Japão. A polêmica: devoção sexual; Eu Vos Saúdo, Maria(Jean-Luc Goddard, 1985)- neste clássico do cinema francês, religião e ciência se misturam num sexy e existencialista filme. A polêmica: ciência, religião e erotismo; Parceiros da Noite (William Friedkin, 1981) – Al Pacino se infiltra nos clubes de sadomasoquismo de Nova York para desvendar um caso de assassinato em sério de homossexuais;  Sexo, Mentiras e Videotape (Steven Soderbergh, 1989)  – um advogado bem-sucedido tem um caso cheio de prazeres com sua cunhada. Chantagem, adultério e sensualidade permeiam o este filme independente e de baixo orçamento; Má Educação (Pedro Almodóvar – 2004)- dois meninos conhecem o amor, o cinema e o medo num colégio religioso no início dos anos 60. O padre Manolo é testemunha e parte dos descobrimentos. Anos depois, os três personagens se encontram, o que marcará a vida e a morte de algum deles. A polêmica: pedofilia; De Olhos Bem Fechados (Stanley Kubrick, 1999) quando o casamento de Bill e Alice começa a ir por água abaixo, os dois partem para uma nova jornada de perigosas descobertas sexuais;Animais Noturnos (Tom Ford, 2016)- Susan Morrow  (Amy Adams)é uma negociante de arte de Los Angeles que vive uma vida privilegiada, mas incompleta, ao lado de seu marido Hutton Morrow. Em um final de semana, após Hutton partir em uma de suas frequentes viagens de negócios, Susan recebe um pacote inesperado: um livro escrito por seu ex-marido, Edward Sheffield, e dedicado a ela. Uma publicação violenta e desoladora; Prenda-me se for Capaz (Steven Spielberg, 2002)- Frank Abagnale Jr. já foi médico, advogado e co-piloto, tudo isso com apenas 18 anos. Mestre na arte do disfarce, ele aproveita suas habilidades para viver a vida como quer e praticar golpes milionários, que fazem com que se torne o ladrão de banco mais bem-sucedido da história dos Estados Unidos com apenas 17 anos. Mas em seu encalço está o agente do FBI Carl Hanratty, que usa todos os meios que tem ao seu dispor para encontrá-lo e capturá-lo; Trapaça (David O. Russell, 2014) Irving é um grande trapaceiro, que trabalha junto da sócia e amante Sydney (Amy Adams). Os dois são forçados a colaborar com um agente do FBI, infiltrando o perigoso e sedutor mundo da máfia. Ao mesmo tempo, o trio se envolve na política do país, através de um candidato. Os planos parecem dar certo, até a esposa de Irving aparecer e mudar as regras do jogo; Retratos de Família(Phil Morrison, 2005)- a cosmopolita negociadora de obras de arte Madeleine se apaixona por George e eles se casam sem que a noiva sequer conheça a família do amado. Quando surge uma oportunidade de viajar até a terra natal do marido, ela junta mala e cuia e desembarca na casa dos pais dele. São pessoas excêntricas, com costumes de cidade pequena e que ficam à beira de um escândalo com a chegada da forasteira. A família é comandada pela matriarca Peg, que parece ter colocado um voto de silêncio no marido Eugene, que sempre fica isolado e sem falar muito. A mais receptiva é Ashley (Amy Adams), mulher do irmão mais novo de George. A moça, hospitaleira e amável, está prestes a dar à luz e parece ser a mais interessada na presença e companhia dos recém-chegados. A polêmica: adultério e sexo anal;

Globoplay:  Amigas de sortefilme que estreia amanhã no canal. É a história de Nelite (Susana Vieira), Nina (Arlete Sales) e Rita  (Rosi Campos), amigas de infância que ganham na loteria e partem em uma viagem cheia de aventuras. A direção é de Homero Olivetto.

SÉRIES

Netflix

 The chair(A cadeira): a série estreia hoje. Nesta comédia, Sandra Oh é Ji-Yoon Kim, primeira diretora mulher não branca do departamento de Literatura de uma grande universidade. Ela encara o desafio de comandar uma área m crise com a amiga Joan Hambling (Holland Taylor), uma ríspida professora, e o colega Bill Dobson (Jay Duplass).

Hit&Run (Bater e correr): a série já recomendada aqui, foi lançada há menos de três semanas e já em primeiro lugar no ranking das mais vistas em 124 países (dados do Flixpatrol). Esse sucesso, em parte, se deve a Fauda, trama que os criadores lançaram de Hit&Run na TV israelense e que conquistou público pelo mundo, inclusive no Brasil. A série se passa entre Tel Aviv e Nova York e Lior Raz (Segev Azulai) é o protagonista, casado com uma bailarina e pai de uma pré-adolescente de uma união anterior.Ela é atropelada e morta e ele descobre que a mulher não era bailarina nem iria para Nova York para fazer um teste. Começa então a investigação.

Prime Video Nove desconhecidos: um retiro de dez dias pode mudar a vida de alguém para sempre? É o que um grupo de estranhos está prestes a descobrir no suspense que estreia hoje. Buscando cura, transformação e fugado estresse do dia a dia, os abastados viajantes se hospedam no Tranquillum House, um remoto spa de luxo, sob os cuidados da diretora Masha (Nicole Kidman). Em meio às regalias da viagem, eles se veem engendrados em situações inesperadas e numa trama de suspense. O elenco tem um time de estrelas como Melissa McCarthy, Luke Evans, Tiffany Boone, Bobby Cannavale, Michael Shannon, Regina Hall e Samara Weaving. A obra é inspirada no livro homônimo de Liana Moriarty, a mesma escritora do best-seller Pequenas grande mentiras que também serviu de base para  Little big lies. Nicole Kidman assina a produção executiva junto com Liane e David E.Kelly (ele esteve por trás do sucesso de Little big lies).

