18 de agosto de 2022


Jornalista sequestrada na Venezuela é encontrada pela polícia


Por Cláudia Souza*

21/04/2014


Nairobi Pinto

Nairobi Pinto

Nairobi Pinto, correspondente da Globovisíon que havia sido sequestrada no último dia 6, em Caracas, foi localizada nesta segunda-feira, 14, informou a polícia venezuelana. “Já está conosco a jornalista Nairobi Pinto, sã e salva”, escreveu no Twitter o vice-diretor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalí sticas (CICPC), Douglas Rico.

Segundo o canal Globovisión, Nairobi “foi resgatada em Cúa”, no interior da cidade de Miranda. A jornalista foi sequestrada no dia 6 quando chegava em sua casa, em Caracas, por dois homens encapuzados e armados. O jornalista Luis Pinto, pai de Nairóbi, testemunhou o sequestro da filha ocorrido na porta de sua residência, localizada na região de Los Chaguaramos, na capital Caracas

O ministro do Interior da Venezuela, Miguel Rodríguez, descartou que o sequestro tenha ocorrido por motivação política. “Isso está descartado desde o início”. Rodríguez acrescentou que “alguns indícios” apontam que o crime tivesse o intuito de extorsão.

Dados da ONG Instituto de Investigações de Convivência e Segurança Cidadã (Incosec) afirmam que, em 2010, foram denunciados 686 sequestros na Venezuela e que esse número aumentou para 1.150 em 2011. Segundo o Observatório Venezuelano da Violência, ocorreram cerca de 25 mil assassinatos em 2013 no país.

*Com informações da EFE.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012