3 de dezembro de 2022


Ronaldo ‘Fenômeno’ deve pagar R$ 30 mil a fotógrafo


07/07/2017


 

O jornalista José Avelino Neto, da Gool (Imagem: Reprodução)

Ronaldo Nazário, o “Fenômeno”, foi condenado a pagar R$ 30 mil reais de indenização ao jornalista José Aveline, que durante a realização da Copa do Mundo de 2002 flagrou o então atacante da seleção junto de Ronaldinho Gaúcho em uma balada na cidade de Seogwipo, na Coreia do Sul. Na ocasião, o ex-jogador percebeu que fora fotografado e tomou a câmera do profissional, que tinha autorização da casa noturna para portar o equipamento.

A decisão foi tomada pela 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, no dia 28 de junho, mas Ronaldo ainda pode recorrer. O episódio completou 15 anos no último dia 8 de junho.

Entenda o caso:

Após a vitória do Brasil sobre a China na primeira fase do campeonato, em 8 de junho de 2002, Aveline flagrou Ronaldo, Ronaldinho Gaúcho, Roque Júnior e Roberto Carlos em uma casa noturna de Seogwipo. O jornalista relatou ao portal que o então camisa 9 da seleção tomou o equipamento de sua mão, passou a um segurança particular e não devolveu. “Eu estava fotografando o Gaúcho com sua autorização. O Ronaldo achou que eu queria fotografá-lo e teve essa atitude inadequada”, lembrou.

Na época, o jornalista teve o apoio da Associação de Cronistas Esportivos Gaúchos (Aceg), da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors).

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012