11 de agosto de 2022


Pelé, Dominguinhos, Lava Jato e García Márquez aqui


19/02/2021


DICAS DA SEMANA

PELÉ, DOMINGUINHOS, LAVA

JATO E GARCÍA MÁRQUEZ AQUI

”Acabou nosso carnaval/Ninguém ouve cantar canções/Ninguém passa mais/Brincando feliz/E nos corações/Saudades e cinzas/Foi o que restou/Pelas ruas o que se vê/É uma gente que nem se vê/Que nem se sorri/Se beija e se abraça/E sai caminhando/Dançando e cantando/Cantigas de amor/E no entanto é preciso cantar/Mais que nunca é preciso cantar/É preciso cantar e alegrar a cidade/A tristeza que a gente tem/Qualquer dia vai se acabar/Todos vão sorrir/Voltou a esperança/É o povo que dança/Contente da vida/Feliz a cantar”… – Vinicius de Morais, autor da Marcha da Quarta-Feira de Cinzas. O Poetinha adivinhava o futuro e hoje estamos nós aí nesse quadro negro que mostra a letra da música. Mas, como diz Chico Buarque em um samba: Vai passar… E se deliciem: hoje começa a série semanal de lives de Sandra Sá e o Festival Toca, em uma homenagem a Dominguinhos com Lucy Alves entre os artistas. Sandra de Sá também faz show. A partir de terça-feira, vejam um documentário sobre Pelé na Netflix que também tem Gabriel García Márquez com Bill Clinton. Curtam ainda um finalzinho de carnaval nas playlists da Sebastiana. As mudanças de jogos entre os canais é discutida na ABI Esporte e a Lava Jato está  em pauta no Jornalismo com Teresa Cruvinel. Filmes como Ladrões de Cinema no Cineclube Macunaíma e Cuba e o cameraman na Netflix, são duas pedidas. Livro narrando um estupro real de uma diretora da TV Globo está em pré-venda.E há mais, muito mais. Divirtam-se e vamos gritar para ter vacina. Os fura-filas têm que acabar. Boa semana.

FIM DE CARNAVAL VIRTUAL

CARNAVAL EM CASA – Estão no ar as playlists Carnaval em casa, organizada pela Sebastiana, em parceria com a Amazon Music. As listas são dos blocos Simpatia é quase amor, Suvaco do Cristo, Barbas, Carmelitas, Escravos da Mauá, Meu bem, volto já, Gigantes da Lira, Virtual e Baile da Sebastiana e  podem ser acessadas em https://music.amazon.com.br/playlists/B08W5G4RWN.

SAMBAS DA BEIJA-FLOR – Neguinho da Beija-Flor gravou os dez sambas da agremiação para o carnaval de 2022 e o disco foi lançado esta semana para que o público escolha seus favoritos ao longo dos próximos meses de distanciamento social. No streaming.

17hs – De hoje até o dia 22, os blocos MEU BEM VOLTO JÁ e ESCRAVOS DA MAUÁ  lançam o projeto Do Leme à Praça Mauá – Histórias e músicas do carnaval carioca, no canal do YouTube Histórias e Músicas do Carnaval Carioca. Com roteiro e direção de Pedro Monteiro, a série terá 12 programas, de sete a dez minutos, que vão  contar curiosidades sobre sambas e compositores que fizeram sucesso na folia da cidade entre os anos 1990 e os dias atuais.

ENTREVISTAS

19h30 – 22/2 (2ª feira)- ABI ESPORTEo jornalista Marcos Gomes apresenta o programa com a pauta Mudança nos canais esportivos da Tv.: o Campeonato Carioca saiu da Globo e foi para a Record; a Fórmula 1 depois de 41 anos deixou a Globo e está na Band; o Esporte Interativo agora é TNT Sports, enquanto que o Canal Fox Sports encerrou seus programas esportivos ao vivo. Dois especialistas no assunto participam do ABI ESPORTE: os professores Pedro Trengrouse (FGV) e Anderson Santos (ReNEme), além do jornalista Bruno Balacó do portal Torcida K.

