Acidente de carro provoca a morte de jornalista argentino em São Paulo


Por Igor Waltz*

09/07/2014


O jornalista argentino Jorge Luiz López, de 38 anos, na Arena Corinthians (Crédito: Reprodução/ Acervo Pessoal)

O jornalista argentino Jorge Luiz López, de 38 anos, na Arena Corinthians (Crédito: Reprodução/ Acervo Pessoal)

O jornalista Jorge Luis López, de 38 anos, da Rádio La Rede e cronista do diário esportivo Olé! , morreu na madrugada desta quarta-feira, 9 de julho, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, em um acidente de trânsito provocado durante uma perseguição policial. O repórter, que veio ao País para a cobertura da Copa do Mundo, é o segundo profissional de comunicação argentino morto no Brasil durante o torneio. Dois ladrões foram presos e um menor apreendido.

O delegado Paulo Roberto Poli, do 1º DP de Guarulhos, disse que os três ladrões, um deles com 16 anos, roubaram um carro na Penha, Zona Leste de São Paulo. Em Guarulhos, a Polícia Militar identificou o carro e iniciou uma perseguição, que terminou quando o veículo atingiu o táxi no cruzamento da Avenida Tiradentes com a Rua Barão de Mauá, por volta da 1h30m.

Com o impacto da colisão, o táxi onde estava o jornalista girou e bateu em um poste. López, que estava no banco traseiro, foi arremessado para fora do veículo e morreu no local. O repórter havia entrado no veículo na região dos Jardins, na capital, e estava chegando no hotel onde estava hospedado desde o início da Copa 2014. Nesta quarta-feira, ele estaria na Arena Corinthians, Itaquera, para acompanhar a partida entre a Holanda e a Argentina.

Em sua página na internet, o jornal Olé! noticiou a morte de López. No título, o diário escreve “Choramos todos” e diz ainda, na nota, que “o jornalismo está de luto”. No dia 2 de julho, a jornalista Maria Soledad Fernandez, de 26 anos, não resistiu aos ferimentos depois de um acidente de carro na BR-381, em Oliveira, Minas Gerais. Ela havia saído de São Paulo após a partida entre Argentina e Suíça.

O taxista fraturou a clavícula e está internado no Hospital Geral de Guarulhos. O adolescente apreendido deve ser encaminhado para uma unidade da Fundação Casa. Os dois bandidos serão transferidos para um Centro de Detenção Provisória (CDP).

A Polícia Civil deve indiciar os dois ladrões por homicídio culposo na direção de veículo automotivo e roubo. Autoridades do consulado argentino em São Paulo estiveram na delegacia para cuidar da liberação do corpo do jornalista. A mulher do argentino, jornalista, também estava no Brasil para a cobertura do Mundial. Ela estava em Minas Gerais e se encontraria com o marido nesta quarta-feira para comemorar o aniversário de um dos filhos do casal. López tinha três filhos.

*Com informações da Folha de S. Paulo e de O Globo.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012