Globoplay

Coyote: depois de 32 anos como agente de imigração na divisa entre México e EUA, Bem Clemens (Michael Chiklis) se torna um aposentado que ajuda pessoas a atravessarem a fronteira, a começar por uma jovem grávida em perigo.

É ouro! – O brilho do Brasil em Tóquio – o canal está lançando. As velejadoras brasileiras Kahena Kunze e Martine Grael, bicampeães olímpicas em Tóquio, são protagonistas de um dos episódios da série. Um episódio extra vai contar a trajetória de Rayssa Leal, que levou prata no skate.

Starzplay Heels (Salto): numa pequena cidade do estado da Geórgia, nos EUA, os irmãos Jack (Stephen Amell, de “Arrow”) e Ace (Alexander Ludwig, de “Vikings”) disputam, no mundo da luta livre profissional, o legado do pai que morreu. Com um episódio por semana, a série mostra os dramas emocionais da família no ringue e fora dele.

HBO MaxHard(Difícil): a série brasileira estrelada por Natália Lage e Carolina Ferraz ganha episódios finais. A história segue a vida de uma dona de casa (Natália) que assume os negócios de uma produtora de filmes pornográficos do marido depois que ele morre repentinamente.

Apple TvMr. Corman: a série tem um pouco de melancolia e doses econômicas de humor. Joseph Gordon-Levitt criou, produziu, escreveu, dirigiu e estrela esse enredo. Acompanhamos um professor de quinto anos de ensino básico numa escola do Vale de San Fernando, Califórnia. Os alunos do professor são bem mais jovens. A turma se mostra interessada pela matéria que ele propõe. Josh Corman acaba de entrar na faixa dos 30 anos e seus sonhos não se realizaram. Era músico, mas desistiu; morava com uma noiva que o deixou e, agora, divide um apartamento de estudante com um amigo de infância. Esta cheio de insatisfações e acredita que fez as escolhas erradas. Ele não tem autoestima e sofre com ataques de pânico e ansiedade. A atriz  Debra Winger faz a mãe do personagem. A série tem boa música. Vale conferir.

GNT/GloboplayO enigma da energia escura: inicialmente com cinco episódios de 25 minutos de duração é um claro desdobramento de AmarElo de Emicida. O compositor tenta desvendar galáxias de assuntos. A série é comandada por ele no cenário de uma cabine no espaço sideral, a série embarca em diversas reflexões sobre as relações no Brasil, entre elementos como a economia w desigualdade racial. A série conta com três diretores negros: Day Rodrigues, Emílio Domingos e Mariana Luiza. A produção é do irmão do rapper, Evandro Fióti. “No Enigma a gente a oportunidade de se aprofundar em assuntos e embasados com as falas de especialistas. É fantástico a gente poder tratar especificamente da filósofa Lelia Gonzales e da sua pesquisa linguísticaem um episódio completo. Ou fazer uma imersão das composições dos blocos afro da Bahia nos anos 70 e 80.

Amazon Prime VideoModern Love: a segunda temporada acaba de chegar. São histórias independentes, de amor, de meia hora, adaptadas da coluna homônima do The New York Times que virou livro e, mais tarde, ganhou uma versão em podcast. São oito histórias independentes que têm em comum o amor romântico. Todas lindas. O tema é universal, mas com comportamentos contemporâneos com internet, celulares e pandemia. Tudo narrado com delicadeza e com elencos talentosos.  No primeiro capítulo, On a serpentine road, with the top down (“numa estrada que serpenteia/ cheia de curvas, com a capota abaixada”), estrelado por Minnie Driver (já foi indicada a Oscar), ela interpreta uma médica, casada pela segunda vez. Sua filha mais velha, que está na universidade, é de seu primeiro marido (Tom Burke), de quem ficou viúva. Casou de novo, e teve outra menina, ainda pequena.  Não consegue se desfazer de um carro antigo, paixão do primeiro marido de que sente muitas saudades. Modern Love é aclamado pela crítica e pelo público.

Programação da FLIM 2021 Online : 27 a 29 de agosto

Sexta-feira – 27/08/2021

19h20 – Abertura (Vídeo);19h30Enredos e sambas: A cadeia produtiva do Carnaval (Live): Bate-papo com músicos e estudiosos da folia carnavalesca sobre as relações entre a festa e a economia do interior fluminense. Mediação: Rafael Barbosa; 20h30Saudades D´Ocê (Vídeo): Performance teatral do Grupo Harmonia.

Sábado 28/08/2021

10h Na pandemia, o Carnaval vira dever de casa (Vídeos): apresentações das escolas de ensino infantil e fundamental; Memória das Marchinhas – Escola Agulha dos Leais; Carnaval do Sossego – Escola Prof. América de Freitas; Bloco do Cemad – Escola Cemad; Baile à Fantasia – Ciep Graciano Cariello Filho; Bloco Unidos de Triunfo – Esc. Corrégio de Castro e Creche Prof. InahJacy; Baile de Máscaras – Creche Prof. Luiz AntonioR.Carvalho; Festa em Manoel de Moraes – Creche M. de Moraes e Esc. Hélio deS. Martins; Folia em Barra Linda – Escola Gentil Carolina e Escola Vereador Vilmar Cascabulho; De Outros Carnavais – Escola Geraldo Lima Garcia; Bloco Unidos do Osório – Escola Osório Bersot; Carnaval no Brinco – Escola Sebastião Borges Barreto

