Prêmio Jabuti anuncia vencedores da edição 2014


Por Cláudia Souza

16/10/2014


jabutif1

Os organizadores do Prêmio Jabuti divulgaram na tarde desta quinta-feira, dia 16, os três primeiros colocados das 27 categorias da premiação. Entre os vencedores estão Rubem Fonseca (conto), Laurentino Gomes (reportagem), Lira Neto (biografia) Bernardo Carvalho (romance), Marina Colasanti (infantil), Meire de Oliveira (ilustração), Ricardo Azevedo (juvenil) e Renato Moriconi (ilustração infantil ou juvenil).

Nesta 56.ª edição do Prêmio Jabuti foram inscritos 2.240 livros publicados em 2013. Já em 2012 concorreram 2.050 obras.

O primeiro colocado de cada categoria recebe R$ 3.500 e o Troféu Jabuti. Os demais recebem a estatueta.

A curadoria do Jabuti reconheceu o valor da regra que limita a nota de oito a dez ao apurar o resultado da categoria Contos e Crônicas, na qual ocorreu  um empate no terceiro lugar entre Antonio Prata, com “Nu, de botas” (Cia das Letras), e Milton Hatoum, com “Um solitário à espreita” (Cia das Letras). As duas obras obtiveram a mesma média final e serão, portanto, premiadas.

A cerimônia de premiação está marcada para o dia 18 de novembro, no Auditório do Ibirapuera, quando serão revelados os vencedores das categorias Livro do Ano Ficção e Livro do Ano Não Ficção. Além do troféu, os vencedores destas duas categorias recebem R$ 35 mil.

Veja a lista dos vencedores do prêmio:

Categoria 1 – Capa

1º lugar – “A São Paulo de German Lorca” (Imesp), de Edson Lemos

2º lugar – “Graffiti fine art” (Sesi), de Raquel Matsushita

3º lugar – “Murphy” (Cosac & Naify), de Paulo André Chagas

Categoria 2 – Ilustração

1º lugar – “Brasil – Imagens sob a ótica da artista Meire de Oliveira” (Meire de Oliveira), de Meire de Oliveira

2º lugar – “Storynhas” (Cia das Letras), de Laerte

3º lugar – “Decameron: Giovanni Boccaccio” (Cosac & Naify), de Alex Cerveny

Categoria 3 – Ilustração de livro infantil ou juvenil

1º lugar – “Bárbaro” (Cia das Letras), de Renato Moriconi

2º lugar – “Naninquiá – a moça bonita” (DCI), de Ciça Fittipaldi

3º lugar – “Conselho” (Stamppa), de Odilon Moraes

Categoria 4 – Arquitetura e Urbanismo

1º lugar – “As minas de ouro e a formação das capitanias do sul” (Via das Artes), de Nestor Goulart Reis Filho

2º lugar – “Preservação e restauro urbano: intervenções em sítios históricos industriais” (Fap-Unifesp), de Manoela Rossinetti Rufinoni

3º lugar – “Cidadela da liberdade: Lina Bo Bardi e o Sesc Pompéia” (Sesc), de André Vainer e Marcelo Ferraz.

Categoria 5 – Artes e Fotografia

1º lugar – “Walter Zanini: escrituras críticas” (Annablume), organização de Cristina Freire

2º lugar – “Marcello Grassmann 1942-1955” (Edusp), de Mayra Laudanna, Leonardo Kossovitch

3º lugar – “Norberto Nicola – trama ativa” (Imesp), organização de Denise Mattar

Categoria 6 – Biografia

1º lugar – “Getúlio – Do governo provisório à ditadura do Estado Novo (1930-1945)” (Cia das Letras), Lira Neto

2º lugar – “Wilson Baptista – o samba foi sua glória!” (Casa da Palavra), de Rodrigo Alzuguir

3º lugar – “O castelo de papel” (Rocco), de Mary del Priore

Categoria 7 – Ciências Exatas, Tecnologia e Informática

1º lugar – “Estrutura atômica, ligações e estereoquímica” (Edgard Blucher), de Henrique Eisi Toma

2º lugar – “O cerne da matéria – A aventura científica que levou à descoberta do bóson de Higgs” (Cia das Letras), de Rogério Rosenfd

3º lugar – “Ciência do futuro e futuro da ciência: redes e políticas de nanociência e nanotecnologia no Brasil” (UERJ), de Jorge Luiz dos Santos Junior

Categoria 8 – Ciências Humanas

1º lugar – “O mapa que inventou o Brasil” (Versal), de Júnia Ferreira Furtado

2º lugar – “Atlântico: A história de um oceano” (Civilização Brasileira), vários autores

3º lugar – “Compêndio de Ciência da Religião” (Paulinas), de Frank Usarski e João Décio Passos

Categoria 9 – Ciências Naturais

1º lugar – “Livro vermelho da flora do Brasil” (Andrea Jakobsson), organizado por Gustavo Martinelli e Miguel Avila Moraes

2º lugar – “Peixes do Rio Madeira” (Dialeto), vários autores

3º lugar – “Guia dos anfíbios da Mata Atlântica – Diversidade e biologia” (Anolis), vários autores

