Rabelo era combativo como poucos, alegre, estava em todas as manifestações


29/12/2021


Por Eliara Santana, publicado no seu blog.
Com muita tristeza informo a morte, nesta madrugada, do grande jornalista mineiro José Maria Rabelo. Um dos ícones da imprensa não corporativa, José Maria fundou o jornal Binômio. Foi perseguido pela ditadura e teve de se exilar no Chile. Lembro-me muito dele nas reuniões do grupo de jornalistas que se reunia no Sindicato dos Jornalistas de Minas para discutir o golpe que se avizinhava já em 2015 – sempre gentil e com uma lucidez impressionante sobre o cenário político. Era combativo como poucos, alegre, estava em todas as manifestações. Uma pena que não esteja para ver a o fim desse processo nefasto que jogou o Brasil no abismo e a posse de Lula em 2023 – mas desconfio que estará vibrando de onde estiver. Deixo um abraço forte à família tão bonita – o filho Fernando Rabelo, as filhas Monica Rabelo e Sagarana Patricia Rabelo.
José Maria Rabelo presente
(Foto do filho Fernando Rabelo)

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012