10hEm tudo que vejo… Arte! (Vídeo): Exposição de Altair Reigoto Boechat: figuras em areia e tinta sobre telha; 10h – Você escreveu o livro. E agora? (Live) – Bate-papo sobre publicação de livros, com dicas para autores. Participação: Valeria Martins, agente literária e Amanda Lobosco, editora.Mediação: Rick da Cunha; 10h – Zuzu Angel: A estilista que enfrentou a opressão (Vídeo) – palestra de David Massena, com lançamento de seu livro “Zuzu, uma fábula cordelizada; 10h – Contos Grisalhos (Vídeo) – lançamento do livro de Catherine Beltrã; 10h – Clube de Poesias (Vídeo) – documentário sobre a professora que através da poesia estimulou e recuperou alunos. Direção de Tania Malheiro; 11h – As mulheres da Casa da Bouça da roupa estendida (Vídeo) – lançamento do livro de Adela Figueroa Panisse (Galícia, Espanha; 14h – Desigualdade na escola. Como superar? (Live) – debate com as educadoras Selma Nardacci, Cecília Pinheiro e Marcia Lobosco, e a cantora e jornalista Tania Malheiros. Mediação: Marcia Lobosco; 16h – Livros à solta: O papel inovador das bibliotecas comunitárias (Live) – bate-papo sobre a crescente importância das bibliotecas comunitárias que se espalham pelo país. Participantes: Janete Borges, da BomBomler (Belém do Pará); Jonas Banhos, da Barca das Letras (Brasília – DF) eVerônica Marcílio, da Favelivro(Rio de Janeiro – RJ). Mediação:Marisa Maia de Mello (Bom Jardim – RJ; 17h – Pandemias, carnavais e outros enredos (Live) – bate-papo com o escritor Ruy Castro, autor do livro “Metrópole à Beira-Mar”, sobre a cultura do Rio de Janeiro nos anos 1920 – uma década que também começou com pandemia. Participação: SilviaSouza. Apresentação: Eurídice Hespanho; 20h – Sarau: Da minha janela (Live) – encontro com os autores de antologia em verso e prosa sobre o sentimento de ver o mundo a partir de nossas janelas. Apresentação: Rick da Cunha;

Domingo 29/08/2021

10hBiblioterapia: A leitura como apoio psicológico (Live) – a psicóloga biblioterapeuta Cris Seixas fala dos benefícios da leitura para o tratamento de problemas emocionais. Apresentação: Eurídice Hespanhol; 10h – Madalena Surpreendente (Vídeo) – exposição de fotos e estórias de Santa Maria Madalena. Participação: Nestor Lopes, Robson Nunes, Romildo Guerrante e Marcos Bechar; 10h – Ensino “empacotado”: Um problema da educação em Angola (Vídeo) – palestra do pedagogo Constantino Sakawa, de Benguela (Angola); 10h – A Revolução da Longevidade (Vídeo) – lançamento do livro de Valeria Martins sobre a sabedoria necessária para vivermos com prazer a vida cada vez mais longa que nos aguarda;10h – Abelhas.com (Vídeo) – lançamento do livro de Bia Fernandes sobre o fascinante mundo das abelhas e sua importância para a vida na Terra; 10h – Juntas & Diversas: Crônicas (Vídeo)-lançamento da antologia de crônicas e bate-papo com as autoras sobre a vivência da pandemia pelo viés feminino; 11h – Histórias do Meio do Mundo (Vídeo) – a escritora e bordadeira Julianne Veiga, de Goiás, lança volume de contos calcado no universo das mulheres de sua terra; 14h – Autoritarismo e conteudismo na educação: O que precisamos saber (Live)palestra do educador Marcelo Freixo Lima sobre a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o papel de pais e professores na superação das velhas práticas de ensino. Apresentação: Joselito Chagas, coordenador da Secretaria Estadual de Educação na Região Serrana; 15h – Paixão pela Palavra (Vídeo) – documentário sobre o poeta brasileiro Manoel de Barros. Direção de Claudio Savaget; 17h – Da Cor ao Preto & Branco (Vídeo) – craques da fotografia discutem e mostram suas opções pela cor ou o preto & branco. Participação: Lena Trindade, Rogerio Reis, Marco Antonio Cavalcanti, Simone Marinho, AndréArruda, Romildo Guerrante  e Marcus Veras. Dir.: Marcus Veras; 19h – Estação Poesia (Vídeo) – sarau da Casa da Cultura de Santa Maria Madalena; 20h – Show (Vídeo) – apresentação da banda Flor de Aruanda: uma síntese de MPB, rock e soul music, com Renata Lira (voz), Alexandre Lira (baixo), Marcos Azevedo (bateria) e Marvin Foster (guitarra); 21h – Encerramento (Vídeo). Programação no site.

LIVROS

O Porão: os golpes contra a democracia brasileira pela classe jurídica. Romance de estreia de Luisa Berthold escancara os bastidores da

Faculdade de Direito da USP, sob a égide da literatura, do feminismo e da política.A história política do Brasil é pontuada – e liderada, obstruída e dobrada – por juristas filhos da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. O Porão retrata a atmosfera labiríntica e caduca do poderio da Velha Academia e revela como os jovens “franciscanos”, futuros membros prometidos da elite brasileira, vacilam entre o idealismo e a embriaguez corrupta da política, entre a sedução da tradição e a distorção cínica da língua para o teatro do direito. Luiza Berthoud começou sua vida acadêmica na Faculdade de Direito da USP. Mas em 2010, decepcionada com o que não encontrou – “nem a grande habilidade oratória e nem a de governar” – deu uma guinada em seus projetos e mudou-se para a Califórnia. Formada com bacharelado e mestrado em História da Arte (San Francisco State University e University of California), retomou a escrita. Também foi nesse período que começou a gestação de O Porão.

