18 de agosto de 2022


Estadão avança nos processos de demissão de funcionários em todo o País


Por Cláudia Souza*

09/04/2015


estadão

 

O jornal “O Estado de S. Paulo” deu continuidade nesta segunda-feira, dia 6, ao processo de demissão em massa nas diversas sucursais do veículo. Os cortes devem atingir mais de cem funcionários de diversos departamentos e editorias de todas as redações do Grupo Estado.

De acordo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP), os cortes estão sendo feitos desde o início do ano corrente. Em nota oficial divulgada em 25 de fevereiro último, o SJSP acusou o jornal de tentar “mascarar” um processo de demissão em massa para evitar processos na Justiça. Na ocasião, mais de 10 profissionais foram demitidos.

No comunicado, o Sindicato exigiu a interrupção das demissões e alertou que o departamento jurídico da entidade está “tomando as medidas necessárias para controlar a situação”.

Em reunião com um representante do jornal o SJSP foi informado de que “não há demissões em massa, mas dispensas pontuais em cargos que já teriam sido repostos.” Funcionários do jornal, entretanto, desmentem a informação.

Bandeirantes

O Grupo Bandeirantes também está efetuando cortes de funcionários e eliminando programas da grade da TV, entre os quais o “Brasil Urgente”, nas redações do Rio de Janeiro e  Brasília, e, futuramente, nas de Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Belo Horizonte.Band

O Departamento de Esportes da TV Bandeirantes é um dos mais atingidos com a redução das equipes. Para a edição carioca do programa “Jogo Aberto” a emissora fará a narração em estúdio a partir das imagens dos jogos, sem a presença de narradores e de repórteres nos locais das partidas. O objetivo seria reduzir os gastos com transmissões.

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012