1 de outubro de 2022


Repórter sudanesa ganha a liberdade


08/09/2009


A jornalista sudanesa Lubna Hussein, condenada nesta segunda-feira, dia 7, por usar calças compridas, ato considerado ofensivo na cultura muçulmana, foi libertada nesta terça-feira, dia 8, após o pagamento de multa no valor de U$ 200, pelo Sindicato de Jornalistas do Sudão Lubna. A sentença estabelecia o pagamento de multa ou prisão durante 30 dias, em troca da pena de 40 chicotadas. A jornalista, que foi presa em Cartum, no último mês de julho, juntamente com outras 12 mulheres que usavam calças compridas, não aprovou o pagamento da multa pelo sindicato alegando ter sido uma solução para abafar o caso, que ganhou repercussão internacional.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012