Mais quatro jornalistas são mortos por membros do Estado Islâmico(EI)


Por Cláudia Souza*

10/11/2014


 

Membros do Estado Islâmico antes da execução de sequestrado (Foto: Reprodução internet)

Membros do Estado Islâmico antes da execução de sequestrado (Foto: Reprodução internet)

 

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) executou mais quatro jornalistas na última semana, na cidade de Mossul , ao norte do Iraque. De acordo com a agência de notícias alemã DPA, moradores da região informaram que militantes entregaram os corpos para autoridades médicas na última terça-feira, dia 4.

Os nomes e as nacionalidades dos quatro jornalistas mortos ainda não foram revelados. Eles estavam aprisionados com mais 12 profissionais de imprensa iraquianos. Outros três repórteres estão desaparecidos desde o início de novembro.

Em 19 de agosto último, o Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria da decapitação do jornalista norte-americano James Foley e, no dia 3 de setembro, a execução do jornalista Steven Sotloff, também dos EUA. Ambos foram sequestrados na Síria.

No último mês de outubro, o mesmo grupo terrorista reivindicou o assassinato a tiros de Mohanad al-Akidi, correspondente da agência de notícias Sada em Mossul, e do cinegrafista Raad Mohamed al-Azzawi, da TV Sama Salah Aldeen.

Desde o início de 2014, de acordo com dados da ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF), 56 jornalistas foram assassinados em todo o mundo, sendo 16 na Síria e no Iraque.

*Com agências de notícias internacionais.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012