14 de agosto de 2022


Prêmio Vladimir Herzog destaca Direitos Humanos


07/08/2020


 

Ao eleger, nesta sexta-feira, 7, os ganhadores do Prêmio Vladimir Herzog nas categorias especiais (Carreira e Em Memória), a Comissão Organizadora do Prêmio, formada por 14 entidades, escolheu o caminho  de homenagear jornalistas que têm se destacado pela defesa dos Direitos Humanos, em suas várias dimensões.

Em destaque, a luta contra o racismo, que deu o Prêmio “Em Memória” ao jornalista Luis Gama, do século XIX e que havia sido engolido pela história. Na categoria “Carreira” foram dois nomes escolhidos: o da jornalista Sueli Carneiro, que deu uma nova forma na cobertura sobre os negros – particularmente da questão da mulher negra. O outro nome é a Laerte, chargista que completa 50 anos de carreira e tem forte militância no movimento LGBT.

Luis Gama, jornalista e ativista contra a escravidão, fundou em 1864 o jornal Diabo Coxo, ao lado de Agostini, o grande chargista da época. Dois anos depois fundou também o Cabrião, jornal que foi várias vezes apreendido pela polícia. Tentou ser advogado, mas a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco não o aceitou por ser negro. Mesmo assim, como rábula, libertou muitos escravos com petições consideradas revolucionárias para a época.

Laerte, que completa, agora em 2020, 50 anos de carreira e tem uma forte presença no jornalismo diário com suas charges na Folha de S. Paulo e milita também no meio sindical.

Sueli Carneiro foi, durante anos, articulista do Correio Brasiliense e deu uma contribuição definitiva para que a imprensa, de uma forma geral, passasse a abordar a questão racial de maneira inovadora.

Esta foi a primeira etapa do processo, com a indicação das duas categorias especiais. A partir da próxima semana, os jurados passam a analisar os trabalhos das demais categorias: arte, texto, vídeo, áudio, multimídia e foto.

A entrega virtual dos prêmios de todas as categoriais será no dia 25 de agosto.

A Comissão Organizadora é atualmente constituída pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo; Associação Brasileira de Imprensa; Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo; Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil; Ordem dos Advogados do Brasil – Secção São Paulo; Federação Nacional dos Jornalistas; Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo; Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo; Conectas Direitos Humanos, Coletivo Periferia em Movimento, Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil; Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo; Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação e Instituto Vladimir Herzog.

O Prêmio Vladimir Herzog está em sua 42ª  edição.

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012