Categoria 10 – Ciências da Saúde

1º lugar – “Tratado de oncologia” (Atheneu), de Paulo Marcelo Gehm Hoff

2º lugar – “Medicina respiratória” (Atheneu), de Carlos Alberto de Castro Pereira

3º lugar – “Medicina intensiva – fundamentos e prática” (Atheneu), de Dante Senra

Categoria 11 – Comunicação

1º lugar – “Mídia e política na América Latina – Globalização, democracia e identidade” (Civilização Brasileira), de Carolina Matos

2º lugar – “Comunicação ubíqua: repercussões na cultura e é na educação” (Paulus), de Lucia Santaella

3º lugar – “O rosto e a máquina: o fenômeno da comunicação visto dos ângulos humano, medial e tecnológico” (Paulus), de Ciro Marcondes Filho

Categoria 12 – Contos e Crônicas

1º lugar – “Amálgama” (Nova Fronteira), de Rubem Fonseca

2º lugar – “Você verá” (Record), de Luiz Vilela

3º lugar – “Nu, de botas” (Cia das Letras), de Antonio Prata

3º lugar – “Um solitário à espreita” (Cia das Letras), de Milton Hatoum

Categoria 13 – Didático e paradidático

1º lugar – “Alfabeto escalafobético” (Raquel Matsushita), de Claudio Fragata

2º lugar – “Para ler e ver com olhos livres” (Nova Fronteira), de Flávia Aidar e Januária Cristina Alvesibi

3º lugar – “Crônicas da norma: pequenas histórias gramaticais” (Callis), vários autores

Categoria 14 – Direito

1º lugar – “Como decidem as cortes? – Para uma crítica do direito brasileiro” (FGV), de José Rodrigo Rodriguez

2º lugar – “Série IDP – Comentários à Constituição do Brasil (Saraiva), org. Ingo Wolfgang Sarlet, Lenio Luiz Streck, Gilmar Ferreira Mendes, Léo Ferreira Leoncy

3º lugar – “Fundamentos para uma teoria jurídica das políticas públicas” (Saraiva), de Maria Paula Dallari Bucci

Categoria 15 – Economia, Administração e Negócios

1º lugar – “Os limites do possível” (Cia das Letras), de André Lara Resende

2º lugar – “O futuro da indústria no Brasil” (Civilização Brasileira), de Edmar Bacha e Monica de Bolle.

3º lugar – “Monarquia, liberalismo e negócios no Brasil: 1780-1860” (Edusp), de Izabel Marson e Cecília Oliveira

Categoria 16 – Educação

1º lugar – “Tenho um aluno surdo, e agora? Introdução à Libras e educação de surdos” (Edufscar), organizado por Cristina Lacerda e Lara Santos

2º lugar – “Aberturas para história da educação” (Autores Associados), de Dermerval Saviani

3º lugar – “Na trilha da gramática – conhecimento linguistíco na alfabetização e letramento” (Cortez), de Luiz Carlos Travaglia

Categoria 17 – Gastronomia

1º lugar – “Expedição Brasil gastronômico – MG, RJ, PE, CE, RN, AM” (Melhoramentos), de Guta Chaves e Dolores Freitas

2º lugar – “Os banquetes do imperador” (Senac), de Francisco Lellis e André Boccato

3º lugar – “Sou barista” (Senac), de Concetta Marcelina e Cristiana Couta

Categoria 18 – Infantil

1º lugar – “Breve história de um pequeno amor” (FTD), Marina Colasanti

2º lugar – “Da guerra dos mares e das areias: fábula sobre as marés” (Quatro Cantos), de Pedro Veludo

3º lugar – “Poemas que escolhi para crianças” (Moderna), Ruth Rocha

Categoria 19 – Juvenil

1º lugar – “Fragosas brenhas do Mataréu” (Ática), de Ricardo Azevedo

2º lugar – “As gêmeas da família” (Globo), de Stella Maris Rezende

3º lugar – “Uma escuridão bonita” (Pallas), de Ondjaki

Categoria 20 – Poesia

1º lugar – “Bernini – poemas 2008-2010” (Horácio Costa), de Horácio Costa

2º lugar – “Jardim da delícias” (Marcus Vinícius Quiroga), de Marcus Vinícius Quiroga

3º lugar – “Ximerix” (Cosac & Naify), de Zuca Sardan

Categoria 21 – Psicologia e Psicanálise

1º lugar – “O avesso do imaginário” (Cosac & Naify), de Tania Rivera

2º lugar – “Antígona e a ética da psicanálise” (Zahar), de Ingrid Vorsatz

3º lugar – “Onde tudo acontece – cultura e psicanálise no século XXI” (José Olympio), de Giovanna Bartucci

Categoria 22 – Reportagem

1º lugar – “1889” (Globo), de Laurentino Gomes

2º lugar – “Holocausto brasileiro” (Geração Editorial), de Daniela Arbex

3º lugar – “Um gosto amargo de bala” (José Olympio), de Vera Gertel

Categoria 23 – Romance

1º lugar – “Reprodução” (Cia das Letras), de Bernardo Carvalho

2º lugar – “A maçã envenenada” (Cia das Letras), de Michel Laub

3º lugar – “Opisanie swiata” (Cosac & Naify), de Verônica Stigger

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012