Secretários de Segurança debatem ações para proteger jornalistas


14/02/2014


 

Reunião de Secretários de Segurança Pública ( Reprodução TV Globo/SE)

Reunião de Secretários de Segurança Pública
( Reprodução TV Globo/SE)

A segurança dos profissionais da imprensa de todo o País foi um dos principais assuntos discutidos durante o 38º Encontro de Segurança Pública do Nordeste e a 53ª Reunião Ordinária do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública, realizadas nesta quinta-feira, 13, em Aracaju, Sergipe.

A abertura do evento foi feita pelo Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, e o governador de Sergipe, Jackson Barreto.

—A liberdade de expressão será garantida, assim como a segurança de quem se manifesta. Aquele que violar a lei utilizando as manifestações receberá a punição devida, afirmou o ministro José Eduardo Cardoso.

O Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Fernando Grella, disse que para garantir a segurança dos jornalistas pretende cadastrá-los para facilitar a identificação.

—A Polícia Militar do Estado de São Paulo mandou confeccionar 200 coletes da cor azul  para serem disponibilizados aos jornalistas. É uma medida de cautela para que a PM possa visualizar melhor o profissional da imprensa.

Segurança na Copa do Mundo

Durante o encontro, as autoridades discutiram ainda temas relacionados ao combate ao crack e à segurança pública durante a Copa do Mundo.

—Para os estados que vão sediar os jogos da Copa, a garantia do reforço de policiais está em implantação. Toda a tecnologia está preparada, além do treinamento de policiais, informou Alexandre Bustamante, Secretario da Segurança Pública do Mato Grosso (MT).

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012