30 de setembro de 2022


Dicas para o finde e a semana: Zeca Pagodinho em live no Dia dos Pais


06/08/2021


Por Vera Perfeito, Diretora de Cultura da ABI


Lives, festivais e filmes nas Dicas

Para comemorar o Dia dos Pais, Zeca Pagodinho e Bell Marques fazem lives e o Cineclube Macunaíma festeja os 80 anos de Ney Matogrosso com a exibição do documentário Olho Nu, de Joel Pizzini. O cineasta Silvio Tendler estreia seu novo filme A bolsa ou a vida na 10ª Mostra Ecofalante, fazendo uma reflexão sobre o tema que virá na pós-pandemia. Também na mostra há filme inédito de Costa-Gavras, o Jogo do Poder, que mostra os bastidores do poder da Europa, focalizando as razões da crise na Grécia. Na live sobre O futuro da Cinemateca Brasileira, hoje, às 20hs, no YouTube/canal curta, estão os cineastas Cacá Diegues, Sandra Kogut, Ana Maria Magalhães, Joel Zito Araújo, Tizuka Yamazaki e Fernando Meirelles. Não perca.  No Festival do Rio também há diversos filmes para se ver em casa. E Jimmi Cliff, aos 77, lança single hoje de reggae nas plataformas. Aqui, tem muitas Dicas para você. Bom final de semana. Cuide-se, sempre de máscara e álcool gel nas mãos!


ENTREVISTAS

Segunda-feira

19h30ABI Esporte : Assista no canal da ABI do YouTube. Apresentação do jornalista Marcos Gomes

Terça-feira

19h30Cineclube Macunaíma exibe hoje, em comemoração aos 80 anos de Ney Matogrosso, o documentário Olho Nu, de Joel Pizzini, e que estará disponível, a partir das 10 horas até a segunda- feira. Veja o filme e o debate, à noite, com a participçãos dos cineastas Silvio Tendler no canal da ABI do YouTube.

Quinta-feira

19h30 Encontro da ABI com a Cultura: apresentação das jornalistas Vera Perfeito e Zezé Sack.

OLIMPÍADAS

Vamos torcer na  final do futebol masculino e das meninas do vôlei na Olimpíada.

8hs – amanhã, futebol  masculino: Brasil x Espanha no Estádio Internacional de Yokohama. com o Brasil disputando o ouro pelo bicampeonato contra Japão ou Espanha. Domingo

1h30 da madrugada – o time de vôlei feminino disputa o ouro com Estados Unidos.

8hs – cerimônia de encerramento.


NOVELA

Segunda-Feira

18hsTV GLOBO: Nos tempos do imperador:  a nova novela da Globo estreia hoje. Sobre a vida de D. Pedro II com Selton Mello como protagonista e Letícia Sabatella como a imperatriz Teresa Cristina, mulher do imperador. Vale uma conferida.

FILMES

10ª Mostra Ecofalante – traz filmes inéditos de Costa-Gavras e Silvio Tendler, sendo o mais importante evento sul-americano dedicado à temática sócio-ambiental e que exibirá 101 filmes de 40 países. De 11 de agosto a 14 de setembro, evento ocorre de forma online, gratuita e acessível para todo o Brasil em www.ecofalante.org.br. O filme O Novo Evangelho”, de Milo Rau, eleito o melhor documentário no Swiss Film Awards 2021, abre a Mostra. A Cerimônia de Abertura acontece no dia 11 de agosto, a partir das 19h, com a presença do diretor e convidados. Os filmes são disponibilizados no site do evento [www.ecofalante.org.br] e também nas plataformas parceiras Belas Artes à La Carte e Spcine Play.

O Panorama Internacional Contemporâneo reúne produções inéditas e com carreira em festivais como Berlim, Sundance, Roterdã, Locarno, IDFA-Amsterdã. Competição Latino-Americana é disputada por 30 títulos, representando sete países da região.

