Jornalista é agredido no Acre


11/08/2010


O Sindicato dos Jornalistas do Acre (Sinjac) divulgou comunicado nesta quarta-feira, 11, em repúdio à agressão do ex-deputado João Correia, candidato ao Senado pelo PMDB do Acre, contra o jornalista Demóstenes Nascimento durante gravação de entrevista na TV 5, filiada da Bandeirantes, na última terça-feira, dia 10. Correia é um dos envolvidos no esquema de desvio de verba para a compra de ambulâncias, que originou a CPI das Sanguessugas.
 
O ex-deputado participava de um quadro de entrevistas da TV 5 com candidatos às eleições 2010, mediado pelo jornalista Demóstenes Nascimento. Durante o programa, João Correia fez acusações contra o Governo do Estado e a emissora de TV e agrediu fisicamente o jornalista, que prestou queixa no 8º Distrito Policial de Rio Branco.
 
A participação do candidato foi acordada entre a TV 5 e a coligação Produzir para Empregar, através do PMDB. O entrevistado responderia às perguntas escolhidas pelos dirigentes do partido que também participaram do sorteio das entrevistas.
 
—A atitude do candidato ao Senado, João Correia, surpreendeu a todos e demonstrou a falta de preparo para ocupar um cargo tão importante. O Sindicato e a Federação Nacional dos Jornalistas(Fenaj) repudiam esta e qualquer outra ação repressora à classe. Vivemos um novo momento, a era da ditadura já acabou, estamos solidário e à disposição do colega Demóstenes no que couber ao Sinjac, afirmou o Presidente da entidade, Marcos Vicentti.
 
*Com informações do Sinjac

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012