Venezuela: Maduro manda prender Leopoldo López


02/05/2019


Leopoldo López

A Justiça venezuelana revogou a medida de prisão domiciliária de Leopoldo López, um dos principais opositores do regime de Nicolás Maduro, que participou do levante fracassado liderado por Juan Guaidó na terça (30).

Em sua conta em uma rede social, o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela publicou que López violou as condições da detenção em casa e deu uma ordem para que ele seja preso.

A sentença de López é de 14 anos de prisão, dos quais cinco foram cumpridos.

Ele foi libertado da prisão domiciliar na madrugada de terça-feira (30) por um grupo de militares e funcionários do serviço de inteligência do governo que tinham se unido ao líder do parlamento e autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó.

No fim da terça, ele procurou asilo na embaixada da Espanha, onde se encontra até esta quinta-feira (2).

O serviço de inteligência é o responsável por cumprir a ordem de prisão emitida pela Justiça.

Casa de López foi roubada

Na quarta (1), sua casa foi invadida e roubada. Segundo a mulher do político, foram agentes do serviço de inteligência que entraram na residência.

Fonte: G1

“Os artigos do site não refletem, necessariamente, a opinião da Diretoria da ABI”