Thomas Traumann deixa Secretaria de Comunicação após criticar o governo


19/03/2015


Thomas Traumann(Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Thomas Traumann (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

A presidente Dilma Rousseff aceitou nesta quarta-feira, dia 25, o pedido de demissão do ministro Thomas Traumann, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República(Secom), responsável pelas estratégias de relacionamento do Planalto com a imprensa e pela definição do destino das verbas publicitárias do governo federal.

Traumann assumiu o comando da Secom em 2014, após ocupar o cargo de porta-voz na primeiro mandato de Dilma Roussef na Presidência da República.

Em nota oficial divulgada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República, Dilma Roussef agradeceu a competência, dedicação e lealdade do ex-ministro. A presidenta Dilma Rousseff aceitou hoje, 25, o pedido de demissão do ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann.  A presidenta agradeceu a competência, dedicação e lealdade de Traumann no período como ministro e porta-voz, diz o comunicado.

A saída de Traumann, que é jornalista, ocorre uma semana após o vazamento de um documento interno da Secom contendo críticas à política de comunicação do governo federal. O texto afirma que a estratégia adotada pelo governo federal é “errática” e que o cenário atual é de “caos político”.

twitter-thomas-traumann1Após o vazamento, Traumann tirou férias por seis dias, tendo retornado ao Ministério nesta terça-feira, dia 24, e minutos após a publicação do pedido de demissão, postou no Twitter mensagens de despedida e trechos da música “Novos Rumos”, de autoria de Paulinho da Viola.

De acordo com informações da Secretaria de Imprensa, o atual secretário-executivo da Secom, Roberto Messias, assumirá o comando da pasta de forma interina, até que Dilma Roussef nomeie um sucessor.

Traumann é o terceiro ministro a deixar o cargo no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff. Além dele, saíram Cid Gomes (Educação), substituído interinamente por Luiz Cláudio Costa; e Marcelo Néri (Secretaria de Assuntos Estratégicos), substituído por Roberto Mangabeira Unger.

Domingos Meirelles e Thomas Traumann na solenidade de posse da nova diretoria da ABI (Crédito: DiPaola)

Meirelles e Traumann na  posse da nova Diretoria da ABI

Liberdade de expressão

Representando a presidente Dilma, o ex-ministro da Secom participou da cerimônia de posse  do jornalista Domingos Meirelles na Presidência da ABI, em 1º de dezembro de 2014, no Teatro Sesc Ginástico, Centro do Rio. Em seu discurso, Traumann exaltou a carreira de Meirelles. “Domingos foi o responsável por reportagens exemplares, um jornalismo que ultrapassa a declaração, que contextualiza o fato. É o encontro de uma instituição centenária na defesa da liberdade de expressão.

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012