O cineasta Silvio Tendler faz a estreia de seu novo filme no festival com A Bolsa ou A Vida (Brasil-RJ, 2021, 102 min). No futuro pós-pandemia da covid-19, a centralidade será o cassino financeiro e acumulação de riqueza por uma elite ou uma vida de qualidade para todos, com menos desigualdade? O Estado mínimo se mostrou capaz de atender ao coletivo? Como garantir a vida sem direitos sociais e trabalhistas? Em qual modelo de sociedade queremos viver? O filme aborda o desmonte do conceito de bem-estar social e nos faz refletir sobre a incompatibilidade do neoliberalismo com um projeto humanista de sociedade. São entrevistados, entre outros, o escritor Ailton Krenak, o padre Júlio Lancelotti, o cineasta Ken Loach, e a drag queen e professora Rita von Hunty.

Programa Especial –  Territórios Urbanos: Segregação, Violência e Resistência traz obras de Eliane Caffé, Evaldo Mocarzel, Gabriel Mascaro, João Moreira Salles, Maria Augusta Ramos, Paulo Caldas,  Paulo Sacramento, entre outros. Produções recentes sobre desastres nucleares estão no Especial Energia Nuclear – 35 Anos de Chernobyl, 10 Anos de Fukushima. E realizações africanas têm presença, com obras vindas do Quênia, Angola e Madagascar

De 11 de agosto a 14 de setembro, a Mostra Ecofalante de Cinema celebra sua 10ª edição de forma online e gratuita. A programação do mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado às temáticas socioambientais reúne 101 títulos de 40 países30 deles inéditos no Brasil.

A programação é organizada nas seções Panorama Internacional Contemporâneo, com os mais premiados  filmes internacionais da última safra dividido em sete eixos temáticos: Ativismo, Biodiversidade, Cidades, Economia, Povos & Lugares, Tecnologia e Trabalho; Competição Latino-Americana, que reúne produções recentes de sete países da região; Programa Especial Territórios Urbanos: Segregação, Violência  e Resistência, uma retrospectiva de obras brasileiras produzidas a partir de 1999 assinadas por nomes como João Moreira Salles e Maria Augusta Ramos; Especial Energia Nuclear – 35 Anos de Chernobyl, 10 Anos de Fukushima, uma seleção de documentários produzidos nos últimos anos que abordam esses grandes desastres nucleares; e Concurso Curta Ecofalante, premiação voltada a estudantes brasileiros.

Em seguida, às 20h, será exibido o premiado filme O Novo Evangelho”, de Milo Rau, eleito o melhor documentário no Swiss Film Awards 2021 e coproduzido entre Alemanha, Suíça e Itália.Sua narrativa imagina o que Jesus pregaria no século 21 com uma nova encenação da crucificação de Cristo, já filmada pelo cineasta italiano Pier Paolo Pasolini (“O Evangelho Segundo São Mateus”, 1964) e Mel Gibson (“A Paixão de Cristo”, 2004). Filmado em Matera, mesma cidade italiana onde foram produzidos estes dois longas, na obra de Milo, Jesus é interpretado por um ativista político camaronês, que defende os direitos dos trabalhadores ilegais explorados por um sistema agrícola liderado pela máfia.

FESTIVAL DO RIO – desde ontem, o festival de cinema realiza a Première Brasil 2020 –  ano em que não aconteceu o festival devido à pandemia – com uma seleção de filmes nacionais inscritos na edição que não aconteceu  e que agira ganham sessões gratuitas presenciais (até o dia 11/8) e on-line (até o dia 15). Após as exibições presenciais os filmes ficam disponíveis por 48 horas na plataforma InnSaei.tv. Reunidos em programas, os curtas vão para o ambiente digital já no mesmo dia de exibição no cinema. A programação completa está em festivaldorio.com.br. A Première Brasil  dá continuidade a uma programação  montada desde abril, reunindo 45 filmes entre 20 longas  e 25 curtas nacionais. O público poderá conferir, por exemplo, O silêncio da Chuva, romance policial de Alfredo Garcia-Roza e Meu nome é Bagdá, premiado na mostra Generation 14 plus do Festival de Berlim. E ainda: Depois da primavera, #e agoraotoque, Limiar e Luz acesa. Ver programação no site.


SÉRIES

Quinta-feira

TV GLOBOSob pressão: estreia da quarta temporada da série. Diana (Ana Flavia Cavalcanti) que se envolveu com Evandro (Julio Andrade) no passado, ressurgirá com uma criança no colo. É filho ou não do médico? O menino Francisco vai mexer com a vida do casal Carolina (Marjorie Estiano)/ Julio. Depois da novela das 21 horas.