19h30 – 24/2 (5ª feira) – ABI NO JORNALISMO – a Lava Jato em debate com as jornalistas Teresa Cruvinel, ex-diretora da EBC; Andrea Penna, diretora de Jornalismo da ABI; e o jornalista, escritor, ex-preso político e vice-presidente da ABI, Cid Benjamin.

SÉRIES

GLOBOPLAY

Homeland –a oitava e última temporada da série vencedora do Globo de Ouro e do Emmy traz os desfechos da trama de espionagem e da jornada de Carrie Mathison (Claire Danes), em recuperação após meses aprisionada na Rússia. Seu corpo está se curando, mas sua memória continua fraturada, sendo um problema para Saul (Mandy PAtinkin).

Doutor Castor – a história do contraventor Castor de Andrade e sua participação no futebol (Bangu), no carnaval (Mocidade de Padre Miguel) e no crime organizado no Rio de Janeiro.

NETFLIX –

Por trás de seus olhos: a série conta a história da mãe solo Louise (Simona Brown). Ela tem um caso com o chefe, o psiquiatra David (Tom Baterman), mas sua vida muda de rumo depois que ela faz amizade com a mulher dele, Adele (Eve Hewson), e se envolve em uma rede de segredos, mentiras e dissimulações.

Amigas para sempre: duas vizinhas se conhecem aos 14 anos e constroem uma amizade profunda que atravessa a vida de ambas desde a primeira menstruação (1974) até os anos 2000, quando passaram dos 40. É nesse trilho que correm os acontecimentos de Amigas para sempre. A série tem 10 episódios e começa quando Tully (Ali Skovbye) se muda para uma casa próxima de Kate (Roan Curtis). O resto é spoiler. Melhor ver.

STARZPLAY – Little birds: inspirada nos contos eróticos da Anaïs Nin, a trama acompa há a herdeira nova-iorquina Lucy Savage (June Temple), recém saída de um transatlântico e pronta para o amor e casamento. Mas, quando seu marido, Hugo (Hugh Skinner), não a recebe do jeito que esperava, ela se volta para o diverso e degenerado munod de Tânger, em 1955.

PRIME VIDEO – O internato: produção espanhola com oito episódios e se passa em um colégio interno, onde crianças rebeldes vivem sob rígida disciplina escolar para que possam ser reintegradas à sociedade. A escola, cercada por uma floresta repleta de lendas, fica nas montanhas, perto de um antigo mosteiro, completamente isolada do mundo exterior.

FILMES

18 hs – 23/2 (3ª feira)- CINECLUBE MACUNAÍMALadrões de Cinema, de Fernando Coni Campos, com Grande Otelo, Milton Gonçalves, Ruth de Souza, Léa Garcia, Antônio Pitanga, Lutero Luiz, Procópio Mariano, Rodolfo Arena, Célia Maracajá e Jesus Chediak. A música é de Mano Décio da Viola e a fotografia de Sérgio Sanz. Às 19h48, terá início o debate depois da exibição do filme com Silvio Tendler, Maurício Fagundes (Soca), Luís Abramo e Noilton Nunes. A mediação pe de Ricardo Cota

MUBI – Arlequina em Aves de Rapina: Cathy Yan, ex-repórter chinesa, dirigiu seu primeiro filmes de super-herói de Hollywood, após se inspirar em Dead pigs (Porcos mortos), sobre 16 mil porcos boiando no principal rio de Xangai, o Huangpu. O filme mostra a desigualdade social e especulação imobiliária na China. Vencedor de melhor elenco no Festival Sundance em 2018.

NETFLIX

PELÉ – produção britânica liderada pelo cineasta Kevin Macdonald, vencedor do Oscar de melhor documentário de longa metragem por Munique1972:Um dia em Setembro. Pelé está disponível a partir do dia 23/2 (3ª feira). Pretende apresentar o nosso maior jogador de futebol às gerações não contempladas por vê-lo jogar. O Rei emociona duas vezes ao longo de quase duas horas. Uma ao falar do título mundial que venceu ainda menor de idade e outra ao lembrar do que sentiu na véspera da final de 1970. Mostra ainda a postura de Pelé frente à ditadura militar. Há depoimentos de ex-jogadores, artistas, jornalistas e políticos.

