Honduras registra mais um profissional assassinado


11/07/2016


Henry Roberto Reyes Salazar

Henry Roberto Reyes Salazar

O Portal Imprensa postou que a radialista Henry Roberto Reyes Salazar, de 33 anos, que atuava na rádio Estéreo Control, do município de Jesús de Otoro, de Honduras, foi assassinado no último dia 5 de julho enquanto circulava de moto pela comunidade San Rafael, informou a ONG Comitê pela Livre Expressão (C-Libre).

Segundo a entidade, Salazar foi interceptado por desconhecidos fortemente armados que levaram sua motocicleta e dispararam contra ele. Trata-se do quarto jornalista assassinado no país somente no primeiro semestre de 2016. Neste período, pelo menos 23 profissionais de imprensa de seis países da América Latina forma mortos: 10 no México, cinco na Guatemala, quatro em Honduras, dois no Brasil, um em El Salvador e um na Venezuela.

A publicação acrescenta que, desde 2009, 62 comunicadores ou profissionais de imprensa foram assassinado em Honduras, diz a C-Libre. A ONG afirma que a vida desses jornalistas foi tirada pela aliança de poderes do Estado, ou seja, policiais e políticos de municípios corruptos associados a diversos grupos criminosos ligados ao narcotráfico, tráfico de pessoas máfias rurais e urbanas.

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012