Aécio Neves processa jornal que tem o apoio do MST


Por Edir Lima

13/01/2016


AecioO senador Aécio Neves, presidente do PSDB, entrou com uma ação contra o grupo que edita o site e o semanário Brasil de Fato, lançado em 2003, com o apoio e organização do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), conforme noticiou a Folha de S.Paulo.

Segundo o jornal, a defesa do político pede reparação por danos morais com base na acusação de que a Editora “manipulou deliberadamente” informações para envolver o tucano em “atos criminosos”.

A ação foi aberta em outubro de 2015 e questiona a reportagem publicada na capa da edição mineira do semanário, em julho. A manchete da reportagem diz que “Aécio é investigado por desvio de R$ 14 bilhões”. Aécio é classificado como “réu” e afirma que, com o caso, ele “volta a ter o nome envolvido em um dos maiores casos de desvio de verba do Brasil”.

A investigação não menciona crime de corrupção. A ação é movida pelo Ministério Público Federal de Minas contra o governo do Estado na qual a Procuradoria questiona a contabilidade de recursos destinados a outras áreas, como saneamento básico e investimento em saúde.

O Ministério Público afirmou que R$ 14 bilhões teriam sido contabilizados indevidamente como aplicações em saúde nas gestões de Aécio Neves (2003-2010) e Antonio Anastasia (2010-2014). Por conta disso, o órgão pediu o redirecionamento dos valores à área. Recentemente, a Justiça de Minas Gerais absolveu o governo mineiro.

Joana Tavares, editora do Brasil de Fato em Minas, afirmou à Folha de S.Paulo que não sabia da existência da ação. “É uma novidade para mim. Não fomos citados”, explicou.

Já a assessoria de Aécio Neves disse ao jornal que “considera a liberdade de imprensa essencial à democracia, assim como o respeito aos fatos”.

com informações da Folha de S.Paulo

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012