O tigre branco – filme indiano do americano de família iraniana, Ramin Bahrani. Retrata a história de Balram, um jovem ambicioso que se torna motorista de uma família rica indiana e que passa a questionar sua posição de servidão. Priyanka Chopra, que faz  o papel de Pink, é a mais bem paga figura de Bollywood o que ajudou a divulgar o filme considerado o “Parasita” (que levou o o Oscar de 2020) indiano.

Cuba e o cameraman – excelente documentário de 1h53m sobre Cuba e sua história recente do nova-iorquino Jon Alpert que ficou amigo de Fidel Castro, após visitar a ilha por 40 anos. Ele filmou a vida de três famílias nesse período: Cristóbal, Angel, Gregorio e Lilo Borrego, camponeses das cercanias de Havana; depois o guia Luis Amores, típico “malandro” cubano que vive de bicos; por último, a menina Caridad e, mais tarde, seu filho Wilder. Ao mesmo tempo, acompanhamos os sucessos e fracassos da revolução. É um retrato honesto e tocante.

Relatos do mundo – western clássico de Paul Greengrass. Parece ter se inspirado na invasão do Capitólio em Washington embora tenha sido filmado antes, mas pela maneira como apresenta o permanente estado de confronto que prevalece nos EUA – o que pode trazer à memória, a Guerra de Secessão entre o Norte liberal e o Sul escravocrata. O diretor ilustra o radicalismo de certos grupos que compõem a sociedade sem maniqueísmos, demonstrando que os diferentes lados têm suas falhas. Para problemas como xenofobia e racismo, Greengrass sugere um diálogo desarmado como solução. Com Tom Hanks ( capitão Jefferson Kidd) que,cinco anos após o fim da Guerra Civil, cruza o caminho de uma menina de 10 anos levada pelo povo Kiowa. Além de tintas políticas também é um longa sobre culpa e paternidade.

Joan Didion:The center will not hold – documentário de Griffin Dunne. Uma longa entrevista com a escritora Joan Didion, um expoente da literatura norte-americana, que inspirou o filme feita pelo diretor, seu sobrinho.

Gabo: A criação de Gabriel Garcia Márquez – e suas narrações cheias de fantasias. O filme tem entrevistas, imagens de arquivo e a participação de Bill Clinton. Fã de Cem anos de solidão, ele conta como a escrita fina de García Márquez quase mudou a História do embargo americano a Cuba.

GLOBOPLAY E YOUTUBE – Estrada para perdição, de Sam Mendes. Tom Hanks faz um gângster com desenvoltura e é um espetáculo ver o lendário  Paul Newman e Hanks, de escolas diferentes, contracenando. Ela e o marido tiveram sucesso na literatura e o jornalismo. Há muitas fotos e filmes. O casal conhecia os famosos que frequentavam suas festas como Janis Joplin e Jim Morrison. Um dia tudo desapareceu.

GLOBOPLAY – O Bem-Amado: qiuem não assistiu em 1973 ou quiser rever é um programão atualíssimo. Dias Gomes era um gênio e o elenco, maravilhoso.

PRIME VÍDEO:

7ª Mostra MOOSFILM de cinema soviético e russo – abertura – no canal da CPC –UMES Filmes no YouTube. São 22 filmes de gêneros variados na programação deste semestre como Derzu Uzala, do Akira Kurosawa.Cada filme estará disponível toda sexta-feira, a partir das 19 hs e poderá ser assistido até às 19 hs de domingo: http://bit.ly/CPCUMESFilmes . A programação do primeiro semestre é a seguinte: 26/2: A Ascensão. Em março: 5/3 – A balada do soldado; 12/3 – Quando voam as cegonhas; 19/3 – Tigre Branco; 26/3 – Caminho para Berlim; Abril: 2/4 – Amigos Verdadeiros; 9/4 – Estação BielorRússia; 16/4 – A prisioneira do Cáucaso; 23/4 – A vida é maravilhosa; 30/4 – O homem do Boulevard des Capucines; Maio: 7/5 – Eles lutaram pela pátria; 14/5 – Cidade Zero; 21/5 – O mensageiro; 28/5 – Boris Godunov; Junho:4/6 – Andrei Rublev; 11/6 – Solaris; 18/6 – Stalker.

