Ideli Salvatti assume Secretaria Nacional dos Direitos Humanos


Por Cláudia Souza*

01/04/2014


Ministra Ideli Salvati (Foto: Reprodução SDH)

Ministra Ideli Salvatti (Foto: Reprodução SDH)

A ministra da Articulação Institucional, Ideli Salvatti, tomou posse na terça-feira, dia 1º, no cargo de ministra dos Direitos Humanos, no lugar da ministra Maria do Rosário, que deixa o governo para tentar reeleição como deputada federal pelo estado do Rio Grande do Sul.

Licenciada em Física pela Universidade Federal do Paraná, Ideli Salvatti foi a primeira mulher eleita senadora de Santa Catarina, estado no qual ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores (PT) e a Central Única dos Trabalhadores, cumpriu dois mandatos como deputada estadual e ocupou duas vezes o cargo de líder do governo no Congresso Nacional.

Ideli Salvatti iniciou a militância em Joinville, nas Comunidades Eclesiais de Base, na Pastoral Operária, nas Associações de Moradores e no Centro de Defesa dos Direitos Humanos, entidade da qual foi fundadora e presidente, cargo que também ocupou na Associação dos Licenciados em Santa Catarina.

Metas

Ao assumir a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Ideli Salvatti afirmou que uma de suas metas é o combate aos crimes virtuais. Ao citar o recente caso de ameaça de estupro à jornalista Nana Queiroz, idealizadora da campanha “#EuNãoMereçoSerEstuprada, a ministra pediu pressa na conclusão da votação do Marco Civil da Internet.

A solenidade, que contou com a participação das ministras da Secretaria de Igualdade Racial, Luiza Bairros, e da Secretaria de Política para as Mulheres, Eleonora Minicucci, “Destaco aqui o meu compromisso de manter um diálogo permanente com os movimentos sociais de Direitos Humanos. Sabemos o quanto são delicados e importantes temas como o compromisso pelo envelhecimento ativo, combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, combate à tortura, afirmou Ideli que

discursou ainda sobre os 50 anos do golpe militar de 1964 e a luta contra a ditadura:

—Estou muito grata por ter a oportunidade de estar aqui neste momento e poder reafirmar a importância da democracia, para que a sociedade jamais se esqueça das violações aos direitos humanos ocorridas naquela época. Temos que reafirmar todos os dias: ditadura nunca mais, defendeu.

Avanços

 Maria do Rosario

Maria do Rosario

A ex-ministra da Pasta, Maria do Rosário, fez um balanço dos principais avanços da sua gestão e, dentre as ações, citou a entrega de conjuntos de equipagem para os conselhos tutelares de 995 municípios em todo o país, assim como a contratação de outros 1.200 conjuntos, que deverão ser entregues até o final de 2014; destinação de cerca de R$ 3 milhões para a ampliação e reforma das unidades de atendimento socioeducativas; e a qualificação de 44 mil conselheiros tutelares em todo o país.

*Com informações da ascom da SDH

 

 

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012