8 de agosto de 2022


No Dia Nacional da Ciência, ABI fala em painel da SBPC


08/07/2021


A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência celebra nesta quinta-feira, 8 de julho, o Dia Nacional da Ciência e o Dia Nacional do Pesquisador com a realização do painel online “Os desafios atuais da ciência no Brasil”. A ABI falou no evento da SBPC sobre a importância estratégica que cientistas e comunicadores têm nesse momento no Brasil e no mundo. Leia abaixo o discurso do presidente Paulo Jeronimo.

O evento abordou como governo e a comunidade científica, tecnológica e acadêmica nacionais podem contribuir para os assuntos mais pungentes no País atualmente. Entre os temas abordados na sessão, estão os recursos para CT&I, o Meio Ambiente, a Liberdade de Pesquisa, a Educação, a Saúde e a crise sanitária provocada pela pandemia de covid-19, e as ameaças às populações Indígenas e Quilombolas.

O painel contou com a participação de parlamentares e de representantes de entidades da área de CT&I, como Academia Brasileira de Ciências (ABC), Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies), Academia Nacional de Medicina (AMN), Iniciativa para Ciência e Tecnologia no Parlamento (ICTP.br), Associação Brasileira de Saúde (Abrasco), Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns (Comissão Arns), Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Centrais Sindicais, entre outros.

A criação das leis que celebram o Dia Nacional da Ciência (Lei nº 10.221, de 18 de abril de 2001) e o Dia Nacional do Pesquisador (Lei nº 11.807, de 13 de novembro de 2008) são homenagens à data em que a SBPC foi fundada, em 8 de julho de 1948, em São Paulo.

 

Abaixo, o discurso do presidente da ABI, paulo Jerônimo

 Bom dia a todos e todas

Prezado Presidente do SBPC, Dr. Ildeu Moreira

Agradeço aos dirigentes da Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Ciência por convidarem a ABI para participar de um evento tão importante como este.

Nós da Associação Brasileira de Imprensa sempre entendemos que cientistas e comunicadores devem caminhar de braços dados. Especialmente, agora em que o negacionismo tomou conta do nosso País e do mundo.

O combate contra o obscurantismo diz respeito a todos os cidadãos de bem, dignos de serem chamados de brasileiros.

Os jornalistas ou comunicadores em geral sabem que a liberdade de expressão é vital para que eles continuem exercendo seus ofícios. Não existe democracia sem liberdade. Assim como não há soberania, qualidade de vida e desenvolvimento sem a ciência.

É vergonhoso saber que os recursos destinados às Forças Armando no Orçamento da União de 2021 cresceram 16,6%. Enquanto isso, educação, saúde e ciência e tecnologia sofreram cortes profundos. Em C&T, a redução foi de 27,7.

Basta ver que enquanto os países comprometidos com o crescimento aplicam de 2,5 e a 4,5% ao ano dos seus PIBs em Ciência e Tecnologia, nós, desgraçadamente, não atingimos nem 1%.

Esse processo de sucateamento dos centros de pesquisas e das entidades que cuidam do fomento do desenvolvimento científico é intencional. Os terraplanistas que ocupam o Palácio do Planalto jamais tiveram apreço pelo conhecimento, pela inovação e pelo fortalecimento desta Nação.

Com a mesma boçalidade com que atacam o direito de informar e ser informado destroem os avanços conquistados na área científica. O genocida que preside este País quer, porque quer, nos transformar em párias. Lá na ABI, não admitimos isso.

No ano passado, protocolamos um pedido de impeachment deste governante abjeto. Renovamos, recentemente, a nossa intenção de retirá-lo do comando da Nação no que se denominou “super pedido de impeachment”.

Os estragos promovidos por este governo não se limitam à censura a imprensa ou à interrupção de pesquisas ou ao êxodo de cérebros. A infeliz escolha de 2018 está sendo paga com vidas. Aproximamo-nos das 530 mil mortes pela falta de vacinas que nos dessem a chance de enfrentar um vírus tão letal, como o Covid 19.

O atraso, o ódio, a mentira e o retrocesso tomaram conta de nossas vidas. As conquistas do passado – mormente as sociais – foram jogadas na lata do lixo.

A ABI, a SBPC e centenas de outras entidades da sociedade civil organizada têm um enorme desafio pela frente. Tão logo essa horda de ignorantes desocupe o poder, o Brasil terá que se refundado.

Sabemos a importância deste evento. Torcemos para que não se limite única e tão somente nos diagnósticos. Temos certeza de que brotarão ideias determinantes para nos ajudar a sair desta escuridão e retomar o caminho da prosperidade.

Muito obrigado!

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012