DANÇA

20 hs – Festival de Dança Acrobáticaaté 10 de março com coreografias inéditas disponibilizadas para o público por acesso gratuito por meio do Zoom ( o link é disponibilizado ao público no Instagram, no perfil @interacoesacrobaticas). São 12 profissionais cariocas, baianos e paulistas que, dentro de suas próprias casas, mostram movimentos de hip hop, capoeira, voguing e o parkour. O festival oferecerá 12 oficinas gratuitas de dança acrobática.

LIVROS

Almaque Carioquice 2021– lançado pelo Instituto Cravo Albin, garimpou cantinhos pouco conhecidos do Rio. Na Zona Sul, a lista é grande: Paróquia de São Conrado, joia neoclássica; o Midrash, no Leblon, espaço de cultura judaica; Museu da Favela, no Pavão-Pavãozinho e Cantagalo; Mosteiro das Clarissas, na Gávea; Casa julieta de Serpa, no Flamengo; e Casa Villiot, em Copacabana, um marco da arquitetura dos anos 20. Quem quiser, pode baixar o almanaque gratuitamente no site www.almanaquecarioquice.com.br.

Algo antigo – livro de poemas de Arnaldo Antunes, recém chegado às livrarias (Companhia das Letras). No dia 25/2 (5ª feira), o cantor e compositor fará uma live com Adriana Calcanhoto para ler os seus versos e conversar sobre eles. O livro foi escrito antes e durante a quarentena e reflete o que vivemos nesse período de destruição do Brasil, segundo o autor.

Blonde – biografia romanceada de Marilyn Monroe por Joyce Carol Oates ganha nova edição e, 20 anos depois do lançamento, interpretações atualizadas em tempos de luta contra o assédio. Editora Harper Collins (R$54,90).

Vista Chinesa – novo romance da Tatiana Salem Levy (ed.Todavia) que chega às livrarias no dia 9 de março, mas já está em pré-venda. É baseado em um estupro real sofrido por uma amiga da autora na Floresta da Tijuca, em 2014, com o Rio tomado pela euforia da Copa do Mundo. A vítima autorizou a escritora a revelar seu nome ao final do livro: Joana Jabace, diretora da TV Globo.

CURSOS

O Consulado Geral da França e o Goethe Institut se juntaram para lançar a Plataforma de Busca de Incentivos Culturais, um ambiente digital que reúne iniciativas francesas e alemãs de apoio à arte e à cultura. O projeto consiste em uma ferramenta de pesquisa de cursos, bolsas, residências e incentivos nos dois países europeus. O foco da iniciativa são artistas, estudiosos e produtores, que terão fácil acesso aos editais abertos. As informações podem ser encontradas na página da Plataforma de Busca de Incentuvos Culturais (www.apoio.art)

MÚSICA

GAL COSTA  Nenhuma dor, novo disco da cantora já no streaming. O título reproduz o nome da música de Caetano Veloso (com poema de Torquato Neto) que Gal gravou  np LP Domingo (1967) e que agora ressurge no novo álbum em dueto com Zeca Veloso. A cantora fez a regravação de dez músicas de seu repertório. É uma celebração de seus 75 anos de idade e 55 de carreira. Ela divide o microfone, além de Zeca, com  Tim Bernardes (Baby), Zé Ibarra (Meu bem, meu mal), Silva (Só louco), António Zambujo (Pois é), Criolo (Paula e Bebeto), Joprge Drexler ( Negro amor), Rodrigo Amarante (Avarandado), Rubel (Coração vagabundo) e Seu Jorge (Juventude transviada). Eles cantaram no tom agudo de Gal.

PODCAST

3as feiras –22h30 – LAURO E GABEIRA: os dois jornalistas conversam sobre o assunto da semana. Na CBN, e pode ser ouvido também no Globoplay, no Spotify, no iTunes, no Deezer ou em qualquer outro agregador  de podcasts, a partir das 17h30.

Meu carnaval inesquecível – (Spotify e Google Podcasts) que reúne depoimentos de nomes como Nelson Sargento, Monarco e Haroldo Costa, além de resgatar antigos sambas-enredo.

