Volvo Ocean Race busca “repórteres corajosos”


Por Edir Lima

14/06/2016


1406A Volvo Ocean Race abriu seleção para jornalistas dispostos a encarar desafio pelos mares durante a nova edição da regata, que desde 1973 tem colocado velejadores profissionais uns contra os outros. Apelidada pela marca de “o trabalho esportivo mais difícil de todos”, a vaga de “onboard repórter” exigirá coragem dos participantes.

O portal Comunique-se publicou que, antes de serem aprovados para participarem do desafio, os profissionais serão testados em situações adversas, no intuito de provarem sua capacidade de suportar a pressão mental e física do trabalho. A regata Volvo Ocean Race tem mais de 40.000 milhas náuticas, abrange quatro oceanos, cinco continentes e nove meses de maratona.

O desafio exige repórteres qualificados e experientes para informar tudo que se passa a bordo de áreas remotas e hostis do planeta. “Para contador de histórias profissional, estou certo de que não há desafio maior na terra do que este. Vocês serão empurrados para além de seus limites físicos, mentais e criativos”, declara o cineasta americano Amory Ross, que desempenhou o papel nas duas últimas edições do evento.

O site acrescenta que para espalhar o conteúdo dos oceanos do mundo diretamente para os fãs, os barcos contam com arsenal tecnológico. Cada veleiro possui central multimídia, com câmeras de controle remoto, microfones e outros equipamentos para garantir qualidade, velocidade e desempenho do trabalho jornalístico.

“Estamos procurando candidatos com perfil aventureiro, mas também com experiência na área de mídia sólida”, explica o chefe da área de televisão da Volvo Ocean Race, Leon Sefton, que está conduzindo o projeto de recrutamento dos OBRs. “Não é possível subestimar o trabalho e sua dificuldade, pois é realizado dia sim, dia não, em condições diversas, com pouco ou nenhum sono”, afirma.

O trabalho desenvolvido pelo repórter a bordo da Volvo Ocean Race será regularmente apresentado nos principais meios de comunicação do mundo, em veículos como The Daily Telegraph, New York Times, Red Bull Mídia House e outras 242 emissoras em 83 canais de televisão em todo o mundo.

Mais de 2.000 candidatos se inscreveram na edição 2014-2015 e os organizadores estão esperando número ainda maior neste ano. Para tentar a vaga, os profissionais devem acessar o site da campanha e enviar resumo do seu trabalho. Os selecionados passarão para a próxima rodada, onde será realizada entrevista formal. Em seguida, será realizado o teste final.

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012