Jornalista colombiana é assassinada na cidade Pitalito, na Colômbia


Por Cláudia Souza*

11/09/2015


Flor Nuñez (Foto: arquivo pessoal)

Flor Nuñez (Foto: arquivo pessoal)

 

Flor Alba Núñez, de 25 anos, foi alvejada na cabeça nesta quinta-feira, por volta do meio-dia, em frente à emissora de rádio La Favorita, no bairro Pen, em Pitalito, Huila.

O Comandante da Polícia de Huila, coronel Santiago Camelo, afirmou que uma pessoa ainda não identificada seguia a repórter e fez o disparo: “Quando ela entrou na emissora ele atirou pelas costas. Flor Alba Núñez  foi levada para o hospital, mas morreu em decorrência da  gravidade da lesão.”

Os investigadores trabalham com a hipótese de vingança, já que Flor  Nuñez vinha recebendo ameaças:

“Estamos seguindo as pistas do autor que aparentemente fugiu em uma motocicleta”, disse o coronel Camelo, acrescentando que, por agora, “não podemos identificar as causas deste fato triste.”

De acordo com a agência Reuters, este é o terceiro caso de assassinato de jornalistas na Colômbia nos últimos seis meses.

A jornalista, que também era correspondente de um jornal e de um canal de televisão da região, havia publicado denúncias, com base em relatórios da polícia, sobre a ação de criminosos na cidade. Colegas de trabalho da profissional de imprensa confirmaram as ameaças.

*Fonte: jornal “El Tiempo”

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012