 

Portraits 1970-1980 (barléu edições Ltda)– livro com fotos de Thereza Eugênia com a maioria dos artistas das décadas de 1970 e 1980 como Gal, Chico, Gil, Caetano, Bethânia, Roberto, Erasmo (com Narinha) e Wanderléa em maravilhosas fotos com apresentação do imortal Antônio Cícero, irmão de Marina Lima, também clicada. As fotos, incluem, entre outros, Alcione, Angela Ro Ro, Clara Nunes, Clementina de Jesus, Elza Soares, Fafá de Belém, Joanna, Jorge Mautner, Maysa, Nana Caymmi, Ney Matogrosso, Raul Seixas, Rita Lee, Roberto Carlos, Guilherme Araújo, Rosinha de Valença, Simone, Thereza Tinoco, Zezé Motta, Zizi e Luisa Possi, um auto retrato de Thereza, Guilherme Araújo, Nelsinho Motta, Marina Lima, Elba Ramalho, Lulu Santos, Scarlet Moon, Dona Canô, Ferreira Gular, Waly Salomão, Sonia Braga, Eduardo Conde,  Gonzagão e Gonzaguinha, Emílio Santiago e muitos outros.

 

Homo poeticus (Âyiné, R$ 99,90): obra do iugoslavo Danilo Kis, elogiado por Philip Roth e Susan Sontag. É um autor fascinante e poderoso e no seu livro que acaba de sair no Brasil tem ensaios e entrevistas do autor sobre literatura, política e, em especial, o conflito entre elas. Mias conhecido por ficções como Um túmulo para Boris Davidóvitch e A Enciclopédia dos Mortos, Kis chegou aqui nos anos 1980 em traduções do inglês e francês e, agora, podemos lê-lo diretamente do servo-croata nessa produção não ficcional.

 

A espetacular vida de Stan Lee (Agir, R$79,90) – a biografia da lenda dos quadrinhos da Marvel, criador de heróis como Homem Aranha, Homem de Ferro, os X-Men e outros, é contada por Fingeroth que trabalhou com o artista (morto em 2018) por quase 20 anos. A partir desse ponto de vista privilegiado, ele narra a transformação do garoto pobre em lenda e todas as polêmicas em torno dele, como o fato de ganhar crédito pelo trabalho alheio.

 

Livro das mil e uma noites – Volume 5 (Biblioteca Azul, R$79,90) – o novo volume da premiada tradução de JArouche para as histórias prodigiosas de Sherazade reúnem os contos do ramo egípcio, ainda inéditos em português. Eles apresentam a saga do sultão Umar Annuman podem ser lidos como uma única narrativa. As aventuras fabulosas que atravessaram séculos ecoaram em clássicos da literatura universal como Dom Quixote e Gulliver.

A ciranda das mulheres sábias (Rocco)- a psicanalista e poetisa Clarissa Pinkola Estés reverencia a maturidade feminina e faz uma comovente e profunda homenagem àquelas mulheres que souberam acumular sabedoria ao longo de suas existências. O livro tem uma linguagem metafórica, que se assemelha às antigas histórias contadas de mães para filhas. Seduzida por uma linguagem terna, emocionante e poderosa, a autora apresenta os encantos deste ‘arquétipo misterioso e irresistível da mulher sábia, do qual a avó é uma representação simbólica’ ‘. O aspecto mais sedutor do livro reside, justamente, na representação simbólica contida nas avós de suas tradições familiares, descrevendo de forma magnífica a chegada à América das ancestrais que passaram a fazer parte de sua vida familiar, aquelas ‘quatro velhas refugiadas que saltaram de enormes trens pretos para o nevoeiro noturno na plataforma onde nós as aguardávamos com grande expectativa’. Ao final, as nove preces de gratidão por todas as idosas do mundo.

 

Carta de achamento do Brasil, de Pero Vaz de Caminha ( Editora da Unicamp, 2021) Sheila Hue, pesquisadora e professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro é responsável pela edição comentada aqui. Ela acredita que ler e interpretar a carta de Caminha, num contexto de pandemia e desgoverno, pode ser também um exercício de cidadania. As vozes silenciadas, a busca do ouro, a ameaça aos povos indígenas, a questão da posse do território e a violência colonial são questões agudas em nossa contemporaneidade, e espelham o garimpo ilegal do ouro, a contaminação dos rios amazônicos com mercúrio, os constantes ataques a povoações indígenas, as políticas de destruição. A leitura da carta hoje pode aguçar a escuta para vozes indígenas, como a de Alessandra Korap, Joenia Wapichana, Sonia Guajajara, Denilson BAniwa, Ailton Krenak, Davi Kopenawa, e ampliar o debate público sobre o nosso futuro coletivo.

 

Reino transcendente (Rocco, R$64,90) – a escritora nascida em Gana,Yaa Gyasi, hoje mora nos EUA para onde seguiu com os pais, aos 2 anos, que foram lecionar francês na Universidade de  Hunstville, no Alabama. Aos 32, vasculha um universo mais reservado sobre os traumas geracionais que herdamos de nossas famílias (que explorou em O caminho de casa, seu best-seller), mas não menos potente, em seu segundo livro com a história de Gifty, uma cientista ganesa-americana, Ela cresceu em reduto pentecostal, tal qual sua criadora, e que precisa enfrentar a companhia de uma mãe depressiva e machucada pela morte do irmão, um ex-viciado em opioide, e os reflexos do abandono do pai. Ela foi comparada a Chimamanda Ngozi Adichie com seu livro de estreia que fala de herança e perda.

 

A fórmula preferida do professor (Estação Liberdade)– Yoko Okawa. A escritora faz parte   da nova literatura de exportação japonesa que é feminina e que tem como tônica a crítica à sociedade daquele país que vão desde o estereótipo “boa esposa, mãe sábia” até a recusa da maternidade. Okawa explora diferentes configurações familiares e a violência exercida sobre os corpos femininos. O livro trata de um velho docente de matemática, uma empregada doméstica e o pequeno filho de dez anos desta formam a trinca protagonista. O romance fez decolar a carreira internacional da japonesa Yoko Ogawa  e foi  best-seller instantâneo no Japão quando de seu lançamento em 2003, com mais de quatro milhões de exemplares vendidos. O livro fala da desconstrução do viés amedrontador e academicista da matemática, odiada por tantos estudantes, pelo olhar afetivo de quem trafega pelo universo das fórmulas e dos números com o mesmo entusiasmo de uma criança num parque de diversões. Trata-se do personagem nomeado simplesmente como Professor.

