26 de setembro de 2022


em greve


15/04/2008


Os funcionários do Le Monde, o maior jornal da França, seguem em greve contra o fim de 129 postos de trabalho na publicação. A paralisação fez com que o periódico não circulasse nesta terça-feira, 15, fato inédito nos últimos 32 anos. O site do jornal continua a ser alimentado, mas somente com notícias que não seriam publicadas na versão impressa. Em assembléia promovida na segunda-feira, os empregados votaram moção, pedindo a criação de um plano de demissões voluntárias. O grupo Le Monde também pretende vender ou extinguir alguns títulos e até editoras — como a Editions de l’Etoile, responsável pelos Cahiers du Cinema — consideradas deficitárias. Com o fim das editoras, o número de cargos extintos pode chegar a 170, sendo 90 deles nas redações. A dívida do Le Monde está estipulada em € 400 milhões.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012