Prime Video Cruel Summer (Verão cruel): estreia hoje. A série teen recria mistério em torno do sequestro da bonita e popular Kate Wallis ( Olivia Holt), que tem sua história cruzada com a da tímida Jeanette Turner (Chiara Aurelia ).

Amazon Prime Video

 Hunters –  do produtor executivo Jordan Peele, a série segue um time indesejado de Caçadores de Nazistas em sua busca por vingança em 1977 em Nova York. Com Al Pacino, duas temporadas.

The Night Managerbaseada no aclamado romance de John le Carré, a minissérie acompanha a saga de Jonathan Pine, um ex-soldado que trabalha na gerência de um hotel, para derrubar o criminoso Richard Roper.

The Looming Toweracompanha a crescente ameaça de Osama Bin Laden e da Al-Qaeda no final dos anos 90 e como a rivalidade entre o FBI e a CIA durante essa época pode ter, de forma não intencional, definido o caminho para a tragédia do 11 de setembro. Esta série é baseada no livro de Lawrence Wright de literatura de não ficção, ganhador do Prêmio Pulitzer.

Modern Loveuma amizade improvável. A reaparição de um amor perdido. Um casamento em seu momento decisivo. Um encontro que pode não ter sido um encontro. Uma nova família não convencional. São histórias únicas sobre alegrias e tribulações de amor, cada uma inspirada por um artigo pessoal real da adorada coluna do New York Times, “Amor Moderno.”

HBO GoMrs. Flercher: Eve Fletcher é uma mulher divorciada que, após ver seu filho saindo de casa rumo à faculdade, decide começar uma vida nova por conta própria. Ela acaba adotando uma personalidade mais sexy e descobre que o mundo é cheio de possibilidades eróticas inesperadas e, às vezes, complicadas.

HBO e NOWIn treatment: a versão americana voltou ao ar e merece sua atenção. O elenco foi renovado. A protagonista agora é Uso Aduba, indica ao Emmy por seu trabalho coo a Dr. Brooke Taylor. A trama é ambientada em Los Angeles e como a ação se desenrola na pandemia, há atendimentos presenciais e por zoom. O cenário pe a espaçosa casa da personagem, com vista para a cidade. Na 2ª feira, a médica atende Eladio (Anthony Ramos), personagem latino que trabalha como assistente de saúde domiciliar. No dia seguinte, Colin (John Benjamin Hickey) um empresário de tecnologia que está saindo da cadeia por fraude. São dramas variados.

Netflix

Cocaine Cowboys: The King of Miami: estreou esta semana e mostra a trajetória dos imigrantes cubanos Augusto “Willy” Falcon e Salvador “Sal” Magluta – conhecida como “Los Muchachos” -, poderosos traficantes de cocaína na Miami dos anos 1980 e que é recontada na série documental de seis episódios, do diretor Billy Corben. Na série, o diretor traz entrevistas com advogados de defesa e policiais federais. Amigos de infância, Willy e Sal eram os principais distribuidores de dois poderosos cartéis colombiano de drogas nos EUA. Estima-se que tenham contrabandeado mais de 75 toneladas de cocaína para os EUA na década de 1980, construindo um império de 2 bilhões de dólares. A dupla se tornou celebridade em Miami e acabou sendo presa, apóis anos de perseguição da polícia.

Cozinhando com Paris Hilton: estreou esta semana. Figura bastante popular dos anos 2000, a modelo e socialite americana Paris Hilton ganhou seu próprio programa de cozinha. Em seis episódios desta primeira temporada, Paris convida amigas nada discretas para testar novas receitas no fogão, tudo com a ajuda de utensílios supermodernos.

GloboplayCharmed – Nova geração: estreia hoje. O rebot da série de 1996,  na qual três irmãs desobrem possuir poderes após a morte da mçae, tem a segunda parte da terceira temporada liberada. Nos novos episódios, MAggue continua atrás de sua ambieções profissionais, Macy volta às suas raízes científicas e Mel redescobre seu ativismo.

