16 de agosto de 2022


O AI-5 e o Brasileirão  que foi uma tortura para grandes clubes


13/12/2021


Marcos Gomes é jornalista, membro da Comissão de Cultura e Lazer da ABI

Para lembrar os 53 anos da edição do AI-5, a série “ABI Esporte Futebol e Política” reúne jornalistas que combateram a ditadura e ainda estão na linha de frente na luta contra o autoritarismo: Cid Benjamin, Caco Schmitt, Moacyr de Oliveira Filho (MOA) e Antônio Lima Jr.

O ABI Esporte, transmitido pelo canal da ABI no Youtube, começa às 19h30, com apresentação do jornalista Marcos Gomes – bit.ly/3uZn84f .

A data da edição do AI-5 também será lembrada no Rio de Janeiro, através do ato a ser realizado, nesta segunda-feira, 13, às 15h30, em frente ao antigo DOPS, na Rua da Relação.

Os jornalistas também debaterão as conquistas de Palmeiras e Atlético Mineiro, na Libertadores e no Brasileirão respectivamente, a volta do Botafogo à primeira divisão e a permanecia de Vasco da Gama e Cruzeiro na segundona.

O Ato Institucional Número 5 completa 53 anos nesta segunda-feira (13). Assinado pelo marechal Arthur da Costa e Silva, o decreto deu início ao período mais violento da ditadura militar.
No futebol, o ABI Esporte destacará ainda o encerramento da atual temporada, marcada pelo sofrimento de torcedores de grandes clubes como o Gremio e Bahia, rebaixados para a segunda divisão e erros de arbitragens, apesar do árbitro de vídeo.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012