LIVES

HOJE

19 hs – Sandra de Sá –Acústico: a partir de hoje, a carioca de Pilares revisita os hits e histórias de sua vida na série de lives, transmitidas semanalmente no canal do YouTube da Verastar Produções, às sextas-feiras, 19 hs, até o dia 12 de março, em comemoração aos 40 anos de trabalho.

19 hs – 3ª edição do FESTIVAL TOCADominguinhos (1941-2013) é homenageado no festival em live gratuita, celebrando os 80 anos de seu nascimento. Dividido em três módulos, o encontro será transmitido do palco do Teatro Riachuelo no YouTube ( /SarauAgencia e /TeatroRiachueloRio). A primeira parte do show é intitulada Instrumental Sinfônico apenas com músicas instrumentais de Dominguinhos, executada pela Orquestra Sanfônica do Rio de Janeiro, formada por 16 sanfoneiros, um percussionista, um zabumbeiro, um trianglista, um baixista e três cantores, comandados por Marcelo Caldi, diretor musical do espetáculo e tocará ao longo de toda a apresentação. Tocarão: Homenagem ao Mestre Chicão (pai de Dominguinhos), Homenagem ao Mestre Januário (pai de Gonzagão), Princesinha do  Choro, e Nilopolitano. No segunto ato, entram em cena Durval Pereira (zabumba), Beto Lemos (sanforna) e Marfa Kourakina (baixo),  com a participação dos cantores Marcelo Mimoso e Juliana Linhares com De volta pro aconchego e Contrato de Separação. A noite termina com forró, comandado por Lucy Alves, que encerra a noite com hits como Eu só quero um xodó, Pedras que cantam, Sanfona sentida e Isso aqui tá bom demais.

FESTIVAL DA CANÇÃO – ainda dentro do Festival Toca será anunciada a abertura de inscrições da etapa regional (apenas para o Rio de Janeiro) do festival, parte integrante do Toca, em que compositores devem enviar músicas inéditas.

TEATRO

PRESENCIAL

Carmen, a grande pequena notável –  com o musical sobre nossa bombshell Carmen Miranda foi reaberto o Teatro II do CCBB (Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – 3808-2020). A peça inspirada no  livro infanto-juvenil de Heloísa Seixas e Julia Romeu, o espetáculo repassa a trajetória de Carmen em linguagem  para públicos de todas as idades. Em pouco mais de uma hora, são descortinados os quase 50 anos de vida da cantora, dançarina e atriz portuguesa de nascença, carioca de adoção e que fez fama nos EUA.  Amanda Acosta interpreta Carmen e são 70 trocas dde roupas para mostrar da infância  aos estrelato de Carman, passando pela depressão e dependência de remédios até sua morte. São interpretados 26 sucessos e entre eles, O que é que a baiana tem?, Rebola, bola e Disseram que voltei americanizada. Ruy Castro, escritor do livro Carmen, também fez contribuições à peça. PRESENCIAL. Quintas e sextas-feiras, às 18 hs; Sábados e domingos às 16 hs. Até 28 de março. R$ 30 (vendas apenas on-line, por meio do site eventim.com.br. Livre.

ON LINE

HOJE

19 hs –OTÁVIO MÜLLERno monólogo Questão de Falha  que o ator apresenta ao público pela primeira vez o carioca põe em questionamento as atitudes machistas, seguido de bate-papo com os espectadores virtuais por meio do Sympla, cm ingressos a partir de R$20.  Amanhã: (21h30)

21 hs – Dois (mundos) : a Companhia Teatral Complexo Duplo encena no ZOOM o segundo ato da peça , baseado nas músicas do lado B do álbum Dois, da Legião Urbana, lançado em 1986, época de ouro do rock brasileiro, e que trazia faixa como Eduardo e Mônica que logo se transformou em hit. O coletivo também já disponibilizou  no YouTube um episódio desse primeiro ato, em torno da música Daniel na cova dos leões. Para assistir, basta acessar o link https://cutt.ly/ekee77v.

21 hs – Hoje e amanhã; 18 hs, domingo e até 25 de abril: As mariposas–  a companhia Os Satyros interpreta o seu novo espetáculo em um futuro distópico e estabelece um retrato da sociedade em 2021, num planeta destruído por um grande desastre ecológico: em meio a uma crise sanitária incontornável, não existem mais florestas e a maioria das espécies foi dizimada. A partir de R$10 por meio do Sympla.