Apple Tv Ted Lasso: já tem inúmeras indicações ao Emmy, mal estreou. Venceu três troféus Critics Choice, dois WGA Awards (prêmio dos Sindicato dos Roteiristas) e seus protagonistas, Jason Sudeikis, levou o SAG Award. No fim do primeiro episódio , a gente sente que está diante de uma comédia cheia de cinismo, farpas e recadinhos . Ted Lasso (Sudeikis), um técnico de futebol americano do interior dos EUA, com sotaque caipira  e que não é bom conhgecedor das regras do futebol clássico. Um dia, o time do bairro em que atua vence e um filminho em que ele comemora,  freneticamente, no vestuário com os jogadores viraliza na internet. A inglesa Rebecca ( Hannah Waddingham) acaba de se divorciar e fica com o clube AFC Richmond na separação de bens. E ela quer derrubar o clube para se vingar do ex-marido (Anthony Head) que a traiu. E convida Lasso para comandar o time, achando que ele vai afundá-lo. Mas os planos de Rebecca fracassam.  Ted Lasso faz ironia fina embutida no que é grosseiro e exagerado. As situações opondo americanos e ingleses se multiplicam. . Tem Louis Armstrong cantando “Let’s call the whole thing off”. O time é multicultural: tem jogadores africanos, latinos e de outros lugares da Europa. O enredo reúne o atleta raivoso, c=o competitivo, a maria chuteira, etc. A primeira temporada está disponível e a segunda já começou. Não perca.

Paramount+Everyone is doing great (Todo mundo está indo muito bem): com James Lafferty e Stephen Colletti. (Seth (Colletti) e Jeremy ( Lafferty) são dois atores muito amigos e vivem em Los Angeles. Ficaram famosos e ganharam um dinheirão estrelando uma daquelas séries blockbusters sobre vampiros, ironicamente intitulada “Eternal”. Até que o programa terminou. E vemos a dupla cinco anos depois disso. Estão desempregados, mas ainda são reconhecidos na rua embra nada seja como antes. A conta bancária minguou já que gastavam muito e, agora, há dificuldade para conseguir papéis. Eles estão topando qualquer  parada até  a simulação sexual com um colchão Seth é brigado a aceitar, mas nem assim consegue o papel. Jeremy também é recusado em diversos filmes e série e sua mulher ainda o abandona, além de descobriu que já gastou o US$1 milhão que pensava ter acumulado. Está na falência. Os protagonistas enfrentam a chegada aos 30 e a responsabilidade. Boa diversão.

Amazon Prime VideoSolos: os sete capítulos independentes têm Anne Hathaway e Helen Mirren como expoentes. Gravados na pandemia, são histórias de ficção científica que falam de isolamento. Só atores de primeiro time estrelam esses monólogps. O perceiro é Peg com Helen Mirren que está numa nave espacial. A septuagenária Peg viaja no espaço e e dialoga com uma voz que vem que vem da lente de uma câmera. Ela participa de um experimento científico sem volta. Enquanto navega, relembra a infância e a perda do pai, aos 5 anos. Ele brimcava de Tik Tok, em moda na época. Conclui que faltou coragem para muitas experiências que a vida lhe ofereceu, como uma grande amor. Ela quer uma segunda chance. O episódio termina ao som de “Space oddity” com David Bowie.


LAZER

Terça-feira

La Fiorentina: está marcada para hoje a reabertura do tradicional restaurante da boêmia carioca. Muitos artistas e jornalistas assinavam ponto algumas vezes na semana na tradicional casa de pilastras com assinaturas famosas, fechada há alguns meses devido à pandemia e algumas dívidas. Agora, com novos sócios, o local espera se recuperar.

LIVROS

Kentukis  (Fósforo, R$64,90) – Samanta Schweblin.  A escritora argentina retrata personagens que têm ou são kentukis. “Ter um kentuki (um perigoso cruzamento de bichinho de pelúcia com drone) e ser um “amo”, é comprar o bichinho tecnológico (por US$279) e concordar em ser espionado.

