3 de outubro de 2022


Jornalismo perde Duarte Pereira


13/08/2021


Morre o jornalista Duarte Pereira

Frei Betto

Duarte Pereira (1939-2021): o Brasil perde um de seus mais competentes militantes revolucionários e intelectuais de esquerda. Duarte Pereira, jornalista e “ideólogo” da primeira fase da revista Realidade, na qual trabalhamos juntos e, posteriormente, do jornal Movimento, nascido na Bahia e formado em Direito, iniciou sua militância pela Ação Católica, que deu origem ao movimento revolucionário Ação Popular.

Vice-presidente da UNE em 1963, caiu na clandestinidade no ano seguinte, devido ao golpe militar que implantou a ditadura. Atravessou os 21 anos do regime militar sem jamais ter sido preso. “Graças ao silêncio dos que caíram em mãos da repressão e sabiam, mas não disseram, onde eu me escondia”, me contou ele quando o visitei no hospital Oswaldo Cruz, na terça, 12 de agosto.

No “racha” da Ação Popular, Duarte fez toda a formulação teórica da Ação Popular Marxista-Leninista e, mais tarde, liderou a fusão da APML com o PCdoB.

Na visita que lhe fiz no hospital, indaguei se gostaria que eu lhe desse a bênção da saúde, e ele assentiu. Orei junto a ele, impus as mãos em sua cabeça, e li um artigo da Folha de S. Paulo sobre a atual conjuntura do Brasil. Duarte estava alegre, bem disposto, embora ofegante. Não nos víamos há décadas, embora tivéssemos contatos pelas redes digitais.

Uma grande perda para todos nós militantes da utopia libertária!

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012