Guerrilha traíra


16/10/2007


TD>


TR>

“Na fronteira entre Brasil e Colômbia, o posto do Exército no rio Traíra, a cerca de 600 quilômetros da cidade de Tabatinga, foi atacado por guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Cheguei nesse cenário no dia seguinte ao ataque, em que soldados brasileiros e civis colombianos morreram. No segundo dia, quatro colombianos foram presos num pequeno barco que descia o rio que divide os dois países. Foram torturados e seriam fuzilados, caso não tivessem sido fotografados por mim no dia anterior. Posteriormente, foi provado que não eram guerrilheiros, apenas garimpeiros que tentavam a vida por aquele lado esquecido do mundo. Essa matéria foi premiada pela Organização Internacional de Jornalistas e pela União de Jornalistas da União Soviética, em 1991”

            

Siga a abi

© 2013 ABI - Associação Brasileira de Imprensa – todos os direitos reservados -Rua Araújo Porto Alegre, 71 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, Cep: 20030-012