7 de julho de 2022


ABI homenageia o jurista Dalmo Dallari


08/04/2022


Por João Batista Damasceno, conselheiro da ABI

A morte de Dalmo de Abreu Dallari produz lacuna no campo da cultura jurídica democrática

A morte nesta sexta, dia 8 de abril, aos 90 anos, do professor e jurista Dalmo de Abreu Dallari, um dos maiores juristas brasileiros, deixa uma lacuna no campo da cultura jurídica democrática.

Dallari foi Professor e Diretor da Faculdade de Direito da USP, onde se formou e cumpriu completa trajetória acadêmica, desde que nela ingressou como estudante.

Em mais de 60 anos de magistério o professor Dalmo de Abreu Dallari teve destacada posição na promoção dos direitos humanos e destemida atuação na resistência democrática durante a ditadura empresarial-militar. Com sua morte, o Brasil perde um de seus principais expoentes, que ajudou a forjar o pensamento jurídico democrático por meio da formação de sucessivas gerações de profissionais.

Dallari era um defensor dos direitos humanos e, como professor, dizia sempre que a conscientização para uma cultura de respeito aos direitos humanos deveria se iniciar desde cedo, pois somente assim seria possível a consciência do que é ser solidário e fraterno.

Tendo ingressado como professor na Faculdade de Direito da USP em 1964, logo após o golpe empresarial-militar, passou a ter destacada posição na resistência democrática e na oposição ao arbítrio que se estabelecia. Nos Anos de Chumbo, no governo do general-presidente Emílio Garrastazu Médici, precisamente em 1972, ajudou a organizar a Comissão Pontifícia de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo, ativa na defesa dos direitos humanos.

Além de livros, contribuiu com a propagação das ideias humanistas por meio de artigos em jornais e revistas especializadas, além de ter atuado como colaborador do jornal Folha de S. Paulo. Todos o perdemos: o sistema de justiça, a academia e o jornalismo. Mas, seu legado de construtor da democracia não será apagado da história e seguirá com todos os que tenham a justiça em seu horizonte. Que sua atuação nos inspire na luta por uma sociedade justa, humana e igualitária!

____________

Foto portal Brasil247

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012