9 de agosto de 2022


TVs católicas e evangélicas são as mais beneficiadas na gestão de Bolsonaro


25/10/2021


Publicado no portal 247

Das 166 outorgas e consignações digitais autorizadas, 40% foram concedidas a canais católicos e evangélicos.

Desde o início do governo Jair Bolsonaro, 67 concessões de TV aberta digital contemplaram entidades ligadas a grupos religiosos, revela reportagemdo jornal O Estado de S. Paulo.

Das 166 outorgas e consignações digitais autorizadas,  40% foram concedidas a canais católicos e evangélicos. A reportagem afirma ainda, que esse percentual pode ser ainda maior (55%) se contabilizadas as licenças para emissoras de aliados e a TV Brasil.

No ranking dos privilégios, a TV Canção Nova é a recordista em concessões. A emissora ligada à Igreja Católica recebeu 34 autorizações de retransmissoras de TV digital em cidades de Minas Gerais, São Paulo, Ceará e Paraná.

Em segundo lugar está a Rede Vida, também católica, que levou 17 licenças em Alagoas, Amapá, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Apesar de ter o apoio dos evangélicos, as emissoras protestantes tiveram uma fatia menor do bolo. Ainda de acordo com a reportagem, seis consignações e outorgas contemplaram canais da Igreja Batista da Lagoinha, TV Novo Tempo (adventista), Assembleia de Deus Amazonas e Rede Mundial, liderada pelo apóstolo Valdemiro Santiago.

____________________________________________________________

Foto site valorinveste

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012