Onde está enterrado Maurício Grabois?


17/08/2022


Por Moacyr Oliveira Filho, diretor de Jornalismo da ABI

Em 1982, como repórter da sucursal da Veja, em Brasília, fui pautado para fazer uma Página Amarela, a disputadíssima e valorizadíssima entrevista semanal da revista, com o Major Curió, que era candidato a deputado federal pelo Pará.

Gravador em punho, fui entrevistá-lo no seu escritório, num prédio da W3 Norte. Perguntei tudo sobre o seu passado, mas ele não respondeu quase nada.

Voltei para a redação, desgravei a entrevista – que durou quase 2 horas, escrevi a Amarela e mandei por telex para São Paulo.

Horas depois recebi um telefonema do Elio Gaspari com um elogio e uma ordem:

“A entrevista está boa, mas ficou faltando uma coisa. Volta lá e diz pro Curió que só vamos publicar se ele responder onde está enterrado o corpo do Maurício Grabois” (que era um dos comandantes militares da Guerrilha do Araguaia).

Na mesma hora, liguei pro Curió e disse que precisava lhe fazer mais uma pergunta. Voltei ao seu escritório, fiz a pergunta e ele – como era de se esperar – não respondeu. Disse que não sabia.

De volta à redação, liguei para o Gaspari para lhe informar que Curió disse que não sabia onde estava enterrado o corpo do Grabois.

E a Amarela não foi publicada.

 

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012