Preso suspeito de tortura no Batan


04/06/2008


Apontado pela polícia como o segundo homem na hierarquia da milícia na Favela do Batan, em Realengo — onde no último dia 14 uma equipe do jornal O Dia foi seqüestrada e torturada —, David Liberato de Araújo, de 32 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira, dia 4, por policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas e de Inquéritos Especiais (Draco/IE). Ele cumpria pena por roubo e receptação em regime semi-aberto no Presídio Plácido de Sá Carvalho, em Bangu. O inspetor da Polícia Civil Odinei Fernando da Silva, lotado na Delegacia da Penha, está sendo procurado pela polícia, suspeito de ser o chefe da milícia na localidade onde a equipe de reportagem foi atacada. Os dois acusados foram reconhecidos pelas vítimas por meio de fotografias.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012