Copa do Mundo no Brasil tem número recorde de jornalistas credenciados


Por Igor Waltz*

11/06/2014


IBC (Foto: Daniel Ramalho/Portal Terra)

IBC (Foto: Daniel Ramalho/Portal Terra)

Jornalistas do mundo todo já estão chegando ao Brasil para a cobertura dos Jogos da Copa do Mundo. De acordo com uma estimativa do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), cerca de 20 mil profissionais de TV, rádio, jornal e internet devem circular pelo País, um recorde de todas as Copas. Apenas 20% são brasileiros.

O Rio de Janeiro deve receber grande parte dos correspondentes estrangeiros. O Riocentro, na Zona Oeste da cidade, vai abrigar o principal centro da imprensa credenciada. A Fifa está montando no local o International Broadcast Centre (IBC), com redações e estúdios para quem detêm os direitos das transmissões da Copa do Mundo. A inauguração está marcada para 2 de junho.

O Forte de Copacabana também vai a receber a imprensa. O Governo Federal está montando o centro aberto de mídia. Os jornalistas – credenciados e não credenciados – vão trabalhar e poderão enviar as reportagens. No local, também vão acontecer entrevistas coletivas e outros eventos. O espaço tem capacidade para 500 jornalistas.

O escritório da AFP é um dos maiores da imprensa estrangeira. Até a copa vão ser 120 correspondentes. Em meio ao material de trabalho dos correspondentes, um colete à prova de balas, que é usado na cobertura de guerras em muitos países. O mesmo colete que é usado nos ataques nas favelas.

*Com informações do G1 e da Agência EFE

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012