ABI exibe filme sobre
o fim da Ditadura


23/08/2019


Analea Rego

A reconquista da liberdade de expressão e de manifestação é o tema da série documental “Depois do Vendaval” que a ABI exibe no dia 27 de agosto. Trata-se de um registro histórico sobre os movimentos populares que na década de 70 impulsionaram o fim da ditadura militar.

Dirigido por José Carlos Asbeg, Luiz Arnaldo Campos e Sérgio Péo, o documentário reúne imagens do movimento operário, do movimento estudantil e da Campanha da Anistia. As circunstâncias e os desafios enfrentados por quem na época ousava reivindicar democracia são relembrados através de depoimentos de lideranças destes movimentos.

As manifestações de rua a favor da anistia ampla geral e irrestrita permeiam o segmento “Liberdade, Liberdade”, que também registra o retorno dos exilados, em 1979. Entre eles o Betinho – o irmão do Henfil cuja volta o Brasil sonhava cantando “O Bêbado e a Equilibrista”.

No segmento “O Dia em Que a Terra Parou” destacam-se as greves de metalúrgicos em São Paulo e no Rio de Janeiro. São impactantes as imagens da assembleia de 60 mil trabalhadores grevistas no Estádio Municipal da Vila Euclides (São Bernardo do Campo/SP), em 1979.

A combatividade da infantaria dos movimentos populares é retratada no segmento “Coração de Estudante”. São inúmeras as cenas da resiliência do movimento estudantil desde o incêndio da sede da União Nacional dos Estudantes – UNE, na Praia do Flamengo/RJ, em 1964. O documentário registra raras imagens do quase clandestino Congresso de Reconstrução da entidade, em Salvador/BA, em 1979.

“Depois do Vendaval” faz parte do álbum de fotografias da família dos que acreditam na democracia e por ela se levantam. Reafirma que neste clã a interinidade e o compromisso de cada cidadão escrevem capítulos de uma mesma história.

documentário
DEPOIS DO VENDAVAL
27 de agosto, terça-feira
19h
Auditório da ABI – Rua Araújo Porto Alegre 71 – 7º andar
Entrada Franca

Mais informações: 2282 1292

“Os artigos do site não refletem, necessariamente, a opinião da Diretoria da ABI”