 

Encaixotando minha biblioteca (Companhia das Letras, R$44,90) – do escritor argentino Alberto Manguel. Em 2015, quando já não aguentava mais a burocracia francesa, o escritor argentino encaixotou sua biblioteca com mais de 35 mil volumes que mantinha em sua casa, com ares medievais nos arredores de Poitiers, e despachou-os para um depósito em Montreal. Havia exemplares raros como como uma Bíblia do século XIII e um volume no qual Jorge Luis Borges esboçou seu conto “A busca de Averróis”. Adolescente, Manguel acompanhava o escritor cego ao cinema e lia para ele. Manguel partiu para Nova York e, no ano seguinte, voltou para a Argentina, onde dirigiu a Biblioteca Nacional e começou a escrever uma elegia que é o livro acima e acaba de sair no Brasil.  A Prefeitura de Lisboa se ofereceu para abrigar os 35 mil livros em um Centro de Estudos da História da Leitura a ser inaugurado no próximo ano e que terá Chico Buarque e Sal Rushdie como membros do Conselho Honorário. Ele agora aprende português.

Elize Matsunaga: a mulher que esquartejou o marido (ed. Matrix, R$64)) – biografia não autorizada do jornalista Ulisses Campbell chega hoje às livrarias. “Casei com uma prostituta e meu casamento é um programa sem fim”. Era assim que o empresário Marcos Matsunaga falava sobre seu relacionamento até ser morto e esquartejado por Elize Matsunaga em 2012. Depois de finalizar a biografia de Suzane von Richthofen, condenada em 2006 pelo assassinato dos próprios pais. Para realizar a biografia, o jornalista entrevistou 83 pessoas, sendo 35 cafetinas e trabalhadoras do sexo que conheceram Elize quando ela era garota de programa ou que tiveram Marcos como cliente. Elize foi abusada pelo padrastoa aos 15 anos e expulsa pela mãe, que tomou o lado do companheiro.A violência e o desamparo vividos tão cedo estariam entre as razões que levaram Elize a cometer o crime.

Shakespeare e os Beatles: o caminho do gênio (Nova Fronteira) – o advogado carioca  José Roberto de Castro Neves, 50 anos, e também músico mostra que há mais coisas em comum entre o bardo e seus quatro conterrâneos separados por mais de 300 anos e que participaram da encenação da peça “Sonho de uma noite de verão”, façanha pouco lembrada, mas que está no YouTube.  O livro já está em pré-venda e chega às livrarias no início de setembro. Ele compara a música A Hard Days’s Night (1964) à peça Sonho de uma noite de verão; “Antônio e Cleópatra” a “Yellow submarine” (1966); “Otelo” a “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1967) e por aí vai.

 

Condessa de Barral: A paixão do imperador (Estante Virtual, R$40): Mary Del Priore. Nesse livro a autora conta que D.Pedro II manifestava sua admiração pela Condessa de Barral de todas as maneiras que podia. Frequentemente, pousava seu pé sobr eo pé dela, por baixo da mesa, durante as aulas que a condessa dava às princesas. Luísa Margarida Portugal e Barros, a Condessa de Barral, manteve durante trinta anos um relacionamento lendário com o imperador do Brasil, d. Pedro II, ocupante do trono brasileiro entre 1840 e 1889. Porém, muito mais do que uma simples amante, esta filha de um senhor de engenhos apaixonado pelas letras foi uma das figuras femininas mais originais e interessantes de seu tempo.
Na sua época, a maioria das mulheres vivia como mera sombra dos homens. Barral, no entanto, sempre deu de ombros para esta regra, e para muitas outras. Seu pai prometeu sua mão para um amigo de infância, mas ela ignorou o acordo e se casou com o homem que escolheu. Mais tarde, quando se deparou com o grande amor da sua vida, d. Pedro II, continuou a surpreender a todos.Mesmo casada, estabeleceu um relacionamento de décadas com o monarca. E valendo-se da proximidade com o imperador, mandou e desmandou, atraindo inveja e raiva. D. Pedro II se apaixonou por Barral não só pela sua personalidade. Os dois se viam como almas gêmeas, porque encaravam o amor do mesmo jeito: uma amizade com finas sintonias emocionais e intelectuais.

EVENTOS

 

Luiz Gama, uma voz pela liberdade! O Departamento Cultural da Alerj, Mandata Renata Souza e Olhos D’Água apresentam “Luiz Gama, uma voz pela liberdade” com Deo Garcez e Soraia Arnoni. A peça acontecerá na Escadaria do Palácio Tiradentes, na terça-feira (24/8), às 18 horas. Evento gratuito e ao ar livre, respeitando o distanciamento social e as medidas sanitárias contra covid-19. O uso de máscaras é obrigatório. Inscreva-se pelo link https://mailchi.mp/4190db589777/espetaculoluizgama #MandataRenataSouza#LuteComUmaPreta

 

Declama na ABI virtual : acontece hoje, às 15hs, organizado pelo associado Carlos Rocha da Comissão de Cultura. Diversos poetas e poetisas declamarão suas poesias. Quem desejar participar entre no link: https://msngr.com/twqoxwxdcmz.

 

PODCAST

 

Lucélia Santos –  o Seguir esperneando da atriz que há anos é uma batalhadora  pelo meio-ambiente. Já está no episódio 7: Alerta Vermelho para a Humanidade. Ouça em xapuri.info/podcasts.