Fluxo e refluxo (Companhia das Letras, R$ 129,90) – sobre o tráfico de escravizados no Atlântico em nova edição. Lançada há 50 anos na França (no Brasil em 1987), a detalhada pesquisa de Verger reconstrói a rota entre a Bahia e o golfo de Benin sob a colonização portuguesa e seus desdobramentos.

Lugar nenhum – Um atlas de países que deixaram de existir ( Rua do Sabão, R$69). O autor do atlas, o arquiteto norueguês Bjorn Berge mostra os 50 territórios presentes no livro. Alguns desses territórios duraram meio século, outros apenas alguns dias. Todos, porém, viverma o suficiente para emitir selos – uma prova inequívoca  de suas passagens pelo mundo, segundo o autor. O resultado são histórias de extinção que dizem muito sobre o nosso tempo. Retirados da coleção pessoal de Bjorn, os documentos postais servem de matéria-prima para reconstruir a trajetória dos ex-territórios. Há nomes que soam familiares, como o Estado Livre de Orange, enquanto outros são obscuros e enigmáticos, como Tannu Tuva e Cabo Juby. Muitos nasceram de conflitos como a Carélia Oriental que durou apenas algumas semanas durante a Guerra Soviético-Finlandesa de 1922. Já as Índias Ocidentais Dinamarquesas eram ilhas em liquidicação cujas doenças tropicais mataram 169 dos 190 primeiros colonos a chegar por lá.  Antes de virar Tasmânia , a Terra de Van Doemem ( 1803-1856) foi uma colônia penal que dizimou cangurus e aborígenes em seu território.  Tem títulos ainda como OBok , Bhopal, Yafa, Zona Internacional de Tânger, Manchukuo, Biafra (1967-1979), Tripolitania, Kasai do Sul e Inini, todos já extintos, a maioria no século passado.


PODCAST

Paciente 63a audiossérie estrelada pela atriz Mel Lisboa que representa uma psiquiatra às voltas com um homem (papel do cantor Seu Jorge) que se condiera um viajante no tempo e afirma voltar do futuro para tentar evitar um desastre mundial. No Spotify.


MÚSICA

Maria Bethânia Noturno, o novo álbum da cantora que está no streaming e em algumas poucas lojas que ainda vendem CDs. É seu primeiro álbum autoral, com inéditas, desde “Meus quintais” (2014), a Bar da Noite, samba-canção de Bidu Reis e Haroldo Barbosa, pinçado do repertório de Nora Ney (“bar que é o refúgio barato/ dos fracassados no amor”…). No álbum tem ainda Lapa Santa e sica música (Roque Ferreira), Luminosidade (Chico César), Dois de Junho (Adriana Calcanhoto- sobre a morte do menino que caiu do alto de um prédiono Recife enquanto estava sob os cuidados da patroa de sua mãe), O sopro de fole, um baião composto pelo sobrinho Zeca Veloso, filho de Caetano, com inspiração na obra da tia. Tem também Prudência, de Tim Bernardes,, outro jovem talento da MPB, do grupo Terno. E mais: Vidalita, da espanhola Mayte Martín e o samba carioca Cria da comunidade, de Xande de Pilares e Serginho Meriti. Só não entrou no álbum, Evidências, hit de Chitãozinho &Chororó, cuja gravação não foi autorizada por um de seus autores, o cantor José Augusto.

Jimmy Cliff – últimos dos grandes cantores jamaicanos de reggae, aos 77 anos, lança, hoje, nas plataformas o single “Human touch” (Toque humano). Ele diz que ainda não chegou a seu ápice. Viva Jimmy!

Gaby Amarantos dez anos depois do lançamento de seu primeiro álbum, Treme,a cantora paraense, filha de ribeirinhos, mistura de negros e indígenas, expulsa de igreja onde cantava porque era “animada demais”, lança seu segundo disco, PURAKÊ, cantando o peixe pré-histórico da Amazônia cuja voltagem chega a 860 volts. O álbum traz vários estilos diferentes da música amazônica. Com produção do conterrâneo Jaloo, que também participa de uma série de feats, apresentados no álbum – entre eles, com Liniker, Urias e Ney Matogrosso – fala de um Brasil prfundo, das diversas amazônias dentro da Amazônia

