19 de agosto de 2022


Jornalista lança livro sobre energia nuclear no Brasil


08/11/2018


A jornalista Tania Malheiros está lançando o livro “Bomba atômica! Pra quê? Brasil e energia nuclear”, Editora Lacre, reunindo entrevistas, pesquisas, reportagens e muito mais.  A estreia foi no Rio, no Lamas. Agora o lançamento prossegue por outras cidades. No próximo dia 27/11, será na Livraria da Universidade Federal Fluminense (UFF), Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí, Niterói, das 18h às 20h. E no dia 29/11, no município de Angra dos Reis: realização da Secretaria Executiva de Cultura e Patrimônio da cidade, no Centro Cultural Theóphilo Massad, à Praça Guarda Marinha Greenhslgh, s/nº.

O Livro aprofunda as informações e documentos reunidos pela autora em suas duas primeiras publicações sobre o tema: “Brasil, a bomba oculta” (1993) e “Histórias secretas do Brasil nuclear” (1996). Esta nova edição resgata e atualiza a história do enriquecimento de urânio no Centro Experimental de Aramar, da Marinha e os negócios com Iraque e China, na época da Ditadura. A tecnologia do enriquecimento – dominada por seletos países e que levou o Brasil a ingressar no restrito Clube do Átomo – foi repassada à estatal Indústrias Nucleares do Brasil (INB). O fato havia sido previsto em matérias da autora há mais de 20 anos.

No campo das usinas nucleares, há cerca de duas décadas, a projeção era de que a unidade atômica Angra I funcionaria somente até 2018. Hoje, porém, Angra I está sendo preparada para ter vida útil prolongada por mais 20 anos. Só nos últimos cinco anos foram investidos US$ 27 milhões na modernização do empreendimento. Relembra também a assinatura do acordo nuclear do Brasil com a Alemanha, em 1975, com a compra de oito usinas, entre elas, Angra 3, desafio para o novo governo. E contém informações sobre as ações do Prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, (MDB), durante a greve dos caminhoneiros, em maio de 2018.

Em 380 páginas, o livro informa ainda sobre o domínio do reprocessamento de urânio, que leva à produção de plutônio – outra opção de combustível para alimentar a bomba atômica.

Continua sem solução, uma dívida da empresa suíça Nuexco com o Brasil, contraída há 20 anos, envolvendo o fornecimento de urânio ao Canadá. Algumas revelações de Tania foram, inclusive, noticiadas no The Times londrino. O assunto da energia nuclear não se esgota e envolve múltiplos interesses. A conclusão das obras de Angra 3, e a continuidade do projeto do submarino de propulsão nuclear, amplamente ineridos no livro, serão pautas para 2019.

AUTORA – Tania Malheiros – Escreve sobre energia nuclear desde 1986. Sua primeira matéria de destaque nessa área foi pela Folha de S. Paulo, com a revelação de vazamento de radiação na usina nuclear Angra I; a existência das contas secretas “Delta”, entre outros. No jornal O Estado de S. Paulo, foram seis anos com reportagens exclusivas, entre elas, denúncias de altos índices de radiação na Usam. No Rio, trabalhou também em O Globo e na Agência Estado/Broadcast. No Jornal do Brasil, em janeiro de 1996, revelou acidentes com radiação no Centro Experimental Aramar, o que lhe valeu o Prêmio Esso de Jornalismo na categoria “Científica, Tecnológica e Ecológica”, em 1997. Atualmente, escreve para o Blog (https://taniamalheiros-jornalista.blogspot.com).

Assessoria de Imprensa – Editora Lacre – (21) 99601- 5849 – VENDAS: loja virtual da editora Lacre: www.editoralacre.com.br

Todas as lojas da Livraria da Travessa (RJ). São Paulo: Martins Fontes Paulista – Avenida Paulista

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012