18 de agosto de 2022


Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo anuncia vencedores de sua 11ª edição


19/11/2014


Aconteceu na noite da última segunda-feira, 24 de novembro, a cerimônia de entrega do 11º Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo. O evento, realizado na Câmara Municipal de São Paulo, laureou reportagens de excelência, veiculadas na imprensa nacional entre os dias 8 de abril de 2013 a 7 de abril de 2014. O jornalista Gilberto Dimenstein, idealizador do site Catraca Livre, foi eleito o “Destaque do Ano”, em reconhecimento às suas contribuições para a mídia brasileira.

A premiação distribuiu R$ 72 mil em dez categorias. A equipe do jornal Folha de S. Paulo conquistou o “Grande Prêmio Líbero Badaró” pela reportagem “A Batalha de Belo Monte”. O diário paulistano também conquistou o prêmio na modalidade “Ilustração”, com o desenho “Protestos”, de Angeli.

Uma das categorias recordistas de inscrições neste ano, “Webjornalismo” ficou com o portal G1 pela matéria “Bye, Bye, Brasil: 35 anos depois”.  Na categoria “Jornalismo universitário”, o prêmio ficou com os estudantes da Universidade de Brasília (UnB), com a matéria “Ausentes – eles estão em algum lugar do outro lado da fronteira”.

“Jornal Imprenso” também recebeu número recorde de concorrentes. Quem levou o prêmio foi o jornal O Dia (RJ), com a matéria “Revelações do Coronel Malhães”. Ainda no meio impresso, o prêmio de “Primeira Página” ficou com o jornal Diário Catarinense (SC) pela capa “Mais ordem do que progresso”. Em “Radiojornalismo”, a EBC de São Paulo foi vencedora com o especial “A América Latina e o Golpe de 1964 no Brasil”.

Na categoria “Fotojornalismo”, o vencedor foi o jornal O Estado de S. Paulo (RJ), pela imagem “Em defesa da Democracia”. Já em “Reportagem cinematográfica”, a TV Record (SP) ficou com o prêmio com a matéria “Laranjas do sertão”. No prêmio dedicado ao “Telejornalismo”, a TV Globo (RJ) foi agraciada pela série “Pedofilia em Coari (AM)”. E finalmente na categoria “Cobertura internacional”, o Estadão ganhou mais uma vez, com a matéria “Sudão do Sul: A guerra esquecida”.

Iniciativa da Revista e Portal Imprensa, o Prêmio Líbero Badaró tem apoio institucional da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Instituto Palavra Aberta, Artigo 19, Intercom, e Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS).

 

* Com informações do Portal Imprensa. Postado por Igor Waltz. 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012