Rosinha de Valença – ela completaria 80 anos em 30 de julho e desafiou o universo masculino com seu violão. Nascida em Valença, em 1941, e em família de músicos, faleceu em 10 de junho de 2004, após passas 12 anos em comaem decorrência de lesão cerebral provocada por parada cardíaca em 1992. Na década de 1960 fazia solos e improvisos incríveis e deixou várias composições enraizada nas tradições do Brasil rural como Cheiro de Mato (1976) e Interior, que em 1978 foi gravada por Bethânia que reverenciou Rosinha no álbum Namorando a Rosa (1974). Nos anos 1960 foi para os EUA com Sérgio Mendes, mas na década seguinte voltou e participou de shows de artistas como Martinho da Vila. Sua maestria está em –albuns cmo AAoresentando Rosinha de Valença (1964), Um violão em primeiro plano (1971) e Rosinha de Valença (1973), com sotaque nordestino. Tem ainda Cheiro de Mato (1976) com sua obra. Nas plataformas e em CDs e vinil nas lojas.

Guilherme Arantes – o compositor paulistano lançou seu álbum Desordem dos templários, em comemoração ao seu aniversário de 68 anos.  Podemos ouvir o rock progressivo, El rastro, a instrumental Kyrie e o pop romântico em Nossa imensidão a dois. A música que dá título ao disco, A desordem dos templários, dura 7m34. Na obra, está também Planeta Água. Nas plataformas.

Mú Carvalho – com uma carreira solo musical de mais de 45 anos de sucesso e integrante da do grupo A cor do Som desde 1976, Mú Carvalho é um artista completo: canta, compõe, toca e produz. Ele lança seu novo álbum Alegrias de quintal já disponível nas plataformas de streaming. Após cinco discos instrumentais , Alegrias de quintal é o primeiro em que interpreta suas composições, além de tocar e produzir. Com exceção de Sapato velho, que chegou às ondas radiofônicas com o grupo Roupa Nova e nunca mais saiu de seus shows. A composição de Mú, Cláudio Nucci e Paulinho Tapajós volta repaginada na voz de Zé Renato, uma das participações especiais do disco e também ganha, no fim do álbum, uma versão instrumental com o acordeom de Mú. Mais duas faixas têm participação especial: Ana Zingoni canta em Simplesmente pode acontecer; e Tuca Oliveira, em A voz de um amigo. Ambas estavam inéditas e tem letra de Tuca, jovem compositor e cantor mineiro, aposta de Mú. A voz de um amigo nasceu em inglês, em 2018, na parceria com Jonas Myrrin, compositor e produtor sueco.  A obra tem músicas de Caetano Veloso, Gilberto Gil , Evandro Mesquita, Mpraes Moreira . Tem  um mix de pop, MPB, funk e baladas.

Adriana Calcanhoto – Depois de lançar “Só”, um álbum com canções da quarentena, e outros importantes trabalhos da carreira, Adriana lançou recentemente “Veneno Bom”, composição inédita que a levou à final do International Songwriting Competition, concurso mundial de compositores com voto popular na categoria “World Music”.

Capital Inicial – Em julho a banda lançou a parceria com Mariana Volker, “Pensando em Você”, com um clipe que mostra a história da banda, representando o poder e a importância do show ao vivo, e como o Capital Inicial está com saudades e anseia por reencontrar o público. “Pensando em Você” é o primeiro de uma série de singles que serão lançados até chegar ao álbum completo, que antecederá uma turnê comemorativa no próximo ano.

Criolo – em janeiro, celebrando o aniversário de São Paulo, apresentou um show em realidade estendida (XR) em seu canal na Twitch. Em junho lançou o clipe de “Fellini”, single lançado em 2020, em tecnologia 3D e com referências ao diretor de cinema italiano.

Di Ferrero – o cantor lançou em junho um irreverente cover de Red Hot Chilli Peppers, ao lado de Graveto e Marcão, do CBJr e de PJ, do Jota Quest. O lançamento foi um aquecimento para o primeiro álbum solo de Di Ferrero, que será lançado ainda esse ano.

Gal Costa – a cantora lançou em fevereiro de 2021 o álbum “Nenhuma Dor”, que traz duetos com artistas da nova geração como Rodrigo Amarante, Criolo, Silva e Jorge Drexler.

