8 de agosto de 2022


Unesco promove educação midiática no Brasil


30/04/2019


Preocupada em capacitar os jovens brasileiros a terem senso crítico no consumo de informação via internet, a Unesco firmou convênio com o Instituto Palavra Aberta. A iniciativa vai oferecer capacitação de professores para trabalhar com o assunto junto a seus alunos.

O foco é discutir o acesso à informação no mundo digital e a função das mídias nas democracias. “Consideramos essencial a promoção da educação midiática e informacional diante da desinformação que vemos no ambiente da web. A informação real e de qualidade é um direito dos cidadãos e um pressuposto para uma sociedade democrática”, destacou a diretora da Unesco no Brasil, Marlova Noleto.

 

O ponto de partida do projeto é a elaboração de um currículo para a formação de professores. As diretrizes traçadas pela ONU para abordar o assunto servirão para orientar o programa e as instituições vão se articular para promover essa grade de conteúdos em cursos de Pedagogia (licenciatura) e Letras.

 

“Nosso contexto tem exigido frequentemente a reafirmação da liberdade de expressão como um pilar da democracia. Nesse sentido, por meio dos professores, estaremos formando uma geração de cidadãos com habilidade de acessar, analisar, criar e participar do mundo da informação digital, sempre com olhar analítico e crítico”, ressaltou a presidente-executiva do Palavra Aberta, Patricia Blanco.

 

Questões como a análise e produção de notícias, as reflexões sobre o papel da publicidade e o entendimento sobre o ambiente da desinformação são habilidades contempladas no Campo Jornalístico-Midiático da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para o ensino fundamental 2.

 

Fonte: Portal Imprensa

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012