1 de julho de 2022


Observador eleitoral argentino aumenta a lista de impedidos de entrar na Colômbia


25/05/2022


FELIPE BIANCHI / COMUNICASUL

Com ampla experiência em missões de observação eleitoral, Alejandro Rusconi entrou na lista dos impedidos de testemunharem presencialmente as eleições do próximo domingo (29), na Colômbia. Convidado pelo Conselho Nacional Eleitoral (CNE) colombiano, o advogado argentino foi impedido de embarcar no voo da Avianca de Buenos Aires a Bogotá na madrugada desta quinta-feira (25). No dia 22 de maio, a ativista estadunidense Terri Mattson passou por situação similar, tendo sido impedida de adentrar ao país governado por Iván Duque e, ao fim, deportada.

Secretário de Relações Internacionais do Movimento Evita, Rusconi denuncia que a ordem para que fosse barrado partiu do setor de Migrações do Estado Colombiano. “Os funcionários da Avianca disseram que havia um email do setor de Migrações ordenando que não me deixassem decolar naquele vôo”, revelou, “e que estava grafado em cor amarela que o e-mail não poderia ser mostrado ao passageiro”.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012