EUA investiga suspeito de ataque ao Google


23/02/2010


Um consultor de informática pode ter sido o responsável pelo programa de espionagem que resultou nos ataques virtuais contra o serviço de e-mails do Google na China, ocorrido em janeiro último.

Na ocasião, hackers tentaram invadir contas do Gmail de ativistas de direitos humanos do país oriental. Após a ação, o Google, maior serviço mundial de buscas na internet, ameaçou encerrar as operações na China. A decisão foi anunciada em nota assinada por David Drummond, chefe da divisão legal do Google.

Segundo o jornal Financial Times, o homem, de cerca de 30 anos, identificado por analistas de segurança dos Estados Unidos, teria publicado parte do programa em um fórum de hackers.

Nesta segunda-feira, dia 22, a Universidade de Xangai e a Escola Vocacional Lanxiang negaram envolvimento no ataque cibernético contra o serviço de e-mail do Google. A suspeita havia sido levantada após rastreamento de ataques, que levou aos computadores das duas instituições de ensino.

*Com informações da agência Reuters.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012