ABI denuncia TV Brasil ao MPF


15/06/2021


A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) encaminhou a Manifestação 20210050138 ao Ministério Público Federal (MPF), denunciando o uso da TV Brasil para divulgação pessoal do ainda presidente Jair Bolsonaro e de evento religioso.

De acordo com a denúncia, durante 1h11min, no dia 9/6, a TV Brasil transmitiu, ao vivo, o Culto Interdenominacional das Igrejas de Anápolis, que teve a participação, entre outros, de Jair Bolsonaro, do ministro da Educação, Mílton Ribeiro, e do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni.

Para a ABI, a transmissão do culto e a participação do presidente da República, do ministro da Educação e do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência representam um atentado à Constituição Federal, que, em seu artigo 37 proíbe a promoção pessoal, além de atingir a laicidade do estado brasileiro.

A ABI pede ao MPF que investigue o evento e adote as providências para impedir a ocorrência de fatos semelhantes.
Durante o evento, segundo a Agência Lupa, Bolsonaro mentiu sobre fraude em eleições e óbitos pela Covid-19.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012