 

25 anos – As Histórias na Globonewsno segundo episódio Maria

Beltrão fala dos bastidores das reportagens sobre a família real britânica. A primeira grande cobertura internacional do canal que nunca desliga foi a morte da princesa Diana, que está completando 24b anos em agosto. André Trigueiros, um dos convidados do podcast, conta que ficou quatro horas na bancada, a partir da notícia do acidente, dando informações em tempo real – o que, com o passar dos anos, se tornou uma das marcas da Globonews. Maria Beltrão que estava em lua de mel em Londres na época do funeral, foi convocada de última hora para trabalhar na transmissão. Atula corresponde em Londres, Rodrigo Carvalho afirma que demorou a entender o peso da família real para a estabilidade no país. E lembra sua participações  no casamento do Harry e Meghan e no funeral do príncipe Phillio, este ano. O podcast, que terá 10 episodios, discute o futuro da monarquia depois da morte da rainha Elizabeth IIm, que completou 95 anos em abril e festeja 7 décadas de reinado em 2022. Será o primeiro jubileu de Platina jamais festejado na Inglaterra. Ao longo de 10 semanas, os ouvintes conhecerão histórias inéditas como a cobertura das Torres Gêmeas, os desastres de Brumadinho e Mariana e as eleições no Brasil e EUA. Em cada epis[ódio, o podcast recebe a presença de grande nomes do jornalismo para conversas com Maria Beltrão que está na Globonews desde o lançamento do canl, em 1996. Voce pode ouvir o  podcast no G’1, Spotify, Google Podcasts ou Apple Podcasts. De graça.

 

MÚSICA

Tony Bennett e Lady Gaga  – aos 96 anos e com Alzheimer, o cantor gravou um vídeo, ao lado de Lady Gaga, cantando I Get a Kick Out of You(Você me provoca) . Ver o vídeo em https://youtu.be/iTdHQ065A_o.

Chico Chico Enquanto prepara um álbum solo, o artista – filho de Cássia Eller, morta há 20 anos – promove o EP Chico Chico ao vivo – Muito além do jardim, já lançado com cinco músicas autorais ggravadas no show apresentado pelo cantor em fevereiro no festival Siacalme, realizado na zona portuária do Rio. Um outro EP de Chico Chico está previsto para ser lançado em setembro, também gravado nesse festival carioca. Esse outro EP é dividido por Chico Chico com Fran, com quem o cantor lançou o disco Onde? (2020) em dezembro do ano passado. Nas plataformas digitais.

Alulu – a cantora de 21 anos fez sua live pré-gravada no YouTube, recentemente com 19 minutos, e suas músicas passeiam da Tropicália aos nomes mais recentes da MPB. Ela já chamou a atenção de expoentes de diferentes gerações como Caetano Veloso e Céu. Além do passeio pelas diferentes referencias sonoras, Alulu também incorpora temas como a natureza, feminismo e cultura popular brasileira nas suas composições.

Maria Maud – a cantora, aos 20 anos, lança seu primeiro “single”, Sempre Chega, hoje. Ela compõe desde os oito anos e, segundo ela, este é o momento mais importante de sua vida. Filha da atriz Cláudia Abreu e do cineasta José Henrique Fonseca, a moça também toca piano e violão.

Gabigol rapper? – coloque na sua agenda: jogador de futebol camisa 9 do Flamengo tem gerado especulações em outra área: a musical. Ele postou essa semana em seus perfis nas redes sociais uma foto em estúdio na Papatunes Records – selo criado pelo DJ e produtor musical Papatinho, figura de destaque no rap nacional. Na legenda da foto, versos rimados que parecem trechos de uma futura faixa: “Tudo o que eu faço, claro que é foda/ Por isso que os bico se incomoda”. Ele vem deixando pista do novo projeto e, no Instagram, Gabi publicou um vídeo curto no qual se intitulou “LilGabi”. Ele aparece dirigindo um carro na chuva e a música de fundo diz: “aê Papato, quando eu tô loiro, esquece. Não sai do meu lado nem por nada [..]. se pergunta quanto eu ganho, eu falo sei lá”A ver.

SHOWS/LIVES

HOJE

19 hsPaula da Paz (Um Canto para Yabás) –  YouTube

19hsNoitada Live com DJ Marcio FernandesYouTube

19hs Samba de Roda Nega Duda –  YouTube

20hs (presencial)– Adriana Calcanhoto, Voz e Violão: depois de compor e gravar um disco inteiro (“Só” – 2020) confinada em casa com colaboradores em diversas cidades do Brasil, a cantora fará seu retorno aos palcos em shows voz e violão no Teatro Claro Rio, em Copacabana, hoje e amanhã. Os ingressos podem ser adquiridos pela SYMPLA (https://bileto.sympla.com.br/event/68327/d/103764).  Entre R$50 e R$120. Teatro Claro Rio – Rua Siqueira Campos, 143 – 2º piso – Copacabana.O Teatro Claro Rio segue todos os protocolos sanitários.

Adriana dará uma prévia da tour que está agendada para acontecer no ano que vem, 2022, nos Estados Unidos e Europa. A primeira etapa, que seria realizada em setembro de 2021 nos Estados Unidos, acaba de ser adiada por questões sanitárias em decorrência da pandemia.Entre as músicas que farão parte do repertório estão faixas que marcaram sua carreira, além de “Veneno Bom”— que foi a composição premiada com Menção Honrosa no International Songwriting Competition (ISC) deste ano,  “Flor Encarnada” e algumas canções inéditas.Cenário assinado por Mana Bernardes, e iluminação por Gabriel Marques.

22hsNando Reis com o filho Sebastião Reis(integrante da banda Colomy), voz e violão: Vivo Rio. De R$ 140 a R$260. Canta hits como Relicário, Por onde andei, Luz dos olhos  All star, com novos arranjoss feitos com o filho.

