Luís Nassif, na ABI, debate nossa soberania


26/11/2019


As ameaças à soberania nacional brasileira e à democracia a partir da geopolítica desenhada pelos Departamentos de Estado e de Justiça dos Estados Unidos, usando pactos de anticorrupção, será um dos temas que o jornalista Luís Nassif abordará em um debate, aberto ao público, que se realizará nessa quarta-feira, 27 de novembro, no auditório da Associação Brasileira de Imprensa – ABI, à rua Araújo Porto Alegre, 71, no centro do Rio de Janeiro.

No entendimento de Nassif, editor do Jornal GGN, essa cooperação internacional imposta pelos EUA, disfarçada de combate à corrupção, tem como foco entre outros produtos o petróleo brasileiro, o que atropela a soberania nacional ao mesmo tempo em que se torna uma séria ameaça à nossa democracia.

Ao ser recebido na ABI, Nassif, que acaba de ser aprovado como sócio da entidade, será presenteado pelo presidente da casa, Paulo Jeronimo Sousa com a sua carteira de associado.

O evento é um convite da ABI, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ) e do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge RJ).

No debate, a se iniciar a partir das 18h, Nassif tratará da recente intimidação do governador Wilson Witzel, após o jornalista ter denunciado a política de segurança pública genocida do governador no Estado e a violência no Rio de Janeiro.

No último dia 7, Nassif foi intimado pela Delegacia de Investigações Interestaduais (Polinter), da Polícia Civil do Rio, a prestar explicações sobre as publicações no Jornal GGN, em atuação que foi amplamente criticada por diversos sindicatos e organizações de defesa da liberdade de imprensa e expressão.

Nassif recebeu a solidariedade da ABI e da OAB-RJ. Junto com a direção da ABI ele discute medidas judiciais que poderão ser implementadas em breve.

Sarau musical – Após os debates no auditório da ABI, Nassif promoverá seu famoso e tradicional Sarau musical. Exímio tocador de violão, bandolim e cavaquinho, deverá encontrar outros músicos no Bar do Ernesto – no Largo da Lapa 42, ao lado da Sala Cecília Meireles.

O Sarau, segundo Nassif, contará com um time de craques do choro e do samba, também é aberto ao público, sem taxa de consumação ou cobrança de couvert. A previsão é de que comece por volta de 20h00, logo após terminar o debate no auditório da ABI.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012