14 de agosto de 2022

Alfredo Neves (1929-1930)

Foi difícil manter a ABI neutra num episódio que agitava todo o País, mas ele conseguiu organizar uma comissão de juristas para defender os associados ameaçados, ao mesmo tempo em que se manteve firme na luta para recuperar o fôlego financeiro da instituição e fez reformulações no Estatuto

Quando recebeu de Paulo Filho o cargo de Presidente da ABI, Alfredo da Silva Neves tinha 49 anos e já acumulava as funções de jornalista, médico, político e funcionário público. O período era agitado no meio jornalístico, com a imprensa dividida em dois grupos: o que apoiava a Aliança Liberal — em especial O JornalCorreio da ManhãDiário de NotíciasDiário Carioca e Jornal do Commercio — e o que apoiava o Governo de Washington Luís.

Foi difícil manter a ABI neutra num episódio que agitava todo o País, mas ele conseguiu organizar uma comissão de juristas para defender os associados ameaçados, ao mesmo tempo em que se manteve firme na luta para recuperar o fôlego financeiro da instituição e fez reformulações no Estatuto, introduzindo, entre outras, modificações que privilegiavam as necessidades sociais.

No fim do seu mandato, Alfredo Neves indicou Barbosa Lima Sobrinho para substituí-lo e fez um discurso no qual reafirmava o papel social da ABI.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012