Tribunal adia julgamento de repórteres de Sindicato


28/06/2016


egitoA Justiça do Cairo adiou para 2 de julho o julgamento de três membros do Sindicato dos Jornalistas Egípcios, acusados de abrigar profissionais procurados pela Justiça e publicar notícias falsas. Segundo o site al Bawaba News, o objetivo do adiamento das audiências foi para ouvir testemunhas de acusação.

O tribunal havia convocado Yehia Qalash, Khaled el-Balshy e Gamal Abdel Rahim para julgamento.

Os Portal de Imprensa publicou que os profissionais, acusados de abrigar fugitivos e divulgar notícias falsas sobre uma batida policial nas instalações do Sindicato, podem pegar até três anos de prisão. À época da condenação, o defensor dos jornalistas negou que eles tivessem cometido qualquer irregularidade.

Qalash, el-Balshy e Rahim haviam questionado a prisão dos repórteres Mahmoud El Sakka e Amr Badr, do site de oposição Bawabet Yanayer. Sem dar detalhes, o Ministério do Interior disse que ambos têm acusações criminais.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012