Pesquisa elege o pior do jornalismo nos EUA em 2014


Por Cláudia Souza*

30/12/2014


 cjr-logo

A revista Columbia Journalism Review (CJR) publicação bimestral da Universidade de Jornalismo de Columbia, nos EUA, elegeu o pior do jornalismo norte-americano em 2014. Entre os “vencedores” está o âncora da CNN Don Lemon. Um dos os exemplos de desrespeito ao Jornalismo, a CJR cita uma reportagem assinada por Dan Lenon para a revista Rolling Stone, e um especial veiculado pelo canal de televisão norte-americano CBS.

A reportagem publicada na Revista Rollinng Stone tratava de um caso de estupro, que mais tarde acabou revelando-se uma farsa. Um programa especial do canal CBS para o programa “60 Minutes” sobre o ebola foi citado como exemplo de mau jornalismo, já que a reportagem comentou a situação das vítimas da doença, incluindo os médicos afetados, mas não entrevistou nenhuma fonte diretamente envolvida.

De acordo com especialistas, notícias contendo informações errôneas ou ausentes de conteúdo repercutem rapidamente nas mídias e entre a sociedade, de uma forma geral. Imediatamente, manifestações e boicotes são organizados com expressiva participação popular. Contudo, os acontecimentos, embora graves, costumam ser esquecidos rapidamente diante da grande massa de informação veiculada na internet.

CNN

Um dos âncoras mais respeitados da Cable News Network (CNN), Don Lemon contribuiu para a liderança da cobertura da rede de TV em 2014. Em certa ocasião Lemon  comparou bater em crianças como exemplo para treinamento de cães. Em outro momento, em meio às supostas acusações de estupro por parte do artista Bill Cosby, Don Lenon  teria afirmado: “Você sabe, existem maneiras de não fazer sexo oral se você não quiser fazê-lo … Ou seja, o uso de dentes, certo?”

Dias depois, surgiram protestos violentos em Ferguson, em Missouri, EUA, após Lemon afirmar ao vivo na TV que “obviamente, há um cheiro de maconha no ar na região.”

Em março último, ao comentar o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines, Lemon afirmou em entrevista com um especialista em desastres aéreos que a aeronave poderia “ter sido engolida por um buraco negro.”

— Sei que pode parecer um absurdo, mas será mesmo um absurdo?”questionou o repórter.

Leia  mais no endereço: http://www.cjr.org/darts_and_laurels/the_worst_journalism_of_2014.php?page=all#sthash.SH0PfNjQ.dpuf

Fontes: CNN, CJR, agências internacionais

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012