TRF garante sigilo telefônico da revista Época; A ABI se manifestou sobre o caso


02/12/2016


murilo-ramos-capa

Repórter Murilo Ramos

A Terceira Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª região suspendeu a decisão da juíza federal da 12ª Vara Federal de Brasília (DF), Pollyanna Kelly Alves, que determinou a quebra do sigilo telefônico do colunista Murilo Ramos, da revista Época, em agosto. Na ocasião, a Associação Brasileira de Imprensa se manifestou publicamente.

De acordo com a publicação, o TRF confirmou o habeas corpus concedido em caráter liminar pelo desembargador Ney Bello em 26 de outubro, ao defender que o sigilo da fonte é um direito do jornalista que deve ser preservado, exceto se for alvo de investigação criminal ou motivo de ordem maior.

“No momento que mais combatemos a corrupção e outros crimes, não podemos aceitar que se cometam outros crimes. Se não respeitarmos o sigilo da fonte, seguramente não teremos neste país uma imprensa que seja fonte de informações”, disse.

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012