6 de julho de 2022


Evento que celebra Dia da Internet Segura aponta aumento de crimes digitais no Brasil


15/02/2022


Publicado no Portal Imprensa
Entidades que atuam em prol da segurança da internet no país, como a Safernet Brasil, o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), realizaram nesta terça-feira, 8 de fevereiro, em celebração ao Dia da Internet Segura, o Safer Internet Day 2022.
Com o tema “Juntos por uma Internet Mais Positiva”, o evento chegou a sua décima quarta edição brasileira em formato online, que pode ser assistido no canal do NIC.br no YouTube.
Crédito: Reprodução
Além da divulgação de ações realizadas para promover o uso seguro e responsável da Internet, o evento divulgou os indicadores mais recentes de denúncias de crimes e insultos praticados na internet, incluindo violações de direitos humanos, que são encaminhadas ao Ministério Público Federal pelas entidades do setor.

Pandemia
Os dados mostraram que a pandemia levou a uma explosão de denúncias de pornografia infantil e outros crimes cibernéticos no Brasil.

“Apesar do crescimento vertiginoso de denúncias em 2020, primeiro ano da pandemia, em 2021 alguns dos crimes monitorados pela Safernet continuaram registrando aumento, o que é preocupante”, disse Thiago Tavares, diretor-presidente da Safernet Brasil.
A palestra de abertura do Safer Internet Day 2022 foi realizada por Mizuko Ito, da Universidade da Califórnia e da Aliança da Aprendizagem Conectada (Connected Learning Alliance). O tema de sua apresentação foi “Bem-estar e tecnologias digitais: evidências sobre uso da Internet na adolescência”. Antropóloga cultural e especialista em práticas midiáticas e aprendizado conectado, ela falou sobre seu trabalho de aprendizado conduzido pelos interesses do aluno.
O evento também abordou projetos de lei voltados à promoção da segurança no ambiente digital brasileiro, como o do senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, que aumenta para até 8 anos de reclusão a pena para os crimes cibernéticos cometidos pelo celular, e o do senador Marcos do Val, do Podemos do Espírito Santo, que amplia a atuação de policiais no combate a crimes relacionados à dignidade sexual cometidos na rede, caso da divulgação indevida de imagens ou vídeos.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012