Fábio Motta


24/02/2007


Fábio Motta — Estadão
Dezesseis anos de profissão e o mesmo tempo de Avenida

Clique na imagem para ampliar

“Todo dia é preciso diferenciar os ângulos, senão as fotos saem todas parecidas. É uma cobertura difícil porque todos os ângulos já foram explorados. Procuro dar efeitos às fotos, usando equipamentos diferentes. Cada escola tem um estilo, um enredo diferente, então preciso ter sensibilidade para captar o que cada uma pode oferecer de imagem. Costumo explorar a grande angular e este ano cheguei a ir até Santa Teresa para ter uma visão ainda mais ampla do espetáculo”.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012