Justiça determina revisão de pena de Abu-Jamal


27/04/2011


O Tribunal Federal de Apelações da Filadélfia (EUA) determinou nesta terça-feira, 26, a reapreciação da condenação à morte do jornalista Mumia Abu-Jamal, sem que a culpabilidade seja posta em causa. “O estado da Pennsylvania deverá organizar a realização de novas audiências nos próximos 180 dias”, diz o decreto.
 
O reexame da condenação decidirá se será mantida a pena capital ou se a sentença será comutada em prisão perpétua sem possibilidade de libertação. O site Repórteres Sem Fronteira(RSF) divulgou comunicado sobre a decisão do tribunal.
 
Mumia, 57 anos, está no corredor da morte desde 1982, acusado de assassinar o policial branco Daniel Faulkner em 9 de dezembro de 1981, na Filadélfia. O jornalista sempre declarou inocência ressaltando que sua condenação “foi determinada pelo fato de ser negro e ex-integrante dos Panteras Negras”
 
O caso ganhou notoriedade internacional e mobiliza há anos milhões de pessoas que exigem a libertação imediata do jornalista e chamam a atenção “para erros de procedimento cometidos durante o julgamento e que implicaram em sentença arbitrária e injusta”.

Na prisão, o jornalista escreveu livros e artigos, que vem sendo publicados.

*Com informaçoes da AFP, Lusa, G1.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012