Ivete Sangalo – Em janeiro lançou o pagode baiano “Tá Solteira, Mas Não Tá Sozinha”, parceria com Xanddy, do Harmonia do Samba. Com a impossibilidade de uma celebração presencial, em fevereiro se juntou à Claudia Leitte para a live especial de Carnaval: “O Trio: Ivete, Claudia e você”.

IZA – em 2021, IZA lançou o single “Gueto”, que fará parte do segundo álbum da cantora, com previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano. A faixa ganhou também um clipe que foi gravado em Olaria e exalta as raízes e a trajetória da cantora.

Mallu Magalhães – em junho deste ano, a cantora lançou seu quinto álbum de estúdio intitulado  “Esperança”. Com 12 faixas,  o disco é totalmente autoral e tem produção de Mário Caldato Jr.

Marcelo Segreto – idealizador e compositor da Filarmônica de Pasárgada, Marcelo Segreto acaba de lançar “Bacurau”, novo single com produção musical de Marcus Preto e Tó Brandileone, pelo Selo da Gravadora Experimental da Fatec Tatuí. Esse é o primeiro lançamento do EP Cinemúsicas, Vol.1, com canções inspiradas no cinema.

Roberta Campos – o último lançamento da cantora e compositora mineira indicada ao Grammy Latino 2016 na categoria “Melhor Álbum de MPB” é o álbum “O Amor Liberta”. São 11 canções autorais e inéditas que misturam a MPB de voz e violão com indie, jazz, bossa nova e blues. O single “Miragem” conta com a participação do Natiruts.

Vanessa da Mata – antes da pandemia, a cantora estava na estrada com a turnê “Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina”, seu sétimo álbum de estúdio, aclamado pela crítica. O trabalho é o mais autoral da carreira, sendo o primeiro disco produzido pela própria Vanessa. Em seguida, lançou “Nossos Beijos Ao Vivo No Circo Voador”, projeto gravado na Lapa, Rio de Janeiro, em 2020.


SHOWS/LIVES

HOJE

19 hsDA BELLE ÉPOQUE CARIOCA ÀS CANÇÕES DE AMOR DE apresenta, dentro do Festival da Música Brasileira na Belle Époque Carioca, o duo formado por Daniel Guedes (violino) e Simone Leitão (piano). No repertório, Leopoldo Miguez, Heitor Villa-Lobos e Henrique Oswald. PROGRAMA:Leopoldo Miguez (1850 – 1902)- Sonata em Lá Maior para violino e piano, op. 14: I Allegro, II Andante Expressivo, III Scherzo: Presto non molto, IV Vivace; Heitor Villa-Lobos (1887-1959) –Sonata-Fantasia nº 1,  “Desésperance”; Heitor Villa-Lobos (1887-1959)

Improviso nº 7; Henrique Oswald (1852-1931) – Dois romances e Andante. Todos os espetáculos serão presenciais e com transmissão pela TV Alerj e pelo Youtube. Ingressos: R$ 40 Presencial e transmitido pelo YouTube da Sala e pela TV Alerj.

 19hsLive Cláudio Cruz nahim marum no Sesc / YouTube https://youtube.com/c/SescSP

20hs – Ediuny Oliveira e Leilane YouTube https://youtu.be/Qw0-DhasVF8

 

BADO

16hs Zé Vaqueiro Armazém Paraíba | LIVE fazer o bem às 16H https://youtube.com/c/Armaz%C3%A9mPar…

19hMastruz com Leite e Cavalo de PauYouTube

19hDJ Maraknã

19hs Sala Cecília MeirelesQuarteto vocal interpreta canções de Romantismo Alemão dentro da série Música de Câmara, os quartetos vocais Canções Espanholas opus 74 de Schumman e Valsas de Canções de Amor Opus 52 de Brahms, além das Valsas para dois pianos também de Brahms.  Os intérpretes são Lina Mendes (soprano), Luisa Francesconi (mezzo), Daniel Umbelino (tenor), Lício Bruno (barítono), e Priscila Bomfim e Katia Baloussier (piano). A transmissão pela TV Alerj e pelo YouTube da Sala terá legendas em português.  Link para compra pela internet: https://bileto.sympla.com.br/event/68208/d/102982.

