O talento de Costa-Gravas no Cine ABI


25/05/2009


O Cine ABI apresenta nesta quinta-feira, dia 28, às 19h, “Estado de Sítio” (État de Siege — 1973), de Costa-Gravas, na Sala Belisário de Souza, no 7º andar do edifício-sede da ABI (Rua Araújo Porto Alegre, 71 — Centro do Rio).

Indicado ao Globo de Ouro na categoria melhor filme estrangeiro, “Estado de Sítio” é um clássico do diretor grego naturalizado francês, notabilizado por obras de denúncia política.

Com roteiro assinado por Franco Solinas, baseado em fatos verídicos ocorridos no Uruguai, o filme é um retrato minucioso da participação direta dos Estados Unidos nas ditaduras militares da América Latina nas décadas de 1960 e 1970, narrada através da ação do grupo guerrilheiro uruguaio Tupamaros, que seqüestra o cônsul brasileiro no Uruguai e o cidadão norte-americano Philip Michael Santore (Yves Montand), funcionário da polícia norte-americana.

Com o sucesso da operação, os Tupamaros negociam a troca dos seqüestrados por militantes presos. O episódio de grande repercussão internacional e diplomática, abala o governo uruguaio e coloca em evidência a participação dos EUA na estrutura repressiva dos regimes militares, incluindo a formação de agentes de tortura em diversos países da América Latina. 

Para o jornalista Mario Augusto Jacobiskind, Conselheiro da ABI e Diretor da Casa da América Latina, o filme visto 40 anos após os  acontecimentos no Uruguai evidencia as mudanças ocorridas no campo político:
_ Um dos dirigentes tupamaros, o hoje Senador Pepe Mujica, participante do sequestro de Dan Mitrione (Philip Michael Santore) poderá ser indicado candidato à Presidência pela aliança de partidos uruguaios de esquerda, a Frente Ampla, nas próximas eleições de novembro deste ano. Mujica foi preso pela ditadura uruguaia por 12 anos. 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012