SÁBADO

 19hsSérie Música de Câmera – a Sala Cecília Meireles, espaço da FUNARJ, apresenta sábado, dia 21 de agosto, às 19 horas, dentro da série Música de Câmara, o duo formado por Emmanuele Baldini (violino) e Pablo Rossi (piano). No repertório, obras de Villa-Lobos, Edino Krieger e Astor Piazzolla. O espetáculo será presencial, com transmissão pelo YouTube da Sala e pela TV Alerj. Espetáculo será presencial com transmissão pelo YouTube e TV Alerj. Ingressos: R$ 40. Link para a compra de bilhetes pela internet:https://bileto.sympla.com.br/event/68209/d/102983

 

Programa:Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959) – Sonata nº 3/I – Adagio non troppo/II – Allegro vivace scherzando/III – Molto animato e fina. Edino Krieger (1928)- Sonâncias nº 2. Heitor Villa-Lobos (1887 – 1959) – Sonata Fantasia nº 2 para violino e piano/ I – Allegro non troppo/II – Largo – Moderato/III Rondo – Allegro final.Astor Piazzolla (1921 – 1992)

Le Grand Tango.

As três sonatas para violino e piano de Heitor Villa-Lobos (1887–1959) foram escritas entre 1912 e 1920. A Sonata n.3 é uma peça sofisticada que efleteos rumos que a linguagem musical de Villa-Lobos e que resultaria no conjunto dos Choros. Já a Sonata Fantasia número 2 exibe sua filiação ao pós-romantismo francês. A composição Sonâncias 2 de Edino Krieger é considerada uma das obras mais representativas de sua produção para o violino. Em Sonâncias II (1981) os intervalos (melódicos e harmônicos) são utilizados como uma unidade estrutural básica. O Grande Tango (ou Le Grand Tango, no seu título original) foi escrito por Piazzolla em 1982 para o violoncelista Mstislav Rostropovich, que só viria a estreá-lo em 1990, em Nova Orleans.

Emmanuelle Baldini é spalla da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e membro do Quarteto de Cordas OSESP.  Apresentou-se em recitais nas principais cidades italianas e européias e participou de longas turnês pela América do Sul, Estados Unidos, Europa, Austrália e Japão. Foi spalla da Orquestra do Teatro Comunale de Bolonha e no Teatro Giuseppe Verdi de Trieste, atuando também como concertino na Orquestra do Teatro alla Scala, de Milão. Como solista, tocou com diversas orquestras  europeias. Pablo Rossivencedor do 1º Concurso Nacional Nelson Freire de 2003. Venceu também o “Encuentro Internacional de Jóvenes Músicos” (Córdoba) e o “Ciutat de Carlet” (Valência). Atuou como solista frente a orquestras europeias. Nos últimos anos apresentou recitais nos EUA, Europa e Ásia, em salas como Carnegie Hall, Parco della Musica e NCPA em Pequim.

19hsPaula da Paz (Um Canto para Yabás) – YouTube

19hsNoitada Live com DJ Marcio Fernandes –YouTube

20hs (presencial)– Adriana Calcanhoto, Voz e Violão: depois de compor e gravar um disco inteiro (“Só” – 2020) confinada em casa com colaboradores em diversas cidades do Brasil, a cantora fará seu retorno aos palcos em shows voz e violão no Teatro Claro Rio, em Copacabana, hoje e amanhã. Os ingressos podem ser adquiridos pela SYMPLA (https://bileto.sympla.com.br/event/68327/d/103764).  Entre R$50 e R$120. Teatro Claro Rio – Rua Siqueira Campos, 143 – 2º piso – Copacabana.O Teatro Claro Rio segue todos os protocolos sanitários.

Adriana dará uma prévia da tour que está agendada para acontecer no ano que vem, 2022, nos Estados Unidos e Europa. A primeira etapa, que seria realizada em setembro de 2021 nos Estados Unidos, acaba de ser adiada por questões sanitárias em decorrência da pandemia.Entre as músicas que farão parte do repertório estão faixas que marcaram sua carreira, além de “Veneno Bom”— que foi a composição premiada com Menção Honrosa no International Songwriting Competition (ISC) deste ano,  “Flor Encarnada” e algumas canções inéditas.Cenário assinado por Mana Bernardes, e iluminação por Gabriel Marques.

 

21hsRaíces de AméricaYouTube

21h Eduardo Costa + Israel & Rodolffo. Eduardo Costa, nome artístico de Edson Vander da Costa Batista é um cantor e compositor brasileiro de música sertaneja. Israel &Rodolffo é uma dupla sertaneja brasileira formada por Israel Antônio Ribeiro e Rodolffo Matthaus da Silva Rios, na cidade de Jaraguá, em Goiás. A dupla foi formada pelos pais de ambos, Antônio e Juarez que juntaram os filhos ainda crianças.

22hsNando Reis com o filho Sebastião Reis(integrante da banda Colomy), voz e violão: Vivo Rio. De R$ 140 a R$260. Canta hits como Relicário, Por onde andei, Luz dos olhos  All star, com novos arranjoss feitos com o filho.

DOMINGO

12hs –  Sunday Live com DJ Marcio Fernandes –  YouTube

13 hs80 homenagens áureas: todos os domingos nesse horário, a cantora Áurea Martins reúne vários cantores que homenageiam  um nome do cenário musical. Serão 80 shows virtuais em homenagem as 80 anos de Áurea que não pode ser comemorado no ano passado, por causa da pandemia. Transmitida através do seu canal no YouTube. As lives ficam disponíveis no canal.

Endereçohttps://www.youtube.com/channel/UCj70JFrxgQka3_5qGqZLX1A

 

QUINTA-FEIRA

20hsJazz all night 21: Arturo O’farrill – estreia hoje e você pode assistir gratuitamente em no canal da Dellarte do YouTube. Reúna os seus amigos e temos certeza que este encontro ficará na memória.
Serão três apresentações inéditas encomendadas pela Dellarte para você e uma videoaula apresentada por Thiago Trajano produzida especialmente para os amantes do jazz. Arturo O’farrill –  a vitalidade do jazz latino, com um programa em homenagem ao Charles Mingus. Arturo O’Farrill vem acompanhado por Zack O’Farrill (bateria), Adam O’Farrill (trompete), Jasper Doods (sax/clarineta), Bambam Rodriguez (contrabaixo) e Victor Pablo (percussão).  ESPECIAL CHARLES MINGUS – virtuoso, compositor inovador e genial o bandleader exprimia no palco todas as características da sua personalidade sem igual: educado e contemplativo, animal violento e conhecer de um dos maiores ícones do jazz. dellarte.com.br/jazz. Também no Instagram.

