30 de setembro de 2022


“Nunca imaginei que, um dia, eu fosse trabalhar em casa”


28/07/2020


Como os jornalistas estão se adaptando à nova realidade de trabalhar confinados em suas casas? Será que vem por aí um novo jeito de fazer jornalismo? Este novo tipo, se vier, poderá mexer com a estrutura democrática do país?

Esta é a pauta que inspirou a série de podcasts “Jornalistas em quarentena” e o resultado é uma diversidade de opiniões e ideias surpreendente. Pedro Bial abriu a série, seguido por Luis Nassif. Fernando Gabeira, Leilane Neubarth, Paulo Markun, Marcelo Auler, Jorge Pontual, Ricardo Lessa, Norma Couri, José Trajano, Juca Kfouri, Mariana Kotscho, Chico Caruso.

Também falaram conosco: Ernesto Paglia, Fernando Morais e Ricardo Kotscho.

A edição dos podcasts foi realizada pelo jornalista Paulo Gustavo, que escreve sobre cultura pop no portal Freakpop.

Por Ricardo Carvalho, diretor da ABI em São Paulo

Dos 17 jornalistas que estão participando da série, Regina é a única que tem empresa, uma assessoria de imprensa, em São Paulo. Inicialmente ela tomou um susto quando percebeu que teria de trabalhar em casa e cada um dos seus funcionários também. Como faria, por exemplo, para atender os seus clientes? Hoje, ela não só se acostumou em falar com eles pela telinha, como acha que esta “nova mídia” torna as reuniões mais enxutas, mais objetivas.

Com a palavra, Regina Pimenta

Próximo podcast: Fernando Moraes

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012