21 hs – Niterói em cena –  de hoje a domingo, a 13ª edição  do evento apresenta 16 peças de sete países, em sessões gratuitas seguidas de bate-papo com os espectadores. A programação do festival pode ser vista em www.niteroiemcena.com.br . Pelo site é possível retirar os ingressos.

21 hs – de hoje a domingo: Morra, amor: performance com a atriz Camila Nhary, sob direção de Karine Teles e José Eduardo Limongi, apresenta confissões de uma mukher que tenta se enquadrar no papel de esposa e mãe ideal. Por meio do Instagram (@morradeamor) e do YouTube (bit.ly/2GzuN68).

AMANHÃ

19 hs – Chá das cinco – nove mulheres se reúnem para tomar chá nesta comédia com a assinatura de Regiana Antonini, que tem uma única apresentação. A trama acompanha uma discussão banal entre elas, que têm oersonalidades bem diferentes, num conflito que desemboca na revelaçãoo de um segredo: uma das  personagens cometeu uma assassinato. A partir de R$10, por meio do Sympla.

 

📺 Agenda Cultural na TV
📆 Sexta-feira 19/02/2021
💉 VACINA JÁ PARA TODOS, COM SERINGA CHEIA!!!!!

13:30: Canal Curta (556): “Impressões do Mundo: Murong Xuecun -Tendências da Literatura Oriental”, documentário, (A vida e a trajetória de Hao Kun, que censurado pelas autoridades chinesas adotou o pseudônimo de Murong Xuecun, pelo qual ficou conhecido como escritor em seu país. As tradições chinesas e a vida urbana chinesa transformada com o desenvolvimento das últimas décadas geram conflitos e contradições que são a matéria prima das obras do escritor. O uso da internet para mostrar sua obra ao público se tornou a melhor alternativa para o autor que se tornou uma personalidade cultuada pelos jovens. O premiado escritor conseguiu chegar a oito milhões de seguidores no weib, uma espécie de twitter chinês, e vendeu mais de um milhão de exemplares de um de seus livros.); Direção: Ronaldo Duque, 2016, BRA;

13:45: Canal Brasil (650): “Villa-Lobos – Uma Vida de Paixão”, drama, (A cinebiografia de Heitor Villa-Lobos começa com o maestro no fim da vida, em uma homenagem no Theatro Municipal. Durante o concerto, surgem lembranças de sua vida: a violência do pai, a rejeição de sua música, a falta de dinheiro.); Elenco: Antônio Fagundes, Marcos Palmeira, Letícia Spiller, Marieta Severo, Ana Beatriz Nogueira, José Wilker, Emílio Mello, Ilya São Paulo, Lucinha Lins; Direção: Zelito Viana, 2000, BRA;

13:59: Canal BIS HD (620): “Festival de Verão 2020: Harmonia do Samba”, show, (Transmissão ao vivo do Festival Verão de Salvador 2020.); Direção: Tatiana Costa, 2020, BRA;

14:00: Canal Curta (556): “Incertezas Críticas: Vandana Shiva”, documentário, (A indiana Vandana Shiva é uma das mais importantes ativistas ambientais do mundo. Neste programa, ela fala dos efeitos da globalização, de sua batalha contra os transgênicos, dos movimentos antiglobalização, do lugar da mulher no mundo e de como a escassez de água no planeta é causadora de conflitos e guerras.); Direção: Daniel Augusto, 2015, BRA;

14:30: Canal Curta (556): “Ideias Para o Mundo: Elisabeth Roudinesco”, documentário, (Historiadora e psicanalista francesa. Elisabeth Roudinesco é uma pensadora universal, especializada na história da psicanálise e autora da biografia definitiva sobre Sigmund Freud. A história do pensamento no século XX, o sionismo e o significado das ideias freudiana na atualidade são alguns dos temas abordados.); Direção: Pedro Zimmermann, 2020, BRA;