TEATRO

DIARIAMENTE

Qualquer horárioFarol de neblina–  Texto: Sérgio Roveri e Clarissa Campolia. Direção: Clarissa Campolina e Yara de Novaes. Com Fafá Rennó e Leonardo Fernandes. Diego e Sofia se encontram, misteriosamente, numa casa sem vizinhos ao longo de uma noite fria e encoberta pela neblina. Em qualquer horário. Gratuito, com transmissão no YouTube. 90 minutos. Até 12 de setembro.

Qualquer horário Cascavel.Texto: Catrina McHugh. Direção: Sérgio Ferrara. Com Carol Cezar e Fernanda Heras. O espetáculo acompanha Suzy e Jen, e suas conturbadas relações com James, um homem que cerca e controla as mulheres em sua vida. A peça foi gravada previamente. Gratuito, com acesso pelo Sympla. 50 minutos. 14 anos. Até 22 de agosto.

QUINTA-FEIRA

18h30Festival de Teatro Virtual: a primeira edição do evento promovido pela Fundação Nacional de Artes (Funarte) exibe 25 espetáculos on-line de todas as regiões do país. Sex: “A cripta de Poe”, com a Companhia Nova de Teatro. Qui: “Museu dos meninos — Arqueologias do futuro”. Qui e sex, às 18h30. Gratuito, com transmissão pelo YouTube. Livre. Até 28 de outubro. A programação é alterada semanalmente.

SEXTA-FEIRA

18hs Mulheres nascidas de um nome – Direção: Claudio Torres Gonzaga. Com Angélica Rodrigues, Ana Terra Blanco, Catarina Saibro e outras. A montagem com 29 atrizes de diferentes países apresenta uma série de histórias protagonizadas por mulheres. Sex a dom, às 18h. Gratuito, por meio do YouTube. 90 minutos. Até 22 de agosto.

18hsMulheres nascidas de um nome. Texto: Claudio Hochman. Direção: Claudio Torres Gonzaga. Com Angélica Rodrigues, Ana Terra Blanco, Catarina Saibro e outras.A montagem com 29 atrizes de diferentes países apresenta uma série de histórias protagonizadas Até 22 de agosto. por mulheres. Sex a dom. Gratuito, por meio do YouTube. 90 minutos.

19hs Em nome da mãe : monólogo escrito e estrelado por Suzana Nascimento. Fala de conflitos do universo feminino ao contar, de uma perspectiva diferente, a história de uma mulher muito conhecida: Maria, mãe de Jesus. Aborda a jornada íntima da mulher pobre, jovem, solteira e grávida , tendo sofrido o preconceito de uma sociedade conservadora, patriarcal e machista. A história milenar aqui é contada por sua protagonista antes de se tornar a mãe do filho de Deus. Com realização do Sesc RJ, o espetáculo, gravado no Teatro Ipanema, será transmitido no canal da instituição no YouTube (youtube.com/portalsescrio) com apresentações gratuitas de sexta-feira a domingo. Até o dia 29 de agosto.

21hs Tormento .Texto: Eucir de Souza, Fernanda Viacava, Marcio Mariante e Rosana Stavis. Direção: Eucir de Souza. Com Fernanda Viacava, Marcio Mariante e Rosana Stavis. Numa reunião remota, um homem e duas mulheres se encontram. Eles não se conhecem. Aos poucos, entendem que já estão mortos e foram condenados ao inferno. Sex e sáb, às 21h. A partir de R$ 10, por meio do Sympla. 40 minutos. Até 28 de agosto.

SÁBADO

18 hs Pão e circo: a peça fará temporada  virtual pela plataforma Sympla, a partir de hoje. Com direção de Isaac Bernat, parte de um momento decisivo da carreira de um goleiro carioca para refletir sobre uma epidemia social silenciosa: o abandono paterno. Idealizado pelo ator Pedro Monteiro, autor e protagonista da peça, o texto é inspirado em milhões de brasileiros que crescem sem o afeto do pai e busca refletir sobre as consequências provocadas por essa ausência. Estreia hoje e fica até 3 de outubro. Sextas, sábados e domingos, a partir das 18h. O vídeo ficará disponível por 24 horas. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Vendas pelo Sympla (www.sympla.com.br/pao-e-circo__1288660). 35 minutos.

21hsTeatro Com BolsoÀ procura de uma dignidade: com Sandra Pêra e direção de Ana Beatriz Nogueira, baseado em conto de Clarice Lispector. Conta a história de uma mulher, moradora do Leblon e frequentadora de eventos culturais, que sai para uma palestra e vai parar, por engano no estádio do Maracanã e, onde passa um longo tempo perdida entre os corredores escuros. O texto traz remas como sexualidade na terceira idade e a procura pela ´própria identidade.  Aos sábados e domingos, com o preço popular de R$10, com ingressos disponíveis na plataforma Sympla, assim como a exibição até o dia 26 de setembro. Gravado na casa da diretora.

DOMINGO

20hsIn on it: de Daniel MacIvor, direção: Renata Gaspar. Com Luís Galves e Lucas Teixeira. Um homem sofre um acidente em uma Mercedez, dois amantes veem seu amor terminar e dois homens contam essa história. Dez personagens encenados por dois atores. Dom e seg, às 20h. R$ 20, com ingressos no Sympla. 70 minutos. Livre. Até 6 de setembro.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012