Ingressos: R$ 40 Presencial e transmitido pelo YouTube e TV Alerj

21 hsMastruz com leite – Serra festival de inverno são Bento às 21H https://youtube.com/c/PrefeituradeSerra


DOMINGO

Lives do Dia dos Pais

13h – Samba do Xoxó – YouTube

13h – Daniel – YouTube

13h30 – César Menotti & Fabiano – YouTube

16h  – Bell Marques:  o músico fará um show acústico em especial ao Dia dos Pais, Ao Bell Prazer. A apresentação será transmitida em live, no canal do cantor no YouTube. “É uma live acústica, um som totalmente diferente do que você conhece, mas vai ser bom demais!”, afirma o cantor nas redes sociais.

17hs Zeca Pagodinhono Dia dos Pais, a Reserva promove uma live especial de Zeca Pagodinho. Mais uma vez, o sambista pede licença para participar de outra celebração em família. A data será regada a samba e pagode com Zeca. No canal oficial da marca no YouTube.

SEGUNDA-FEIRA

18hsLive de Dia Dos Pais com Rodrigo Vellozo + Benito Di Paula .Em Casa #Comigo #LiveRodrigo


TEATRO

SEXTA-FEIRA

18hs Mulheres nascidas de um nome Direção: Claudio Torres Gonzaga. Com Angélica Rodrigues, Ana Terra Blanco, Catarina Saibro e outras. A montagem com 29 atrizes de diferentes países apresenta uma série de histórias protagonizadas por mulheres. Sex a dom, às 18h. Gratuito, por meio do YouTube. 90 minutos. Até 22 de agosto.

19hs Em nome da mãe : monólogo escrito e estrelado por Suzana Nascimento. Fala de conflitos do universo feminino ao contar, de uma perspectiva diferente, a história de uma mulher muito conhecida: Maria, mãe de Jesus. Aborda a jornada íntima da mulher pobre, jovem, solteira e grávida , tendo sofrido o preconceito de uma sociedade conservadora, patriarcal e machista. A história milenar aqui é contada por sua protagonista antes de se tornar a mãe do filho de Deus. Com realização do Sesc RJ, o espetáculo, gravado no Teatro Ipanema, será transmitido no canal da instituição no YouTube (youtube.com/portalsescrio) com apresentações gratuitas de sexta-feira a domingo. Até o dia 29 de agosto.

19hsPança: constrói uma fábula, com a linguagem de máscaras teatrais, para tratar da reprodutibilidade da notícia e das falhas da comunicação humana, e instiga a reflexão sobre as quais os efeitos o poder de fazer circular ideias pelo mundo gera na sociedade. De hoje até segunda-feira, será exibida gratuitamente no canal do YouTube do espetáculo (Pança). Com dramaturgia e direção de Cecília Ripoll.

BADO

20 hs Entre lá e cá existe um lugar: Comédia melodramática inspirada na obra de Antônio Bivar, autor paulista que mesclava o humor e o absurdo sem perder a delicadeza. Texto: Antonio Bivar .Elenco: Ana Pires, Fernanda Carvalho, Jean Cruz, Julia Maryam, Luciano Sewaybricker, Luiza Pavam, Madson Melo, Mariana Zocchi, Natália Oliveira, Pedro Leão e Thamires Araújo. Direção: Renato Andrade. Sábados – até 14/08  Link da apresentação:  https://bit.ly/3q14bwZ/ www.jogocenico.com.br / Instagram: @jogocenico. Evento online via Zoom

21hsTeatro Com BolsoÀ procura de uma dignidade: com Sandra Pêra e direção de Ana Beatriz Nogueira, baseado em conto de Clarice Lispector. Conta a história de uma mulher, moradora do Leblon e frequentadora de eventos culturais, que sai para uma palestra e vai parar, por engano no estádio do Maracanã e, onde passa um longo tempo perdida entre os corredores escuros. O texto traz remas como sexualidade na terceira idade e a procura pela ´própria identidade.  Aos sábados e domingos, com o preço popular de R$10, com ingressos disponíveis na plataforma Sympla, assim como a exibição até o dia 26 de setembro. Gravado na casa da diretora.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012