14:55: Canal Telecine Cult (666): “Eu, Daniel Blake”, drama, (Após um ataque cardíaco incapacitá-lo, Daniel Blake vai atrás de auxílios governamentais. Ao esbarrar na burocracia, ele conhece Katie, que está na mesma situação, e os dois formam uma bonita amizade.); Elenco: Dave Johns, Sharon Percy, Hayley Squires; Direção: Laura Obiols e Ken Loach, 2016, BEL/FRA/GBR;

15:00: Canal Curta (556): “O Brasil de Darcy Ribeiro”, documentário, (Estabelecido no Rio de Janeiro, Darcy dedica-se a editar seus romances, entre eles Maíra. Com a anistia é reintegrado à universidade, mas sofre a rejeição do meio acadêmico. Brizola volta do exílio e Darcy integra-se ao seu projeto político. Como vice-governador e secretário de Cultura, cria o programa de educação pública integral e constrói centenas de Cieps. Eleito senador, e debilitado por outro câncer, relata a Lei de Diretrizes e Bases. Luta heroicamente pela vida e publica O povo brasileiro. Suas reflexões consagram-no como um dos grandes intérpretes do Brasil.); Direção: Ana Maria Magalhães, 2014, BRA;

15:00: Canal Arte 1 (553): “Arte 1 Documenta: O Legado de Picasso”, diversos, (No documentário de Hugues Nancy e Olivier Picasso, a vida e o trabalho de Picasso são apresentados por meio de obras descobertas após sua morte, com entrevistas exclusivas de amigos e familiares do pintor.); Direção: Hugues Nancy e Olivier Picasso, 2013;

15:25: Canal Telecine Touch (663): “A Espiã Vermelha”, drama, (Com 80 anos, a britânica Joan Stanley é presa por espionagem. Décadas atrás, em 1938, ela entra na Universidade de Cambridge, onde se envolve com um comunista. Logo, Joan se une à URSS para atuar como espiã.); Elenco: Judi Dench, Laurence Spellman, Sophie Cookson, Tom Hughes; Direção: Trevor Nunn, 2018, GBR;

16:00: Canal Curta (556): “Leonardo Da Vinci – O Homem Universal”, documentário, (Como apenas um homem ao mesmo tempo pintou a Mona Lisa, concebeu o rolamento de esferas e deu a primeira descrição clínica da aterosclerose? Por ocasião do 500º aniversário de sua morte, este documentário responderá a essas perguntas e muito mais, reunindo pistas graças à pesquisa no campo e aos encontros com os mais destacados especialistas em Leonardo Da Vinci.); Direção: François Bertrand, 2019, FRA;

16:45: Canal Telecine Cult (666): “A Mancha (1921)”, drama, (O professor Andrew e o executivo Peter entram em conflito quando seus filhos acabam se apaixonando. Dirigido por Lois Weber, uma das cineastas mais bem-sucedidas do cinema mudo americano.); Elenco: Claire Windsor, Margaret Mc Wade, Philip Hubbard, Louis Calhem; Direção: Lois Weber, 1921, USA;

18:00: Canal Curta (556): “Brasil Visual: Arte Correio”, documentário, (Com um foco investigativo sobre o movimento da Arte Correio, este episódio mostra um recorte dessa produção a partir das experiências e dos arquivos de alguns artistas brasileiros participantes desse movimento. Uma narrativa com vários prováveis começos e com contextos tão diversos que impedem qualquer abordagem absoluta.); Direção: Anna Maria de Azevedo e Rosa Melo, 2015, BRA;

18:30: Canal Curta (556): “Imagem da Incompletude”, documentário, (Imagem da Incompletude é uma reflexão sobre as obras e o pensamento dos últimos anos da produção de Torquato, neto: como a revista “Navilouca”, o filme “Terror da Vermelha”, a coluna “Geleia Geral” e a polêmica Cinema Novo X Marginal, entre outras passagens importantes da cultura brasileira dos anos 60/70.); Direção: Danilo Carvalho e Guga Carvalho, 2015, BRA;

20:15: Canal Telecine Cult (666): “Duas Vezes Irmãos Coen: Arizona Nunca Mais”, comédia, (Casados, o ex-presidiário H.I. McDonnough e Edwina descobrem que não podem ter filhos. Eles, então, decidem roubar um dos bebês de uma família rica, mas uma gangue de bandidos pretende resgatá-lo.), Elenco: Nicolas Cage, John Goodman, Trey Wilson, Francis McDormand, Holly Hunter; Direção Ethan Coen e Joel Coen, 1987, USA;

21:00: Canal Curta (556): “Guerras do Brasil.doc: Universidade do Crime”, documentário, (“A Guerra do Tráfico” traz para a TV uma guerra contemporânea: A guerra das ruas brasileiras, onde morrem cerca de 60 mil pessoas todos os anos. Vamos entender a gênese das organizações criminosas que dominam os presídios Brasileiros e organizam o tráfico de drogas. O episódio conta a origem, no Rio de Janeiro, do Comando Vermelho, organização que nasceu e cresceu, nos presídios cariocas. Como o “CV” organizou o crime e o tráfico nas comunidades cariocas. Conta, em São Paulo, o nascimento do PCC, (Primeiro Comando da Capital) na década de 90, como foi estruturado, como ele financia os crimes, suas regras e o seu fortalecimento e ascensão na ausência total do Estado.); Direção: Luiz Bolognesi, 2018, BRA;

21:30: Canal Arte 1 (553): “Arte 1 Apresenta: Duke Ellington no Festival Newport Jazz”, show, (O compositor e pianista norte-americano Duke Ellington se apresenta no Festival Newport Jazz, em 1974. No repertório, o jazzista toca os sucessos “Caravan” e “Take the “A” Train” ao lado de grandes nomes.); Direção: Jacques Bourton, 1974;

22:00: Canal Telecine Cult (666): “Duas Vezes Irmãos Coen: Barton Fink – Delírios de Hollywood”, comédia, (Sucesso na Broadway, agora o escritor Barton Fink precisa lidar com a pressão da grande indústria de Hollywood. Dirigido pelos irmãos Coen, expoentes do cinema independente americano nos anos 1990.), Elenco John Turturro, John Goodman, John Mahoney, John Polito, Judy Davis Michael Lerner, Steve Buscemi, Tony Shalhoub; Direção Ethan Coen e Joel Coen, 1991, USA/GBR;

23:00: Canal Curta (556): “Gulag, a História dos Campos de Concentração Soviéticos – Origens e Proliferações (1918-1938)”, documentário, (Poucos meses depois da Revolução de Outubro, os bolcheviques criaram os primeiros campos de concentração para se livrar dos oponentes políticos e reeducar os chamados elementos anti-sociais por meio do trabalho. O primeiro experimento em grande escala é o das Ilhas Solovki. Milhares de prisioneiros políticos e de direito consuetudinário, homens e mulheres, são escravizados lá em condições desumanas. Após a morte de Lenin em 1922, Stalin tomou o poder e decretou a industrialização do país por meio de marchas forçadas e a coletivização da terra, o que desencadeou uma fome mortal. Os projetos do Titanic foram iniciados nas regiões mais remotas, como Kolyma na Sibéria. A GPU, a polícia política do Partido Comunista cuja missão é purgar o corpo social e regenerá-lo, envia centenas de milhares de russos aos campos para participar da construção do socialismo. O número de detidos no gulag ultrapassou a marca de um milhão em 1935. Os julgamentos da mídia em Moscou esconderam a repressão que atingiu toda a sociedade soviética. As execuções em massa e as prisões arbitrárias estão se acelerando. Em janeiro de 1939, 2 milhões de prisioneiros trabalhavam no gulag, mas Beria, que assumiu o chefe do NKVD, o ex-Guépéou, foi encarregado de reorganizar o gulag para torná-lo economicamente lucrativo.); Direção: Patrick Rotman, Nicolas Werth e François Aymé, 2019, FRA;

23:00: Canal Arte 1 (553): “Cine Clube Arte 1: Um Amor Em Paris”, romance, (Um casal de longa data começa a enfrentar problemas no relacionamento depois que seus filhos saem de casa. Brigitte vai à Paris, onde conhece o charmoso Jesper, e permite se deixar levar pelos encantos dele.); Elenco: Isabelle Huppert, Michael Nyqvist, Jean-Pierre Darroussin, Pio Marmai, Marina Fois, Audrey Dana; Direção: Marc Fitoussi, 2014, FRA;

 

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012